Fisiologia da dor no recém-nascido

Páginas: 9 (2017 palavras) Publicado: 26 de março de 2012
Fisiologia da dor

A dor é definida de acordo com a Associação Internacional para o Estudo da Dor (IASP) como: “uma experiência sensorial e emocional desagradável, que é associada ou descrita em termos de lesões teciduais”.
O fato de a dor ser um sinal de alerta para indicar a presença de diversas afecções clinicas, ela é atualmente considerada o quinto sinal vital, sendo tão importanteavaliar a dor em um cliente quanto aferir a pressão arterial (BRUNNER, 2006). Em um recém-nascido isso não é diferente, sendo que pelo caráter verbal da dor, torna-se mais difícil a sua identificação no neonato.
Diversos tipos de estímulos lesivos podem causar a dor, entre eles estão: o trauma dos tecidos; a isquemia (falta de fluxo sangüíneo); calor intenso; o frio intenso (em especial o congelamento)ou a irritação química dos tecidos. Enquanto o tecido está sendo lesado ele libera algumas substâncias de suas células, que irão estimular as terminações nervosas da dor (GUYTON, 1988).
Dentre os mecanismos e estruturas nervosas responsáveis pela transmissão da dor encontram-se os nociceptores. Os nociceptores são receptores sensíveis á um estimulo nocivo, são terminações nervosas livres na peleque respondem aos diversos tipos de estímulos lesivos (BRUNNER, 2006).
Os nociceptores respondem á estímulos mecânicos, térmicos e químicos de alta intensidade, esses neurônios altamente especializados transformam esses estímulos em atividade elétrica ou potencial de ação ocasionando a dor (TEIXEIRA, 1997).
Após ocorrer a nocicepção (transdução da dor), os potenciais de ação são transmitidospelo sistema nervoso periférico. De acordo com a explicação de Brunner (2006, p.235):

Os neurônios de primeira ordem fazem o trajeto desde a periferia (pele, córnea, órgãos viscerais) até a medula espinhal através do corno dorsal [...] as fibras mielizadas menores transmitem rapidamente a nocicepção, o que produz a dor rápida inicial. As fibras do tipo C são fibras maiores,não mielinizadas, que transmitem o que é chamado de segunda dor. O tipo e a concentração de fibras nervosas para transmitir a dor variam de acordo com o tipo de tecido.


Após o estimulo doloroso ser percebido pelo sistema nervoso central, ocorre a modulação, que vem á ser um mecanismo de supressão da dor. Do corno dorsal partem vias descendentes inibitórias para os neurônios nociceptivos quequando estimulados liberam substancias conhecidas como opioides endógenos, são ela a beta-endorfina, encefalina e dinorfina (TEIXEIRA, 1997).
A dor é discriminada de acordo com sua duração, localização e etiologia.
Existe a diferenciação básica entre dor aguda e dor crônica, levando em consideração a duração da dor.
A dor aguda é associada a uma lesão especifica, ela indica que ocorreu uma lesão oucomprometimento dos tecidos. É definida como um sintoma biológico de um estimulo nociceptivo aparente, como dano tecidual devido á uma doença ou trauma. A dor aguda tem por função alertar o individuo, geralmente desaparece com a resolução do processo patológico. Quando não ocorre a resolução do processo patológico que causa a dor aguda, a dor pode tornar-se crônica (ZIVIANI, 2003).
A dor crônicaé a dor constante ou intermitente que persiste alem do tempo esperado e que raramente pode ser atribuída a uma lesão ou causa especifica (BRUNNER,2006).
Atualmente a dor crônica é considerada como um processo de doença, devido a incapacitação que ela causa aos indivíduos. A dor crônica esta associada com a continuação do processo patológico ou pode persistir após a recuperação dessa doença.Geralmente não é bem localizada e tende a ser maciça, dolorida, continua ou recorrente (ZIVIANI, 2003).
Classificando a dor através da sua localização, temos um dado importante, pois quando o paciente é capaz de indicar o local da dor, torna-se mais fácil o tratamento da dor, o que não ocorre com o recém-nascido. Sendo assim a dor é classificada de acordo com sua localização, como dor pélvica, dor...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A dor em recem nascidos
  • Dor no recém-nascido
  • Dor em recem nascido
  • Fisiologia Digestiva do Recém-Nascido
  • avaliação da dor em recém nascido prematuro
  • avaliação da equipe de enfermagem sobre a dor no recem-nascido
  • Recem nascido
  • Recem nascido

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!