Fontes históricas

Páginas: 6 (1384 palavras) Publicado: 23 de maio de 2011
Quando Lucien Febvre e Marc Bloch fundaram, em 1929, a revista “Annales d’ histoire économique et sociale”, tinham como objetivo tirar a história da rotina, do seu confinamento em barreiras estritamente disciplinares, vencer os preconceitos, os erros de concepção e de compreensão da história tradicional. Os Annales propuseram então direções inovadoras, voltando-se para o econômico e o social.Através do econômico almejavam promover um domínio quase completamente abandonado pela história tradicional. Já o social os seduzira por seu caráter vago que assim permitiria falar de tudo. Havia clara intenção de romper as divisas que separavam a história das ciências vizinhas, especialmente da sociologia, houve também uma grande aproximação com as ciências sociais.
Com os Annales nasce umaNova História, em grande parte como uma reação à história positivista do século XIX. Esta história que dizia respeito essencialmente à política, história “vista de cima”, a história dos “grandes homens” e dos “grandes acontecimentos”, uma história fatual e narrativa, de questionamento simplificado. História que, como apontou o historiador alemão Leopold Von Ranke em frase bastante conhecida,deveria apresentar os fatos “como eles realmente aconteceram”. Uma história baseada no documento escrito e oficial, tão sacralizado pelos positivistas.
Por sua vez, a nova história se interessou por toda a atividade humana, ela não se limita a simples narrativa, preocupa-se com a análise das estruturas e volta-se para a história do homem comum. Ela propõe uma variedade maior de questionamentos ereflexões, é uma história-problema. Ao se preocupar com uma maior variedade de ações humanas também se ocupa de uma maior variedade de evidências. A construção histórica não se restringiria mais apenas ao documento escrito. Como bem assinalou Marc Bloch: “A diversidade dos testemunhos históricos é quase infinita. Tudo que o homem diz ou escreve, tudo o que fabrica, tudo o que toca pode e deveinformar-nos sobre ele.” (BLOCH, 2001. p . 79-80.)
Para Jacques Le Goff a história vive uma revolução documental. Esta revolução é, ao mesmo tempo, quantitativa e qualitativa. O documento histórico deixou de ser apenas o registro político dos grandes homens e uma exclusividade dos povos com escrita. Ele tomou uma dimensão muito mais ampla, abrangendo a imagem, a literatura, a cultura, asmentalidades, o cotidiano, a cultura material, etc.

“A história nova ampliou o campo do documento histórico; ela substituiu a história de Langlois e Seignobos, fundada essencialmente nos textos, no documento escrito, por uma história baseada numa multiplicidade de documentos: escritos de todos os tipos, documentos figurados, produtos de escavações arqueológicas, documentos orais,etc.” (LE GOFF, 1993, p.28)

A partir da segunda metade do século XX, muitas pesquisas que tinham como fontes receitas culinárias, relicários, ex-votos, vestimentas, registro de imagens, além da literatura começaram a ter um grande avanço. Na década de 1970 ao lado da História da Imprensa e por meio desta, jornais, revistas e periódicos tornaram-se objeto da pesquisa histórica. As fontesaudiovisuais e musicais conquistaram um espaço cada vez maior na pesquisa histórica, apesar de desafiadoras pela ilusão de objetividade das mesmas. A partir dos anos 70, o cinema definitivamente juntou-se às fontes da nova história. O que se deve em grande parte ao pioneirismo do historiador francês Marc Ferro. A partir de sua obra os historiadores que trabalham com cinema definiram dois campos deabordagem: o filme como documento do presente em que foi produzido e o filme como uma representação do passado.
A História Oral se desenvolveu e ao mesmo tempo inovou a noção de fonte histórica por construir suas próprias fontes: as entrevistas, o registro oral feito como base na memória do entrevistado. O trabalho com a história oral revela-se uma metodologia interdisciplinar por...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • FONTES HISTÓRICAS
  • Fonte Histórica
  • Fontes históricas
  • fontes historicas
  • Fontes históricas
  • fontes históricas
  • Fonte Historica
  • as fontes históricas

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!