História do sistema de numeração

Páginas: 9 (2006 palavras) Publicado: 11 de novembro de 2012
A História da Matemática é um elemento imprescindível quando se deseja focar como teorias e práticas matemáticas foram sendo desenvolvidas e aperfeiçoadas desde a sua criação até os dias atuais.
A História da Matemática no contexto da prática escolar atende um dos objetivos primordiais da disciplina, pois é importante que os alunos compreendam a natureza da Matemática e sua relevância navida da humanidade.
O conhecimento histórico da criação da ciência matemática utilizada pelos alunos poderá orientar e facilitar a aprendizagem de conteúdos de matemática abordados em sala de aula.
Enfatizamos que os números, desde os seus primórdios, entrelaçam-se intimamente com a história da civilização, sendo mesmo uma das principais alavancas do progresso humano e que suahistória é não só, motivadora em termos de ensino, como também muito rica em aspectos culturais.
Para tais afirmações, apegamo-nos na ideia que a espécie humana, de todas as formas de vida conhecidas sobre a Terra, é a única a ter desenvolvido um procedimento sistemático para armazenar informações úteis e transmiti-las de uma geração a outra, sendo que, parte considerável dessas informaçõesrelaciona-se com forma e quantidade. Uma linguagem para relacionar forma e quantidade e suas várias inter-relações é uma necessidade. (GUNDLACH, 1992, p. 1).

Fatos, episódios e acontecimentos sobre a história do Sistema de Numeração.
A civilização teve como os primórdios da Matemática, a utilização da enumeração, seguida da numeração, que por sua vez, precedeu o número, conforme descritoabaixo.
A contagem do tempo, o cálculo de áreas desérticas, o metro quadrado, a medição de temperatura, a categoria dos furacões, a contagem de espécies de seres vivos, a utilização de porcentagens, tudo isso só foi possível porque foram utilizados diferentes sistemas de numeração e os números.
A enumeração é a comparação de objetos de uma coleção com outros objetos usados como marcadores,e várias civilizações utilizaram do corpo humano para tal comparação (dedos, ossos, articulações, etc.). Esse procedimento, não implicava um conceito de número e dispensava a necessidade de ter palavras para as várias partes do corpo humano, pois nenhuma linguagem era necessária para se fazer a comparação. A ordem da sequência era fixa e natural.
Da mesma maneira, outras civilizaçõesutilizavam-se de conchas, pérolas, frutos duros, pauzinhos, dentes de elefante, cocos, bolinhas de argila, grãos de cacau e até excrementos secos, arrumados em montinhos e fileiras para corresponderem a quantidade de seres ou de objetos que queriam enumerar.
Com o desenvolvimento da comunicação, em forma de linguagem, as várias partes do corpo foram nomeadas e usadas no processo de enumeração.Sucedeu, então, a transição para a numeração.
Com a invenção da linguagem, palavras tomam lugar de objetos na sequência ordenada. O uso de palavras-número, todavia, não implica por si só o conceito de número cardinal, embora sem dúvida tenha levado a ele.
Experimentos etnográficos com povos primitivos têm mostrado que o domínio de uma sequência ordenada de palavras-número não levanecessariamente ao conceito de número cardinal. (GUNDLACH, 1992, p. 4).
Essa não é uma história abstrata e linear, como se imagina às vezes e erroneamente, ou seja, considerar a história da matemática como uma sucessão impecável de conceitos encadernados uns aos outros. Ao contrário, a história da matemática é a história das necessidades e preocupações de grupos sociais ao buscar recensearseus membros, seus bens, suas perdas, seus prisioneiros, ao procurar datar a fundação de suas cidades e de suas vitórias utilizando os meios disponíveis, às vezes estranhamente mitológicos, como no caso dos egípcios. E, assim fazendo, estes grupos manifestam amplamente seus preconceitos. (IFRAH, 1989, p. 10)
Em culturas onde os dedos de uma mão foram usados, o número de elementos de um...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Sistemas de numeração
  • Sistema de numeração
  • SISTEMA DE NUMERAÇÃO
  • Sistemas de Numeração
  • Sistema de numeração
  • Sistema de numeração
  • Sistemas de numeração
  • Sistemas de Numeração

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!