História da educação

Páginas: 5 (1154 palavras) Publicado: 10 de agosto de 2012
“A EDUCAÇÃO DAS CRIANÇAS NASCIDAS LIVRES DE MÃE ESCRAVA DE 1871 A 1879”

As crianças que nasciam de mães escravas poderiam receber a educação padrão da época da escravidão se ficassem com os senhores ou se fossem entregues para o Estado, eram preparadas para a vida como seres livres.
Sobre o processo de abolição do trabalho escravo no Brasil, a educação é um componente importante, esteprocesso está associado à construção de uma nova sociedade.
As crianças deveriam ser o centro, quando o assunto se trata de educação, mas na época, eram vistas somente como futuros trabalhadores negros.
Para determinar uma superação da escravidão no país, surgiu a Lei do Ventre Livre. Foi uma solução indireta, pois os proprietários de terra se viam donos das crianças nascidas, para poder asutilizar como mão-de-obra. Mas em muitos países, já estava em discussão o combate ao escravismo, os filhos de escravas não deveriam ser direito de propriedade dos senhores, muito menos herdar o papel de suas mães.
Em 1872, foi aprovada a lei que eliminou a escravidão das futuras gerações de escravos, considerados como elemento servil. Entretanto, os donos de escravos os reconheciam ainda comopropriedade, então exploravam as crianças nascidas de mães escravas até que completassem 21 anos de idade.
Dessa forma, vê-se a incerteza da Lei do Ventre Livre e a questão do elemento servil.
Debates ocorreram após 1871e foram até 1888, para decidir algo sobre a liberdade definitiva dos escravos. Nesse meio tempo, a educação dos negros foi ganhando mais espaço.
O Ministério da Agriculturatomou várias iniciativas, para que associações fossem criadas, visando o objetivo de atribuir educação para crianças negras. Contudo, os senhores deveriam ficar com as crianças até que completasse 8 anos.
Depois do ano de 1879, o Ministério da Agricultura começa a se preocupar com os gastos que se voltariam para o surgimento de associações para educar crianças nascidas livres de mães escravas,assim, prejudicaria o financeiro do governo.
O Ministro da Agricultura, mesmo tendo a certeza de que os senhores das escravas mães, optariam por manter as crianças como mão-de-obra ou para completar a educação, havia por parte do Ministro um receio, caso os senhores escolhessem acionar o Estado e receber uma indenização e entregar as crianças para que o estado mesmo completasse a educação dasmesmas. Assim, o Estado teria que gastar muito mais dinheiro e também a responsabilidade aumentaria, pois ficaria encarregado da educação dessas crianças.
Se todas as crianças, logo que completasse 8 anos de idade, fossem dadas ao Estado, o financeiro do mesmo entraria em colapso.
Foi feita então, uma mobilização para consultar as províncias, a qual ocorreu no Rio de Janeiro, para saber aposição dos agricultores sobre a então chamada “crise na lavoura”.
A partir de um questionário enviado para os agricultores, percebeu-se que o Ministro estava mais preocupado com a opinião deles em relação aos filhos das escravas e se eles pretendiam ficar com as crianças sobre suas posses ou entrega-las ao Estado.
Sobre os problemas ligados à economia, os fazendeiros da região Norte do país, sem aajuda do governo, organizaram mais um congresso em cima dos agricultores da região Sul. Pois como era no Sul que se concentrava a maior parte dos escravos, deveria haver uma resistência dos senhores sobre as questões emancipacionistas.
Em 1878, ocorreram mais dois congressos para formar uma posição quanto ao destino das crianças, após completarem seus 8 anos de idade. Estes congressos trouxeramvárias preocupações, pois o número de crianças era muito elevado e isso poderia abalar a estrutura financeira governo, trazendo também muitas responsabilidades em relação à educação dessas crianças.
Num relatório eito pelo Ministro e Secretário de Estado dos Negócios da Agricultura, João Lins Vieira, dentro de oito anos passados, o Estado teria recebido 32 mil crianças e quase todas...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Historia e Historia da Educação
  • História da educação e história cultural
  • Papel da História e da História da Educação
  • historia da educação
  • História da Educação
  • Historia da educação
  • historia da educação
  • Historia da educação

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!