Formação do vínculo mãe-bebê em mães impossibilitadas de amamentar

Páginas: 15 (3523 palavras) Publicado: 1 de outubro de 2012
[pic]

FORMAÇÃO DO VÍNCULO MÃE-BEBÊ EM MÃES IMPOSSIBILITADAS DE AMAMENTAR

Fabiana Calixtro Maruchi1 ; Maiara Laufer1; Priscilla Joyce Vieira do Amaral1; Veronica Aparecida Pereira2

¹ Acadêmicas do Curso de Psicologia, Faculdade de Ciências Humanas - FCH - Universidade Federal da Grande Dourados – UFGD. email para contato:
2 Psicóloga, Docente do Curso de Psicologia, Faculdade deCiências Humanas - FCH - Universidade Federal da Grande Dourados – UFGD.

RESUMO
Muito tem-se divulgado os benefícios da amamentação para a saúde do bebê e o desenvolvimento da relação mãe-bebê. O aleitamento artificial, por sua vez, faz-se necessário quando as mães encontram-se impossibilitadas de amamentar, seja por problemas de saúde ou ambientais. Os sentimentos das mães que fazem uso do leiteartificial, na atualidade, são permeados de culpa e impotência, podendo prejudicar o desenvolvimento de uma relação saudável da díade. Neste contexto, o presente trabalho buscou caracterizar, a partir de uma população atendida em hospital universitário, variáveis que impossibilitam ou dificultam a prática do aleitamento natural. Essa caracterização foi discutida a partir da descrição de comportamentosfacilitadores do vínculo mãe bebê que devem estar presentes em todo processo de aleitamento, apontando que os bebês além da nutrição precisam estabelecer um vínculo com o cuidador. Os dados foram analisados a partir do censo de um hospital universitário com informações de 92 díades. Como variáveis dificultadores do aleitamento natural foram identificadas: 1) variáveis da mãe: doença infectocontagiosa e situação de cárcere; 2) variáveis do bebê: prematuridade, internação em UTI e fenda lábio palatina. As variáveis foram discutidas a luz da literatura, buscando-se desmistificar a culpa da mãe frente a impossibilidade de amamentar e descrevendo comportamentos importantes para o vínculo mãe-bebê tanto no aleitamento natural como artificial. Fatores históricos contribuíram para a reflexão dopapel social da mãe, suas atribuições e expectativas na atualidade. Os dados apontaram para a necessidade do desenvolvimento de políticas de incentivo ao aleitamento que respeitem a condição da mulher que não pode amamentar, além de políticas públicas que efetivem o direito da mulher presidiária em permanecer com o bebê durante o aleitamento materno.

Palavras-chave: impossibilidade deamamentar, vinculo mãe-bebê; aleitamento artificial


Introducao

Ao discorrer sobre a dimensão simbólica do aleitamento natural, Bosi e Machado (2005) alertaram para a questão da culpabilidade imposta à mãe que não amamenta, como se esta fosse a única responsável pelas consequências da prática do desmame. No entanto, a figura da mãe e a possibilidade de aleitamento responde a diferentescontextos históricos e culturais.
Na atualidade, o debate sobre a importância da amamentação é crescente, tanto do ponto de vista nutricional como do desenvolvimento de vínculo entre a mãe e o bebê. No entanto, autores como Bosi e Machado (2005) apontaram que as discussões acerca do aleitamento natural ou artificial seriam tão antigos quanto a história da civilização.
Nos séculos XVI a XVIIas autoras apontaram uma contradição do comportamento de mulheres inglesas saudáveis, que apesar de terem cerca de doze a vinte filhos evitavam amamentá-los para retardar o envelhecimento precoce, crença ainda recorrente em relação a estética das mamas, mesmo em mulheres com um número significativamente menor de filhos. Neste período, uma das alternativas seria o envio das crianças a ‘amas’ deleite. Estas, por sua vez, com o receio de passarem afeto a estas crianças, ou até mesmo pela impossibilidade de atender a uma grande demanda, ofertavam leite de vaca em chifres furados (primeiros modelos de mamadeira). Sem a devida esterilização e cuidado, este comportamento desencadeou elevado número de adoecimento e mortalidade infantil (BOSI; MACHADO, 2005).
Neste período no Brasil,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Vinculo mae bebe
  • Quando um filho nasce prematuro: Aspecto vinculo mae/bebê.
  • Relação mãe-bebe
  • cuidados com mae e bebe
  • A infância inicial: o bebê e sua mãe
  • OBSERVAÇÃO DA RELAÇÃO MÃE-BEBÊ
  • O grupo de apoio e sua função: uma “ação específica” ao aleitamento materno e ao vínculo mãe e bebê
  • A música na relação mãe

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!