Fuckaholic

Páginas: 60 (14826 palavras) Publicado: 18 de novembro de 2013
jornal da

ufvjm

38

impresso especial
9912186432/2007-DR/MG

setembro/outubro/2012 - Ano IV

universidade federal dos vales do jequitinhonha e mucuri

UFVJM
correios

Curso de
Medicina já
é realidade na
UFVJM

Ensino //3
Universidade oferecerá um curso de qualidade com laboratórios devidamente adequados para a graduação em Medicina

///

O Ministério da Educaçãoautorizou a implantação de
cursos de Medicina nos campi da Universidade Federal dos Vales
do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), em Diamantina e Teófilo
Otoni. Os estudantes que sonham seguir carreira em Medicina
passam a contar com seis novas possibilidades de curso em
Minas Gerais, o que significa um total de 460 novas vagas na
área. As graduações foram autorizadas no mês de junho pelo
ministroda Educação, Aloizio Mercadante.


A criação dos cursos de Medicina da UFVJM foi aprovada pelos Conselhos Superiores da Universidade e já foi
iniciado o processo para autorização de funcionamento, que
passa por diferentes órgãos do MEC e também pelo Conselho
Nacional de Saúde (CNS). Após aprovação pelos órgãos competentes, esperada para início de 2013, a Universidade abrirá
o primeiroprocesso seletivo para ingresso de estudantes nos
seus cursos de Medicina.

NOVO CAMPUS DA UFVJM RECEBE MARCO INICIAL

JANAÚBA RECEBE V semana envolver

ENSINO//3

extensão//4

Cursos
Estrelados
Cursos de graduação da
UFVJM recebem estrelas
na avaliação do Guia do
Estudante, edição GE
Profissões Vestibular
2013.

Equipe da UFVJM e o prefeito de Janaúba durante lançamento da pedrafundamental

Público assiste as apresentações artisticas da Semana Envolver

ENSINO//13

editorial

///

Ano Novo: novos prefeitos


Nas quatro cidades-sede da UFVJM teremos novos prefeitos, de novos partidos. O povo dessas cidades exerceu um dos
preceitos clássicos da democracia, que representa a alternância
do poder com a renovação dos governantes nos cargos executivos.
Do pontode vista da Universidade, a mudança do governante não
altera a expectativa da academia, seja no que se espera de uma
administração pública, seja nas relações entre o poder público municipal e essa administração.

A consolidação da Universidade para a maximização
de suas potencialidades demanda uma postura proativa do
poder público municipal no planejamento da cidade, portanto, o
planodiretor de qualquer município de pequeno ou médio porte
que tenha um campus de uma universidade federal deve levar
em consideração esse ente como um organismo vivo da cidade,
influente nas suas decisões, inquietante pela sua natureza e
virtuoso pelo que produz e promove. O poder público municipal
deve assumir também o papel de mediador e facilitador na estruturação da cidade de acordo com asdemandas da instituição. Por outro lado, deve o pessoal da comunidade acadêmica
ser exortado a manter uma postura igualmente proativa, protagonizando a crítica e ações no sentido da construção de uma
sociedade mais organizada, mais humana, que valoriza os seus
saberes sem preconceitos ou aversões ao inusitado e ao desenvolvimento científico e tecnológico.

O impacto positivo da Universidade e deseus cursos
no respectivo município desperta interesses políticos e, por isso,
mais uma vez a implantação dos cursos de medicina da UFVJM
nas cidades de Diamantina e de Teófilo Otoni foi utilizada por
candidatos como sendo realização própria, o que pode ser considerado como discurso algo diversionista, senão como incursões no
universo onírico. Nesse particular, deve ser reiterado que, emúltima análise, a criação dos cursos de medicina da UFVJM partiu da
iniciativa da Presidenta Dilma de interiorizar, no contexto de uma
melhor distribuição geográfica no território brasileiro, o ensino superior de medicina no âmbito das universidades federais, visto que
tais cursos foram aprovados, de fato, através dos resultados de
levantamentos pertinentes para atender a interiorização...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!