Governo provisório e constitucional e o estado novo

Páginas: 8 (1757 palavras) Publicado: 28 de setembro de 2011
Governo Provisório e Constitucional e o Estado Novo
GOVERNO PROVISÓRIO (1930 / 1934)
O Governo Provisório reorganizou a vida política do país, com o claro objetivo de acomodar a situação diante das oligarquias que haviam apoiado a aliança e com os cafeicultores, evitando, portanto, maiores atritos. Por outro lado, vários dos tenentes foram nomeados interventores para os Estados, sendo quealguns como Juarez Távora, indicava os titulares para o Nordeste.
Os movimentos operários explodiram no Rio de Janeiro e em São Paulo, fruto das dificuldades causadas pela crise de 1929. O Governo temendo a aproximação do Partido Comunista, com esses grupos, procurou antecipar-se, instalando o Ministério do Trabalho, com o objetivo de enquadrar as reivindicações e pronunciamentos do proletariadourbano nos limites do campo político controlado pelos setores dirigentes.
As principais transformações se faziam voltadas para a burguesia industrial e financeira, porém a burguesia rural participava, sendo que, a iniciativa estatal não só continuou a considerar os produtores de café, como também lhes proporcionou meios para se adaptarem à nova realidade.
Outro aspecto a se destacar é quanto aossindicatos, alvo preferencial do governo Vargas neste primeiro momento. Objetivando exercer um controle mais específico sobre o incipiente proletariado urbano, Getúlio promoverá a instalação do Ministério do Trabalho, Indústria e Comércio, seguido pelo Decreto que determinava a sindicalização das classes patronais e operárias, visando uma maior rigidez por parte do Estado sobre a relaçãocapital-trabalho.
Quanto ao café, o Governo adotou uma política de defesa do preço do produto, através da destruição de estoques acumulados que se prolongou até 1939.
Ao mesmo tempo, a crise que atingiu o mundo possibilitou a substituição das importaçóes, transferindo os investimentos do café para o setor industrial.
O movimento de 1930 colocou no país uma política administrativa centralizadora, nomeandointerventores para os estados e municípios, buscando enfraquecer a política das oligarquias e facilitar a nova política industrial que se inaugurava.
A bem da verdade, os setores que controlavam o poder, não apresentavam nenhuma unidade política e, portanto, pressionaram o governo desde cedo no sentido da realização de eleições, contando para isto com o apoio das oligarquias, que buscavam retomar aantiga posição privilegiada.
O Movimento Constitucionalista de São Paulo de 1932
O fechamento do Congresso após a Revolução e a importância da representação de São Paulo no Congresso Nacional, até 1930, explica, em parte, o chamado Movimento Constitucionalista de 1932.
Com a Revolução, a ascensão de jovens oficiais a altos postos nos estados desagradou as oligarquias regionais. Na verdade, amaioria dos chamados "Tenentes" pretendiam uma política de combate ao latifúndio, nacionalização dos bancos estrangeiros e moralização das eleições, etc.
Os membros da burguesia agrária que participaram da Revolução eram contrários às grandes mudanças. Os choques entre os dois grupos ocorreram com mais intensidade e violência aonde os tenentes foram interventores; e São Paulo era o exemplo maior.Em São Paulo, os partidos representativos das oligarquias se uniram e realizaram a partir de julho de 1932, uma insurreição armada contra Vargas, exigindo um regime constitucional com a imediata criação de uma constituinte, caso contrário, ameaçavam os paulistas, poderia haver uma ruptura da unidade nacional e São Paulo realizar uma emancipação política. O Movimento de 32 tinha um caráterconstitucionalista e emancipacionista, pois visava, em última instância, restabelecer a hegemonia do setor agrário paulista retirado do poder pela Aliança Liberal em 1930. Apesar da vitória das forças militares legalistas, Vargas adotou medidas que satisfizeram os produtores de café, reduzindo em 50% as suas dívidas bancárias e convocando uma Assembléia Constituinte em 1933, que reuniu-se afim de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • resumo governo provisorio e constitucional
  • O Direito da Era Vargas: Do Governo Provisório ao Estado Novo (1930-1945)
  • Governo de Getúlio Vargas
  • GOVERNO DE VARGAS E A EDUCAÇÃO NO ESTADO NOVO
  • GOVERNO PROVISORIO
  • Governo Provisório
  • governo provisório
  • Governo Provisorio

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!