Frequência absoluta e relativa

Páginas: 15 (3553 palavras) Publicado: 19 de novembro de 2013
Frequência Absoluta e Relativa
Expressando os resultados das medidas de frequência
freqüência absoluta;
freqüência relativa.
Freqüência Absoluta
representa a forma mais simples de expressar um resultado;
bastante utilizada pela imprensa leiga.
ex.: em Porto Alegre foram registrados 5 casos de tuberculose durante o ano de 1996.
limitação: não permite um maior conhecimento da situação;exemplos de freqüência absoluta:
- comparações regionais; e
- séries temporais.
Comparações Regionais: o caso da epidemia de cólera no Brasil entre 1855-1867
“tendo invadido a Europa mais uma vez, quis o nosso mau fado que, em 1855, nos chegasse a cólera: atacou o Pará, depois a Bahia (em 55-56, 36.000 vítimas), o Rio, finalmente; destes pontos irradiou, ao norte para o Amazonas eMaranhão (13.000 óbitos); ao centro para Alagoas (19.000 vítimas) (...)” (sanitarista Afrânio Peixoto na sua obra “Clima e Saúde”).
Séries temporais: óbitos por febre amarela no Rio de Janeiro:
Número de óbitos por febre amarela, no Rio de Janeiro, no período de 1890-1895.
Freqüência Relativa
os valores absolutos são expressos em relação a outros valores absolutos que guardem entre si umaforma de relação coerente (valores relativos a outros).
facilita comparações e a interpretação dos resultados;
Os resultados podem ser expressos de três maneiras:
na forma de “coeficiente” ou “taxa”;
na forma de “proporção”;
na forma de “razão”;
Exemplo dos óbitos por febre amarela no Rio de Janeiro:
taxa ou coeficiente: valores absolutos em relação à população residente: número de pessoasfalecidas por febre amarela no Rio de Janeiro entre as pessoas que residiam na cidade a cada ano.
proporção: em relação ao total de óbitos: expressão da proporção de óbitos por febre amarela em relação ao orbituário geral;
razão: em relação a um outro evento: a razão entre o número de óbitos por febre amarela e o número de óbitos por tuberculose, por exemplo.
Coeficiente ou Taxa
o número decasos é relacionado ao tamanho da população da qual eles procedem;
no numerador é colocado o número de casos detectados (de doença, incapacidade, óbito, etc);
no denominador é colocado o tamanho da população (ou seja, o número de pessoas expostas ao risco de sofrer o evento colocado no numerador).
Cálculo do Coeficiente ou Taxa


Escolha da Constante
pode ser qualquer múltiplo de 10 (10,100, 1000, 10.000, 100.000, etc.) que evite muitos decimais e que melhor expresse o resultado final;
ela facilita a expressão do resultado;
exemplos:
0,02 = 2% = 2 por 100.
0,005 = 5 por 1000.
População sob risco para cálculo de coeficientes/taxas
nem sempre é possível obter informações exatas sobre a população sob risco;
são utilizadas aproximações para poder calcular o coeficiente outaxa;
emprega-se, como aproximação, a população existente ou estimada para a metade do período, ou seja, a de 1º de julho de cada ano;
supõem-se que os eventos vitais ocorrem uniformemente durante o ano;
Exemplo de cálculo dos coeficientes/taxas
coeficiente de mortalidade infantil no ano de 2004 em PoA:
população: 19.529 nascidos vivos;
número de óbitos: 239




Índice
É usado em saúdecom 2 significados:
como um indicador multidimensional.
ex.: índice CPO-D;
como a expressão de um evento sob a forma de freqüência relativa, excetuados os coeficientes/taxas, ou seja, como proporção e como razão;
- com este sentido, o índice não mede risco e sim a relação entre eventos.
Observações:
a taxa informa quanto ao “risco” de ocorrência de um evento;
a noção de “risco” é abase da epidemiologia moderna: taxas assumem papel de destaque;
ex.: o risco de uma pessoa residente no RJ morrer por febre amarela nos anos considerados;
CONCEITOS IMPORTANTES EM EPIDEMIOLOGIA
CASO EM EPIDEMIOLOGIA
é a pessoa (ou animal) que tem uma doença, ou dano à saúde, ou a condição que estamos investigando.
EPIDEMIA
é a ocorrência, em uma determinada comunidade ou região, de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Frequência relativa e absoluta
  • Frequencia ABsoluta
  • geografia localização relativa e absoluta
  • umidade relativa e absoluta
  • IMPENHORABILIDADE ABSOLUTA E RELATIVA
  • Idade absoluta e relativa
  • Mais-valia absoluta e relativa
  • Mais-valia absoluta e relativa

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!