Funes,o memorioso

Páginas: 2 (285 palavras) Publicado: 2 de novembro de 2011
FUNES, “O MEMORIOSO ”
JORGE LUIS BORGES
O conto, “ FUNES , O MEMORIOSO” , de Jorge Luis Borges , nos mostra a história de Irineo Funes , um jovem de 19 anos , que devidoa um grave acidente (queda de um cavalo), torna-se paralitico .Sem esperança de voltar a andar , sofreu também uma perda momentânea de memória , porém ao recobra-la, ela seencontrava extremamente rica e nítida .
Com uma grande capacidade de memorização, aprendeu sem esforço o inglês, o francês, o latim e o português .Contudo Funes, era dotipo que não se dava bem com ninguém , sabia da hora exata sem precisar do relógio. Dizia, “mais recordações tenho eu sozinho que as que tiveram todos os homens desde que omundo é mundo”. Nenhum detalhe escapava da implacável memória de Funes “Sabia as formas das nuvens austrais do amanhecer do trinta de abril de mil oitocentos e oitenta e doise podia compará-las na lembrança aos veios de um livro encadernando em couro que vira somente uma vez e às linhas da espuma que um remo levantou no rio Negro às vésperas dabatalha do Quebracho”. Sua memória não tinha limites .
O tempo para ele era uma realidade, vivia o passado de uma forma tão real quanto o presente .Tudo o que eleenxergava era imediatamente guardado ao mesmo tempo em que era projetado .Para ele viver era reviver lembranças.
O conto é concluído com a morte de Funes, em 1889 , causada por umacongestão pulmonar.
Tendo como elemento fundamental a “memória” no texto. Percebe-se que a memória é algo muito importante em nossas vidas .O ato de lembrar coisas jávividas se torna essencial , pois, com as lembranças buscamos profundamente aqueles momentos que nunca mais voltarão , mas que ficarão presentes para sempre em nossas memórias.
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O fantástico mundo de Funes, o memorioso
  • T17 Aula 10c Borges Funes O Memorioso
  • Aula 2 Funes

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!