Globalização financeira, liberação cambial e vulnerabilidade externa da economia brasileria.

Páginas: 13 (3038 palavras) Publicado: 9 de setembro de 2011
Cap. 08

GLOBALIZAÇÃO FINANCEIRA, LIBERAÇÃO CAMBIAL E VULNERABILIDADE EXTERNA DA ECONOMIA BRASILERIA.
 
Reinaldo Gonçalves
 
 
O sistema financeiro internacional se caracteriza pela: globalização financeira;
Liberalização cambial (conversibilidade); vulnerabilidade externa (países em desenvolvimento).
            A Globalização Financeira seria a maior integração entre os sistemasfinanceiros nacionais (países em desenvolvimento + economias emergentes); acirramento da concorrência (bancos e instituições financeiras não-bancárias); avanço do processo de internacionalização da produção de  serviços financeiros;  (novos instrumentos financeiros, novas estratégias de diversificação dos investidores institucionais, instabilidade do SMI e do SFI após a ruptura de Bretton Woods).            Liberação cambial é o acesso ao mercado de divisas (conversibilidade):  livre ou limitado (tipo e altura das barreiras à entrada e saída); processo de formação de preço (determinação da taxa de câmbio): forças de mercado (livre flutuação) ou interferência governamental (câmbio fixo ou administrado). Temos alguns termos:
Lato sensu: acesso ao mercado de divisas no país (política cambial) eacesso ao mercado internacional de bens, serviços e fatores (política comercial, IED, etc).
Stricto sensu: compra e venda de ativos monetários (moeda estrangeira), ativos financeiros (títulos, ações, etc) denominados em moeda estrangeira e ativos reais. Acesso ao mercado de divisas e movimento internacional de capitais; determinação da taxa de câmbio não afeta necessariamente o acesso ao mercado:centralização de câmbio, racionamento, lista de espera, tributação, etc. Em resumo é quando há livre entrada e saída do mercado de divisas e conversibilidade inclui: comércio de bens e serviços, remuneração de fatores de produção, compra e venda de ativos monetários, financeiros e reais denominados em moeda estrangeira.
      E a vulnerabilidade externa (países em desenvolvimento) é a baixacapacidade de resistência a pressões, fatores desestabilizadores e choques externos; Custo do ajuste externo. Em dimensões teríamos: financeira; comercial; tecnológica; produtivo-real.
            Soberania nacional
 é a probabilidade do governo de um determinado país realizar sua própria vontade, independentemente da posição e atuação de gentes econômico-políticos residentes em outros países            Temos alguns  determinantes  quanto há empréstimos e financiamentos no Brasil; como, liberalização na regulação; ganhos nas bolsas de valores; diferencial de taxas de juro.
           Na liberação cambial tivemos algum marcos dos processos: criação do segmento de taxas flutuantes (dez. 1988): viagens, educação, saúde, cartão de crédito, transf. Unilaterais; Sistema de câmbio dual (mar,1990): câmbio livre e flutuante; Melhores condições operacionais para bancos no mercado cambial (câmbio flutuante) (fev. 1989); ampliação dos limites de posição comprada e vendida dos bancos; CC5 (nova regulamentação jul. e out. 1992): não-residentes abrem contas com livre movimentação (compra e venda de divisas); Maiores facilidades administrativas para remessas (1991-92); redução do imposto pagosobre remessas de lucros e dividendos (de 25% para 15%); revogação da proibição de pagamento de royalties e assistência técnica entre matriz e filial; criação dos Fundos de Investimento no Exterior (set. 1994); expansão do lançamento de títulos denominados em moeda estrangeira por empresas brasileiras; expansão da entrada de investidores estrangeiros no mercado de captais brasileiro (maior 1991).
Osbenefícios da liberalização financeira foram: oportunidades para o desenvolvimento do sistema financeiro nacional: economias de escala, estímulo à concorrência, produtividade; Fonte alternativa de financiamento: escassez de crédito interno e custos elevados.
            Em resumo o Brasil realizou um amplo e significativo processo de liberalização cambial-financeira desde 1989 onde o...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A globalização financeira- sociologia/economia
  • Capítulo 5 – Financiamento e Vulnerabilidade Externa da Economia Brasileira
  • A globalização produtiva e a globalização financeira no processo de mundialização da...
  • vulnerabilidade externa
  • economia cambial
  • economia externa
  • Brasil e a globalização: integração e vulnerabilidade.
  • Globalização financeira

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!