Fundos de Presidência

Páginas: 16 (3823 palavras) Publicado: 25 de abril de 2014
Faculdades Metropolitanas Unidas










Tecnologia em Gestão Financeira




 Fundos de Previdência Pública e Privada


Projeto Integrado I

















São Paulo

2014







Faculdades Metropolitanas Unidas

Tecnologia em Gestão Financeira



 Fundos de Previdência Pública e Privada







GABRIELA FERNANDES DANTAS FONSÊCA RA- 6125621
MAYSA DE CARVALHO SILVA RA - 6125791


























São Paulo
2014
SUMÁRIO


INTRODUÇÃO Página 4

CAPITULO I:
Seguridade Social Página 5

Previdência Privada Página 6

CAPITULO II:
Fundos de Pensão e Previdência PrivadaPágina 9

METODOLOGIA Página 14

REFERENCIAS BIBLIOGRAFICAS Página 15













INTRODUÇÃO

A estabilização econômica embora seja um requisito indispensável à superação dos graves problemas sociais que têm afligido o país, não é de forma alguma condição suficiente para o crescimento sustentado. Sem este, o processo redistributivo iniciado com o fim dainflação terá alcance limitado, sendo incapaz de reverter o quadro atual, consolidado por anos de estagnação. A poupança externa pode aportar significativa contribuição ao crescimento da taxa de investimento da economia, existem limites ditados pelo balanço de pagamentos, pela forma de aplicação dos recursos e pelos desequilíbrios da economia brasileira.
Dessa forma, um dos principais fatores desustentabilidade do crescimento de uma economia é a geração de volume mínimo de poupança interna de forma continuada. Esta poupança viabiliza os investimentos que são canalizados ao setor produtivo por meio do sistema financeiro.
Nesse ponto, destacam-se investidores institucionais, agrupados em fundos mútuos de investimento, seguradoras e entidades fechadas de previdência privada (EFPP).
AS EFPP,conhecidas como fundos de pensão são instituições mantidas pela contribuição periódica dos seus associados e patrocinadores que, com o objetivo de valorizar seus patrimônios, aplicam suas reservas em vários ativos, respeitados também os limites legais estabelecidos pelo BC (cf. Resolução nº 2324/96).
No momento em que a economia brasileira necessita aumentar urgentemente a taxa de poupança doméstica,os fundos de pensão podem se transformar no maior instrumento de capitalização e de reorganização da poupança interna para os próximos anos.
Pelas grandes somas administradas por estas entidades e pelo perfil de longo prazo de seus compromissos, esses fundos possuem a grande vocação de participar do desenvolvimento das economias. Por suas próprias características, prestam-se ao financiamento deinvestimentos de longa duração, tão necessários à ampliação da base produtiva do país.
O objetivo deste texto é analisar o papel dos fundos de pensão como importantes instrumentos de financiamento da economia brasileira no desenvolvimento de sua base produtiva.
O que é Seguridade Social
A seguridade social é o conjunto de políticas e ações articuladas com o objetivo de amparar o indivíduo e/ouseu grupo familiar ante os eventos decorrentes de morte, doença, invalidez, idade, desemprego e incapacidade econômica em geral, segundo Oliveira et alii (1997). A seguridade social tem como componentes:
O seguro social, também conhecido como previdência social, constituído por um programa de pagamentos em dinheiro e/ou serviços prestados ao segurado e seus dependentes, como compensação da perdade capacidade de trabalho, geralmente mediante um vínculo contributivo, e com certa proporcionalidade entre benefícios e contribuições.
A saúde, entendida como o conjunto de políticas e ações de natureza médica, sanitária, nutricional, educacional e ambiental, que visa à cura dos agravos ao bem-estar físico e mental do indivíduo e de seus dependentes, bem como da comunidade em geral.
A...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • presidencia
  • presidencia
  • Presidência
  • presidencia
  • Fundos
  • Presidência da repeblica
  • fundo
  • fundo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!