gfaga

Páginas: 10 (2337 palavras) Publicado: 22 de outubro de 2013
‘Esconder o racismo não o faz ir embora’, diz ex-pantera negra
A ex-pantera negra Ericka Huggins relembra a luta contra o racismo nos EUA durante os anos 1960 e 1970 e diz que ainda há muito que avançar: ‘me recuso a desistir’
Por Daniele Silveira, Guilherme Zocchio, José Coutinho Jr. e Viviane Araújo | Categoria(s): Notícias, Reportagens

“O governo queria que esperássemos, mas éramosjovens e impacientes. Esperamos centenas de anos após o fim da escravidão.” Assim Ericka Huggins, professora universitária e socióloga, hoje com 64 anos, definiu sua militância quando era jovem no Partido dos Panteras Negras (em inglês, BPP – Black Panther Party), nos Estados Unidos. Ericka esteve recentemente no Brasil, onde visitou diversas universidades e escolas para relatar sua história devida e trajetória no movimento negro estadunidense nos anos 1960 e 1970.

Aos 15 anos presenciou o histórico discurso de Martin Luther King em defesa dos direitos civis dos negros, episódio que influenciou sua decisão de entrar na luta política. Três anos mais tarde, em 1967, entrou para o BPP, que existia havia um ano. Lá, conheceu John Huggins, que se tornaria seu marido e companheiro.

Nãoesquece de colocar uma legenda, fera (Foto: Guilherme Zocchio)
“Agora eu olho para trás e vejo que tudo o que nós fizemos deixou um marco”, afirma Ericka Huggins (Foto: Guilherme Zocchio)

O BPP era formado majoritariamente por jovens: a média de idade de seus integrantes era 19 anos. Seu propósito era libertar pessoas pobres e oprimidas. Apesar de ser retratado na mídia como um grupo violento,o partido realizou diversas ações que beneficiaram as pessoas mais carentes, como café da manhã gratuito para crianças, criação de clínicas de saúde, doações de roupas e sapatos e uma escola comunitária na cidade de Oakland, além do trabalho político com as comunidades.

Cartaz da época ilustra o lema do Partido dos Panteras Negras: "Todo o poder ao povo" (Imagem: Emory Douglas)
Cartazilustra o lema dos Panteras Negras: “Todo o poder ao povo” (Imagem: Emory Douglas)

Por realizar ações que desafiavam a ordem política vigente nos Estados Unidos, o BPP se tornou rapidamente uma das maiores ameaças para o Estado, que, especialmente por meio das forças policiais e do sistema judiciário, fez de tudo para erradicá-lo. Em 1973, 28 panteras já haviam sido assassinados, incluindo o maridode Ericka, que morreu um mês após o nascimento da filha dos dois.

Ela o enterrou em New Haven, cidade natal dele, e lá fundou uma filial do BPP. Pouco tempo depois foi presa, acusada de conspiração. Após dois anos na prisão, conseguiu ser solta e, até 1981, atuou no partido e na escola comunitária de Oakland.

Nesta entrevista exclusiva, concedida durante a passagem dela pela Escola NacionalFlorestan Fernandes, ligada ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Ericka analisa as formas como o racismo se manifesta na sociedade, tanto nos Estados Unidos como no Brasil, e afirma: as ideias racistas são um hábito, calcadas em um sistema econômico baseado na desigualdade.

A primeira coisa que pensamos em perguntar é: o que é ser uma pantera negra?

Bem, isso foi há 40anos.

Sim. Mas como você disse, ainda é uma pantera negra no coração.

Então, como foi antes, ou como é agora?

Os dois.

Naquela época foi desafiador, difícil. Achávamos que o que estávamos fazendo não era suficiente, que não faria uma diferença importante, porque nosso trabalho era tão grande e tão difícil. E agora eu olho para trás e vejo que tudo o que nós fizemos deixou um marco e fezalguma diferença para as gerações daquela época e de agora.

Os Panteras Negras atuavam diretamente com a sua base. Como vocês faziam para trabalhar com as pessoas?

Nós viemos dessas pessoas, por isso sabíamos como trabalhar com elas e fazer a pergunta certa a fim de ajudá-las.

Ex-pantera negra na foto. Faz uma legenda (Foto: Guilherme Zocchio)
“Racismo é um sistema de vantagens, de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!