Formação da cultura brasileira

Páginas: 11 (2623 palavras) Publicado: 24 de maio de 2011
“De pé ninguém é normal.”

Wagner Moura

SUMÁRIO

1.Introdução------------------------------------------------------------4

2. Carreira -------------------------------------------------------------8

3.Trabalhos notórios mais recentes------------------------------11

4. Explosão na mídia: Tropa deElite----------------------------11

5. Conclusão----------------------------------------------------------14

6. Ilustração-----------------------------------------------------------15

7. Pesquisa de Campo----------------------------------------------18

8. Entrevistas---------------------------------------------------------18

9 Documentação-----------------------------------------------------18

10. Bibliografia-------------------------------------------------------18

11. Fonte de consulta ----------------------------------------------18

1. INTRODUÇÃO

Wagner Maniçoba de Moura (Salvador, 27 de junho de 1976) é um ator brasileiro e jornalista formado pela Universidade Federal da Bahia.

[pic]

Figura 1. Caricatura feita por CarusoNasceu em Salvador, mas por ter sido criado em Rodelas, é afirmado precipitadamente em muitas fonte como natural dessa cidade do sertão baiano. A cidade era dotada de uma natureza expressiva o que criava uma infância muita ligada a natureza.

Sua família era composta por : José Moura, seu pai, militar, a mãe, Alderiva, e irmã mais nova Lediane. Com o pai militar a famia habituou-se amudar de cidade e até mesmo de estado, indo para o Rio de Janeiro certa vez.

Sua relação com o teatro iniciou-se no Teatro no Colégio Mendel no grupo formado pela professora Cristina Rodrigues, chamado Grupo Pasmem. Na Casa Via Magia passaria a estabelecer maior relação com a carreira que não tinha pretensão de seguir na época, tomando gosto pelo jornalismo, tendo se formado na profissão naUniversidade Federal da Bahia.

Investiu na carreira de ator quando seguiu com a peça A Máquina para o Rio de Janeiro junto com seus amigos Lázaro Ramos e Vladimir Brichta.

No cinema começou com os curtas Pop Killer, de Victor Mascarenhas, e Rádio Gogó, de José Araripe Jr. Seu primeiro longa foi Sabor da Paixão (Woman on Top), da venezuelana Fina Torres, no qual fazia uma pequenaparticipação.

Com a abertura do cinema brasileiro para novas caras foi possível marcar presença em várias fitas nacionais, tais como Abril Despedaçado, de Walter Salles; As Três Marias, de Aluízio Abranches; Deus é Brasileiro, de Cacá Diegues; Nina, de Heitor Dhalia; O Homem do Ano, de José Henrique Fonseca; O Caminho das Nuvens, de Vicente Amorim.

Em Recife filmava Deus é Brasileiro elia o livro de Dráuzio Varella quando ficou sabendo dos testes para o filme Carandiru. Pediu para o encarregado do making of lhe ajudar a gravar uma fita que seria enviada para a produção, a qual ficou muito escura, e só possibilitava ouvir o ator lendo trechos do livro. Tempos depois Hector Babenco o chamaria para testes, que o fariam integrar o elenco como o presidiário, traficante e viciado emdrogas Zico.

Partiu para a televisão a convite de Antônio Fagundes que o chamou para a retomada do seriado Carga Pesada, no qual fez Pedrinho, o filho de Bino (Stênio Garcia). Em seguida veio o seriado Sexo Frágil, peça que após virar quadro do Fantástico seguia a trilha para substituir Os Normais nas noites de sexta-feira. Com cerca de vinte episódios, dirigido por João Falcão, criadopor Luís Fernando Veríssimo e adaptado por Guel Arraes, teve apenas a primeira temporada lançada em DVD.

A peça Dilúvio em Tempos de Seca ficou em cartaz no Rio de Janeiro, São Paulo e terminou sua temporada no Festival de Teatro de Curitiba no teatro Guairão para um público de mais de 4000 pessoas nos dois dias em que se apresentou. Com seu término o ator ficaria voltado para a...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Contribuição africana na formação da cultura brasileira
  • Formação de fato da cultura nacional brasileira
  • Contribuição da cultura Afro na formação da cultura Brasileira
  • a influência cultura afro e cultura indígena na formação da cultura brasileira
  • RELIGIOSIDADE E CULTURA AFRO-BRASILEIRA NA FORMAÇÃO DA IDENTIDADE
  • Importancia do continente africano na formação da cultura brasileira
  • Influência indígena e africana para a formação da cultura brasileira
  • Influência indígena e africana para a formação da cultura brasileira

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!