Gametogenese

Páginas: 8 (1879 palavras) Publicado: 5 de junho de 2013
FACULDADE OBJETIVO DE PALMAS-FAPAL

CURSO DE ENFERMAGEM

TURMA Q-57-1 PERÍODO



PROJETO “AMAMENTANDO SEM BARREIRAS” NA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE NOVO HORIZONTE – PALMAS TO







.

PALMAS                                                           
2013










Aprovada em: ___/___/____

BANCA EXAMINADORA

Profª ELENICE


1º. Examinador

2º. ExaminadorSUMÁRIO

1 IDENTIFICAÇÃO DO PLANO DE AÇÃO 05
1.1 Título 05
1.2 Equipe executora 05
1.3 Parcerias institucionais 05
2 APRESENTAÇÃO 05
3 JUSTIFICATIVA 07
4 OBJETIVOS 08
4.1 Objetivo Geral 08
4.2 Objetivos Específicos 08
5 METAS 08
6 METODOLOGIA 08
7 COMPETÊNCIAS 09
8 SISTEMA DE CONTROLE E AVALIAÇÃO 10
9 CRONOGRAMA 10
10 IMPACTOS GERADOS 10
11 PREVISÃO ORÇAMENTÁRIA / FINANCIAMENTO 10REFERÊNCIAS 11
  1. IDENTIFICAÇÃO DO PLANO DE AÇÃO

1.1. TÍTULO
Projeto Amamentando sem barreiras na Unidade Básica de Saúde novo horizonte

      2.2.   EQUIPE EXECUTORA
  * Karina Araujo
  * João silva
  * Joselania Liberalino
  * Pollyana
  * Marilia
  * Darlene
 

1.3. PARCERIA INSTITUCIONAL
  * Secretaria Municipal de Saúde do Município de Palmas -TO

2. APRESENTAÇÃO

         A Organização Mundial de Saúde (OMS) preconiza o aleitamento materno exclusivo até os seis meses de idade e, posteriormente, tem o objetivo de suprir necessidades nutricionais. Os lactentes devem começar a receber alimentação complementar adequada, mas continuar com o leite materno até os dois anos, uma vez que é econômico e auxilia no combate à desnutrição e à mortalidade infantil porenfermidades comuns da infância, como diarreia e pneumonia (Ministério da Saúde 2006).
            O leite materno é citado por diversos autores na literatura consultada como o alimento ideal para o recém-nascido sob todos os aspectos, beneficiando, física e emocionalmente, tanto as mães quanto os lactentes Em função de o aleitamento materno atender às necessidades fisiológicas nutricionais epsicossociais de todos os lactentes, o mesmo deve ser estimulado sempre que possível. Para tanto, a consciência da importância desse método de alimentação pelos profissionais da área da saúde torna-se fundamental, bem como o conhecimento dos obstáculos à amamentação bem-sucedida, para que as mães possam ser orientadas e prevenidas sobre os mesmos, superando-os. As intercorrências na amamentação ocorrem,aproximadamente, na primeira semana pós-parto. Tanto enfermidades da mãe como do próprio recém-nascido podem consistir em fatores que dificultam a amamentação, acarretando o desmame precoce (LANA 2009).
            Um dos grandes benefícios da amamentação é a conveniência, porque durante esses seis meses de vida do bebê ele não precisa mais de absolutamente nada. Ou
seja, a mamãe não terá nadapara lavar, esterilizar, preparar e carregar. É só dar o peito, que a natureza entrega o alimento prontinho. A amamentação também fortalece o vínculo mãe/filho, fazendo com que desenvolvam uma relação de amor e confiança. A criança, por sua vez, torna-se mais tranquila e mais segura. E esse vínculo entre mãe e filho facilita o desenvolvimento da criança e seu relacionamento com outras pessoas. O atode sucção do bebê aliviará a mãe do desconforto dos seios cheios e pesados, e promove no organismo da mãe a secreção de um hormônio chamado prolactina que é responsável pela produção de leite e, também, pela inibição da ovulação, o que pode até servir como um método anticoncepcional, retardando o risco de uma nova gravidez. A amamentação reduz riscos de câncer de mama, ovário e útero e protege amulher contra osteoporose. A amamentação traz benefícios psicológicos, já que fortalece o vínculo mãe/filho, proporcionando sensações prazerosas para ambos, devido ao contato físico, ao carinho e o gradativo reconhecimento pelo bebê da voz da mãe. A criança que é amamentada recebe uma alimentação natural e completa, com benefícios importantes que o leite materno oferece, já que é adequado em...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • gametogenese
  • Gametogenese
  • Gametogênese
  • Gametogênese
  • Gametogenese
  • gametogenese
  • Gametogenese
  • gametogenese

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!