Gestão de conflitos interpessoais

Páginas: 22 (5281 palavras) Publicado: 17 de maio de 2012
Encontro As Novas Tecnologias e a Educação- Instituto Politécnico de Bragança
25 e 26 de Maio de 2000

A Escola Perante os Desafios da Sociedade da Informação
Manuel Meirinhos

1 – O Homem perante as tecnologias
Para McLuhan, qualquer tecnologia é uma extensão de nós
próprios, dos nossos próprios sentidos. Assim, o automóvel, é
uma extensão das nossas pernas, o telefone, uma extensão danossa voz, o computador, uma extensão do nosso sistema
nervoso central, uma prótese cerebral.
Enquanto extensões de nós próprios, qualquer tecnologia,
exterioriza, amplifica e modifica muitas funções cognitivas. O
A relação do ser humano computador amplifica a nossa capacidade intelectual. As
com a tecnologia é
mudanças cognitivas, podem não ser rápidas e demorar
complexa. (...) Aobastante tempo a perceber-se. Demorou-se muito tempo a
contrário dos animais o
perceber que a escrita e a imprensa influenciaram o
ser humano transforma o
seu ambiente, adaptando- desenvolvimento da racionalidade no ocidente, e do
o às suas necessidades, às predomínio do hemisfério esquerdo do cérebro sobre o
direito1.
reais e às socialmente
Com a utilização das novas tecnologias da informação einduzidas, mas termina
transforma-se a si próprio comunicação (TIC), já não existe o predomínio da escrita, mas
e à sociedade. Neste
começa a ser preponderante a comunicação visual. Começa a
sentido podemos dizer
haver predominância do hemisfério direito do cérebro, o que
que somos o produto das consequentemente terá efeitos na cognição humana.
nossas próprias criações. Segundo aabordagem sociocultural, os processos cognitivos
Adell (1997)
superiores do homem são possíveis devido à interacção
constante que as nossas “ferramentas” exercem com o
ambiente. Os processos cognitivos, implicam a existência de
“ferramentas” mediadoras para pensar. O desenvolvimento da
mente depende dos instrumentos culturais que utilizamos,
assim, a linguagem e os sucessivos sistemas dealfabetização
tem configurado o nosso intelecto.
Utilizamos as tecnologias para amplificar os nossos sentidos e
capacidades. A sua influência é tal, que altera o que sabemos,
a forma como pensamos, a forma como vemos o mundo e
como nos relacionamos e actuamos. Aquilo que sabemos
depende das tecnologias que utilizamos. À medida que as
utilizamos em determinados contextos sócio-culturais, vamosapropriando-nos delas, internalizando-as, vão fazendo parte de
nós, como uma segunda natureza, ao ponto de se tornarem
1

- Segundo bastantes autores, nomeadamente Ferrés (1994), o homem que lê é um homem dedutivo,
racional, analítico, rigoroso e preciso. Com a utilização da linguagem visual, está a surgir um novo tipo de
inteligência. O predomínio do hemisfério direito gera um homem que compreendesobretudo de modo
sensitivo. Conhece através de sensações. Reage ante os estímulos dos sentidos, e não mediante argumentos
da razão. O adulto crescido na cultura escrita, somente compreende abstraindo-se. O jovem da “Civilização
da imagem” somente compreende sentindo.

1

Encontro As Novas Tecnologias e a Educação- Instituto Politécnico de Bragança
25 e 26 de Maio de 2000

invisíveis enão nos apercebemos delas. Reparemos no caso
simples do relógio, que alterou a concepção de tempo:
comanda toda a nossa vida e a sociedade, mas só nos
apercebemos que existe quando falha!
As novas tecnologias, nomeadamente o computador, as redes
de comunicação e linguagens multimedia, nascidas em
contextos sócio-históricos determinados, são ainda
tecnologias visíveis para a maioria daspessoas. Mas à medida
que forem sendo incorporadas, vão alterando as tarefas que
realizamos, a forma como pensamos e a forma como vamos
viver na sociedade da informação.

2 – A sociedade da informação
O singular da nossa
época é a velocidade
com que sucedem as
mudanças.

O que é a sociedade da informação? Como a podemos definir?
Segundo o relatório “Construir a Sociedade Europeia da...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Conflitos interpessoais
  • Conflitos interpessoais
  • Conflitos interpessoais
  • Conflitos nas relações interpessoais
  • A competência gerencial nos conflitos interpessoais
  • GESTÃO INTERPESSOAL
  • Conflito Interpessoal nas Equipes
  • Conflitos e relações interpessoais nas organizações

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!