Fundamentação da metafísica dos costumes e outros escritos

Páginas: 126 (31391 palavras) Publicado: 28 de abril de 2013
Fundamentação da Metafísica dos Costumes
Immanuel Kant
Tradução de Antônio Pinto de Carvalho
Companhia Editora Nacional
PREFÁCIO
A ANTIGA filosofia grega repartia-se em três ciências: a Física, a Ética e a Lógica.. Esta
divisão está inteiramente de acordo com a natureza das coisas, nem temos que
introduzir-lhe qualquer espécie de aperfeiçoamento, a não ser acrescentar o princípio em
queela se baseia, para que desse modo possamos, por um lado, possuir a certeza de ela
ser completa e, por outro lado, determinar com exatidão as subdivisões necessárias.
Todo conhecimento racional é ou material e refere-se a qualquer objeto, ou formal e
ocupa-se exclusivamente com a forma do entendimento e da razão, um e outro em si
mesmos considerados, e com as regras universais do pensamento emgeral, sem
distinção de objetos. A filosofia formal denomina-se LÓGICA, mas a filosofia material,
que trata de objetos determinados e das leis a que eles estão sujeitos, divide-se, por sua
vez, em duas, visto estas leis serem ou leis da natureza ou leis da liberdade. A ciência
das primeiras chama-se FÍSICA;a das segundas, ÉTICA. Aquela dá-se também o nome de
Filosofia da natureza ou Filosofianatural; a esta, o de Filosofia dos costumes.
A Lógica não pode comportar parte empírica, ouseja, parte na qual as leis universais e.
necessárias do pensamento estribem em princípios tomados da experiência; de
contrário, não seria lógica, isto é, cânone do entendimento e da razão, válido para todo
pensamento e capaz de ser demonstrado. Ao invés, tanto a Filosofia natural como a
Filosofiamoral podem, cada uma, possuir uma parte empírica, pois devem aplicar suas
leis, aquela à natureza como a objeto da experiência, e esta à vontade humana enquanto
afetada pela natureza: leis, no primeiro, caso, em conformidade com as quais tudo
acontece; leis, no segundo caso, de acordo com as quais tudo deve (388) acontecer,
tomando todavia em consideração as condições, mercê das quais muitasvezes não
acontece o que deveria acontecer.
Pode-se denominar empírica toda filosofia que se apóia em princípios da experiência; e
pura, a que deriva suas doutrinas exclusivamente de princípios a priori. Esta, quando
simplesmente formal, chama-se Lógica; mas, se for circunscrita a determinados objetos
do entendimento, recebe o nome de Metafísica.
Deste modo, surge a idéia de uma duplametafísica: uma Metafísica da natureza e uma
Metafísica dos costumes. A Física terá pois, além de sua parte empírica, uma parte
racional . Outro tanto sucede com a Ética; embora, aqui, a parte empírica possa
denominar-se particularmente Antropologia prática, e a parte racional receber o nome
de Moral.
Todas as indústrias, mesteres e artes lucraram com a divisão do trabalho. Devido a ela,
não é um sóque faz todas as coisas, mas cada qual se circunscreve àquela tarefa
peculiar que, por seu modo de execução, se distingue sensivelmente das demais, a fim
de poder cumpri-la com o máximo de perfeição e de facilidade possível. Onde os
trabalhos não são assim divididos e discriminados, e cada artista tem de realizar tudo
por si, as indústrias permanecem numa fase de grande barbárie. Ora seria, porcerto,
questão digna de ser examinada, perguntar se a filosofia pura não exige em todas as suaspartes uni especialista que se lhe dedique exclusivamente, e se, para o conjunto desta
indústria que é a ciência, não seria preferível que os que estão habituados a apresentar,
conforme ao gosto do público, o empírico imiscuído com o racional, combinado em
toda a sorte de proporções que elespróprios desconhecem, que a si próprios se
qualificam de autênticos pensadores ao mesmo tempo que apodam de visionários os que
se ocupam da parte puramente racional, se não seria preferível, digo, que esses tais
fossem advertidos a que não se incumbissem simultaneamente de duas tarefas que
devem ser desempenhadas de maneira inteiramente diferente, cada uma das quais
reclama sem dúvida talento...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Kant, fundamentação da metafísica dos costumes
  • Fundamentação da metafísica dos costumes
  • Fundamentação da metafísica dos costumes
  • Fundamentacao da metafisica dos costumes
  • Fundamentação da Metafísica dos Costumes
  • fundamentação da metafísica dos costumes immanuel kant
  • immanuel kant fundamentação da metafísica dos costumes
  • Immanuel kant, fundamentação da metafisica e seus costumes

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!