Hipertensão arterial sistêmica

Páginas: 9 (2246 palavras) Publicado: 22 de maio de 2012
Hipertensão arterial

( É a segunda causa mais comum de doença renal crônica
( É muito comum a associação com hipercolesterolemia e HAS.




Caso Clínico


Um senhor de 64 anos, branco, foi atendido pro hipertensão arterial.


Sabe ser hipertenso há 10 anos, em uso de quatro anti-hipertensivos, sem controle da sua hipertensão arterial.


Apresenta cãibras, seu potássioé baixo, pelo que foi acrescentado pelo seu médico, cloreto de potássio. Refere ainda cansaço e letargia, que lhe trazem muito desconforto.


Nega ganho de peso dores abdominais, cefaléia, palpitações ou dor torácica.





A.Pat.: hipercolesterolemia, gastrite, e há 2 anos tenorrafia do manguito rotator. Seus quatro medicamentos diários são: lisinopril 20mg, atenolol 100mg, nifedipina 90 mg e terazosin 5 mg, ranitidina 150 mg, Slow K 2 comp;dia, sinvastatina 20 mg, ácido acetil salicílico 81 mg .


Nega qualquer outro medicamento


História familiar: um irmão era hipertenso.


HPS: Tabagista por 40 anos, agora é aposentado por tempo de serviço.





Exame físico: PA 141/83 mmHg, Pulso 77 bpm, FR 18 mpm. Altura 1,80 m, Peso88 kg.


Pulmões livres, com boa expansibilidade. Bulhas rítmicas e normofonéticas. Abdômen flácido, sem visceromegalia, sem sopros e sem estrias. Ausência de edema de MMII.


Exames laboratoriais: Glicemia 102 mg/dL, Cálcio 9,4 mg/dL, creatinina 1,1 mg/dL, Uréia 49,45 mg/dL, Bicarbonato 29 mEq/L, Cloro 103 mEq/L, Sódio 141 mEq/L, Potássio 3,5 mEq/L.( Observações do caso clínico:

• Inibidores da ECA:
➢ Lisinopril
Outros:
➢ Captopril
➢ Enalapril
➢ Benazapril
➢ Cilazapril
➢ Delapril

• Beta-bloqueadores:
➢ Atenolol
• Bloqueadores do canal de cálcio
➢ Nifedipina
➢ Hidropiridínico
➢ Verapamil
•Alfa-bloqueadores
➢ Terazosin

( AAS – para proteger as artérias
( Cigarro – fator para aterosclerose.

Aterosclerose: HAS
Dislipidemia
Idade
Cigarro – totalmente evitável
A aterosclerose é uma placa de gordura, cálcio e plaquetas. Por isso, cuidar em dar cálcio para todas as mulheresmenopausadas.
[pic]

[pic]

OBS: Pressão sistólica ( coração em contração
Pressão diastólica ( coração em dilatação
( Atualmente, valorizamos se tanto a pressão sistólica como a diastólica estão aumentadas.

HAS além dos números do esfigmomanômetro


É uma síndrome!


Embora a medida da pressão arterial seja crítica, há outros fatores envolvidos como hipercolesterolemia,hipertrofia ventricular esquerda, resistência à insulina e disfunção vascular.


Em comum há disfunção endotelial.


Balanço entre a angiotensina II e óxido nitrico na célula endotelial é fundamental.

OBS: por ser uma síndrome, nem sempre se trata tão rapidamente, como em um PS.
( Fundo de olho: “ janela dos vasos do organismo”.
Se houver um edema de papila,caracteriza-se como uma hipertensão maligna.


Hipertensão arterial


É chamada de “assassino silencioso” porque não causa sintomas até que cause sérias lesões. É importante detectar hipertensão arterial antes que ela cause danos.



25% da população adulta é hipertensa


50% dos normotensos aos 55 anos de idade se tornarão hipertensos


Em média 40% dos hipertensos temhipertrofia ventricular esquerda


Eventos cardiovasculares em hipertensos são 5.



Eventos cardio-vasculares em hipertensos:


Morte súbita


ICC


IRC ( pode ocorrer quando há, por exemplo, uma hipertensão maligna.


ICO


AVC


Há relação direta do grau de hipertrofia com a freqüência de eventos


Classificação da Pressão arterial


|Categoria...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Hipertensão Arterial Sistêmica
  • HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTEMICA
  • Hipertensão arterial sistemica
  • Hipertensão arterial sistêmica:
  • Hipertensão arterial sistêmica
  • Hipertensão arterial sistêmica
  • A Hipertensão Arterial Sistêmica
  • Diretriz de Hipertensão Arterial Sistemica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!