Hannah arendt e a questão da quebra entre passado e o futuro através da memória

Páginas: 15 (3527 palavras) Publicado: 29 de setembro de 2012
Introdução

A constatação de Nietzsche sobre a quebra dos paradigmas que até então regiam a sociedade moderna culmina na máxima: "Deus está morto". Esta conclusão nos diz sobre a falta de esperança não só na crença da religião judaico-cristã e em seus valores morais e éticos mas também aponta para uma constatação, a saber, a morte de valores absolutos na sociedade.Essa insegurança nos valores da sociedade também é clara no titulo do livro "Entre o passado e o futuro" escrito por Hannah Arendt e na expressão de Walter Benjamin, "declínio da experiência".
Esta condição: estar entre o que passado e o futuro, é a figura paradoxal que expressa a falta de segurança devido a obscuridade do futuro e a esperança em um novo tempo. Essa linha tênue sobre o queconhecemos que impossibilitaria qualquer um de se relacionar seguramente com o passado ou o futuro restando assim a expectativa de um mar aberto dotado de inúmeras possibilidades de curso. Nietzsche termina assim o aforismo 343 do livro V de "A Gaia Ciência": "...o mar, nosso mar, está novamente aberto, e provavelmente nunca houve tanto mar aberto".
Dentro do contexto da época, a morte deDeus é um olhar de Nietzsche sobre a história, mostrando uma ruptura da teologia com o homem moderno que coloca a razão acima de todas as coisas. É interessante levar em conta que a crítica de Nietzsche não é a razão enquanto capacidade do homem, mas sim enquanto objeto de supremacia humana, isto é, como se a razão fosse a chave para todos os enigmas. Nesse sentido, a ciência moderna é tão dogmáticaquanto o cristianismo, na medida em que acredita que o mundo e os fenômenos carregam uma “verdade” inerente na qual o homem, debruçando-se através da razão, passa a descobrir.
O intuito desse trabalho, é expor dentro do contexo da quebra de paradigmas da filosofia contemporânea, e no pessimismo que regia o pensamento de autores dessa linha, usando como estudo de caso, a obra de HannahArendt, exposto nos livros "Entre passado e futuro" e "As Origens do Totalitarismo"










Hannah Arendt e a questão da quebra entre passado e o futuro através da memória

“Nossa herança nos foi deixada sem nenhum testamento[1]”
- René Char.

Trataremos aqui, de algumas questões presentes nas obrasda filósofa e jornalista alemã, Hannah Arendt. Em sua opinião, a frase do escritor René Char condensa bem o significado do que acontecera aos homens que lutaram na resistência contra a Alemanha nazista, na França. Esse processo, não é único na medida em que já haveria ocorrido em outras épocas, como por exemplo, no que será chamado pela autora de história das revoluções.
A autora consideraque tal fato baseia-se num “tesouro” que os homens receberiam a certo ponto de suas respectivas histórias e posteriormente, acabavam perdendo-o. Hannah Arendt exprime que se trata da “estória mais recôndita da idade moderna[2]”. Os homens que lutaram nas guerras e revoluções no intervalo de 1776 até 1956[3], teriam sido agraciados com um novo propósito que dotaria suas vidas de um significadointeiramente novo e diferente de tudo que eles já haviam vivido.
Logo, esse tesouro consistia em duas partes distintas, no exemplo da resistência francesa, tratava-se de por um lado, de encontrar a si mesmo e por outro, deixar de ser um cidadão desconfiado e resmungão que nada faz para mudar sua situação. A grande temática dessa metáfora trata-se justamente da questão da experiência por partedesses indivíduos de uma nova forma de liberdade, advinda do fato de terem tornado-se contestadores e assumido a iniciativa da criação de um espaço público onde tal liberdade poderia transparecer.
No entanto, com o término da guerra, esses homens foram novamente lançados de volta em suas vidas comuns. Hannah Arendt destaca a tristeza de uma vida particular centrada em si mesmo, ressaltando...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resenha: hannah, arendt. entre o passado e o futuro
  • Entre o Passado e o Futuro: Breve resenha sobre o pensamento político de Hannah Arendt
  • Entre o passado e o futuro, hannah adenth
  • A questão simbolica da família sob a perspectiva de Hannah Arendt
  • Redação Memória e história presente passado e futuro
  • Hannah Arendt
  • hannah arendt
  • Hannah Arendt

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!