Graduação

Páginas: 9 (2113 palavras) Publicado: 31 de dezembro de 2014

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE
CERES/DGEO/GEOGRAFIA (B)
MONOGRAFIA I

FICHAMENTO

Área do Conhecimento

Hidrografia

Tema ou Assunto

Açudes do Seridó
Referência bibliográfica
MOLLE, François. Marcos históricos e reflexões sobre a açudagem e seu aproveitamento. Recife: SUDENE, 1994. 193p. (Hidrologia, 30).
“A questão da água, na sua maior abrangência, tem sidoidentificada, por alguns, como o âmago da problemática em decorrência dos apavorantes dramas causados pelo flagelo das secas, os quais – segundo computam os historiadores – teriam acarretado desfalque de cerca de 2.5 milhões de vidas no três últimos séculos” (p.9)
“Feição marcante da paisagem, elemento vital da vida sertaneja, “o açude no Nordeste é como um tempo, - enfatiza Vinícius Berrêdo – se osmilagres da fé fizeram surgir, a cada canto, as igrejas nordestinas onde se abriga a devoção do sertanejo, por que descrer da multiplicação dos açudes, também baluartes contra as incertezas do futuro?”(p.10).
“[...] O açude constitui, para o nordestino daquelas ribeiras sertanejas assoladas pelas secas, um espelho d’água e de vida no meio da ressacada natureza; um espelho de esperança no seio daatordoante incerteza que acompanha a marcha das estações” (p.10).
“A história do açude no Nordeste é tão antiga como a história de sua colonização pelos portugueses. Na realidade, o próprio nome – açude – derivado da palavra árabe as-sadd (barragem) comprova origem ainda mais remota, se nos debruçarmos sobre a história do homem e de suas técnicas” (p.14).
“No Nordeste, a construção de açudes foisem dúvida técnica trazida pelos portugueses, os quais a aprenderam, provavelmente, dos muros que perlongaram mais de 5 séculos na península Ibérica” (p.14).
“Naquele tempo, as fontes d´água eram, principalmente, as lagoas naturais (ou remanescentes no leito dos rios)” (p.16).
“Os açudes sempre foram os meios empregados pelos sertanejos para neutralizar os efeitos das secas, desde os primeirostempos da colonização” (p.17).
“Em 1832, ou 1833, o conselho da província [do Ceará] propôs uma resolução que pelo poder legislativo foi convertida em lei, a qual concedida gratificação a quem fabricasse um açude de certas dimensões. [...] Mas, enfim, muitos açudes construíram-se no espaço de alguns anos. A verdade é que, desde 1845, com o escarmento da seca desse ano, o número de açudes cresceu”(p.19).
“Referindo-se à Região do Seridó (RN) que representa um dos pólos de maior e mais antiga concentração de açudes, Eloi de Souza, em 1941, nos fala do ‘primeiro açude construído há muito mais de um século, o açude ‘Recreio’, por um dos Merêncios, pertencente a uma família de pretos muito conhecida na região, [o qual] foi tido como obra diabólica. A convicção dos sertanejos daquela época eraa de que constituía pecado mortal prender as águas que Deus fez para que corressem livres nos rios e riacho e Livres entrassem no mar. Esse vozeiro se fez de tal forma maldição, que esse pobre Merêncio, Manuel ou Francisco, impressionado pelo clamor público, apareceu certa manhã enforcado” (p.20).
“Oswaldo Lamartine de Faria, referindo-se também ao ‘mais antigo açude do município (de Caicó), odo Recreio, antigo Mabanga’, cita uma informação oral segundo a qual este açude teria sido construído em 1842” (p.20).
“No Rio Grande do Norte e na Paraíba, Cujas desgraças em ocasião das secas eram também minoradas por meio de esmolas em haveres e dinheiro, enviados, a começar de 1825 [após a seca de 1824], pelo Governo Imperial, passou este a empregar, desde 1844, recursos parciais na construçãode açudes e estradas de rodagem, esta visto que sem o menor critério” (p.21).
“A grande seca de 1877-79, durante a qual teriam morrido mais de 500.000 pessoas na Província do Ceará e vizinhanças, ou seja, a metade da população, foi a causa de um doloroso despertar após 30 anos de chuças relativamente regulares e, como é sabido, constituiu um marco importante na história da açudagem pública,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Graduacao
  • graduação
  • graduação
  • Graduação
  • Graduação
  • graduação
  • graduação
  • graduação

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!