Gêneros orais e escritos na escola

Páginas: 16 (3904 palavras) Publicado: 23 de outubro de 2013
OS GÊNEROS DO DISCURSO E A ESCOLA
1 - Gêneros e tipos de discurso: considerações psicológicas e ontogenéticas - Bernard Schneuwly
Neste texto o autor explicita sua concepção de gênero como instrumento, e por se tratar de uma concepção filosófica, busca fundamentação em Vygotski, conceituando gênero como sendo um instrumento psicológico, mediador do processo de aprendizagem da criança naleitura e na escrita possibilitando, assim, novos conhecimentos e novas ações. Assim, o autor discute os aspectos psicológicos da aprendizagem, ou seja, a forma como pessoas aprendem, e seus aspectos ontogenéticos, o desenvolvimento da capacidade de um indivíduo de adquirir conhecimentos desde a concepção até a idade adulta. Em síntese, seria obter respostas às seguintes questões: o que aprendemosnas trocas com outros indivíduos, nas relações sociais, pode interferir em nosso desenvolvimento? Ou o desenvolvimento das pessoas é um fato biológico, independente das relações sociais? Se for um fato biológico, algumas pessoas são mais dotadas do que outras, já nascem com uma capacidade inicial que outras não possuem? Se forem, podemos concluir que algumas pessoas nascem com "dom" para certasaprendizagens e outras não? Essa reflexão sobre aprendizagem x desenvolvimento, que ocorre naturalmente, se aplica à capacidade de aprender dos indivíduos em qualquer disciplina e em relação à aprendizagem da escrita suscita questões como: a) O que se aprende socialmente interfere no desenvolvimento cognitivo? b) Aprender gêneros textuais amplia nossas capacidades de linguagem?
O que égênero? Gênero e instrumento.
O autor fundamenta-se também em Bakhtin, para quem os gêneros são tipos relativamente estáveis de enunciados elaborados em cada esfera de troca social (Interacionismo social). Os gêneros são caracterizados por três elementos: conteúdo temático, estilo e construção composicional. A escolha de um gênero se determina pela esfera social, as necessidades da temática, oconjunto dos participantes e ia vontade enunciativa ou intenção do locutor.
Segundo Schneuwl, mesmo sendo flexíveis, os gêneros três elementos parecem centrais: 1) A escolha do gênero decorre de uma situação definida por alguns elementos: finalidade, destinatários, conteúdo: o que eu quero dizer, para quem vou dizer, como vou dizer, onde vou dizer; 2) Essa base chega à escolha de um gênero dentrevários possíveis, no interior de uma esfera, num lugar social definido. Por exemplo, se vai falar com a família, usa, em geral, gêneros familiares; se está numa situação profissional, usa gêneros próprios de sua área de atuação. Cada área profissional tem seus gêneros próprios, seu modo particular de dizer coisas, sua linguagem própria.
3) Mesmo sendo ―mutáveis, flexíveis‖, isto é, mesmo tendo certaestabilidade, os gêneros definem o que pode ser dito, ou, ao contrário, o que deve ser dito também pode definir a escolha de um gênero. Os gêneros, então, têm uma base fixa que depende da situação de comunicação em que são usados e que nos permitem reconhecê-los e escolhê-los. Ao encontrar alguém, sabemos que é preciso fazer os cumprimentos de praxe, porém em cada encontro há aspectos novos nogênero usado para a comunicação que são incorporados.
Assim o autor configura sua tese: existe uma relação dialógica entre gênero e contexto. Os gêneros de discurso são objetos que usamos para nos comunicar, instrumentos de comunicação socialmente elaborados ou, dizendo de outra maneira, instrumentos da comunicação entre as pessoas.
Gêneros e o desenvolvimento da linguagem
O desenvolvimentose dá por continuidade e por ruptura: Gêneros primários e secundários.
Aproximando essa visão à concepção de gênero de Bakhtin, (o autor formula suas hipóteses utilizando os conceitos bakhtinianos de gênero: primário - aquele que é apreendido espontaneamente, e secundário - aquele mais complexo, mais elaborado, que precisa de sistematização para ser apreendido).
Prossegue refletindo...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Gêneros textuais orais e escritos Unidade 2
  • Atividade 6 UAM Generos textuais orais e escritos
  • Uso dos gêneros escritos e orais
  • Resumo SCHNEUWKY, Bernard; DOLZ, Joaquim. Sequências Didáticas para o oral e a escrita: apresentação de um...
  • Gêneros Orais
  • O ENSINO DA LÍNGUA PORTUGUESA: O TEXTO E A PRODUÇÃO DE TEXTOS ORAIS E ESCRITOS NA ESCOLA
  • Textos orais e textos escritos
  • o texto escrito e o texto oral

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!