finanças públicas

Páginas: 5 (1120 palavras) Publicado: 5 de agosto de 2013
 
 
 
Redação
 
 
Orientações gerais
- Escrever um texto de, no máximo, até 3 páginas, fonte times 12, entrelinhas 1,5, margens 2,5 e 3 (incluindo referências e complementos), sobre um dos temas elencados.
). - Discutir o tema com base nas notícias de conjuntura econômica, veiculadas nos meios de comunicação, balizadas pela teoria macroeconômica pertinente (Não fugir do tema
- Atentarpara as normas correntes de uso bibliográfico e, sob qualquer hipótese, não fazer resumo ou cópia de autores. É uma produção do estudante sobre o tema escolhido - análise da conjuntura com base na teoria.
- Especificar as referências e fontes utilizadas.
- Sugestão de organização do texto: apresentação do tema e da ideia central; argumentos de sustentação da ideia; complementos: exemplos,contrapontos, críticas ou contra-argumentos; fechamento do tema.
Tema:
O texto em destaque é resultado de uma palestra do presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), Marcio Pochmann, na UFRJ, em 2011. Com base nos conhecimentos da unidade 1, discuta como a Macroeconomia dá suporte para o cenário descrito, ou seja, como o objeto central do discurso do autor - a crise econômica - éanalisada e compreendida por intermédio do instrumental macroeconômico, considerando seu histórico e importância.
Disponível a partir de:
segunda, 30 julho 2012, 19:50
Data de entrega:
segunda, 6 agosto 2012, 23:55

Macroeconomi

























METODOS E SUPORTES MACROECONÔMICOS PARA AS CRISES ECONÔMICAS NO MUNDO

RIO DE JANEIRO, 04 DE AGOSTODE 2012



O ramo da ciência econômica denominada macroeconomia tem seus olhos voltados para o comportamento do sistema econômico de forma global, e retrocedendo um pouco na história, podemos relembrar que métodos econômicos foram desenvolvidos a fim de entender e facilitar o papel do Estado na economia. A exemplo temos a crise de 1929 que necessitou de forma singular de umdestes métodos para resolver os desequilíbrios da economia global e ao mesmo tempo gerar o entendimento de como os problemas macroeconômicos e as políticas econômicas podem dar suporte a crise econômica.
Antes da crise de 1929 algumas escolas, como a clássica a neoclássica e a Keynesiana, tinham ideias divergente sobre a Intervenção do Estado na economia, mas a partir da crise de 1929 o método deKeynes – “ John Maynard Keynes, economista britânico que nasceu em 1883” (segundo Luiz Fernando Mahlmann Heineck, 2010, p.23) – colaborou para tirar os EUA da recessão e do desemprego, tal método diz que o Estado deve intervir na economia e se a economia trabalhasse o pleno emprego, a demanda dos trabalhadores estimularia as economias em recessão. Assim o Presidente Roosevelt lançou o programa NewDeal, onde as variáveis econômicas foram estimuladas a fim de gerar emprego e restabelecer a economia.
Ao longo da história aconteceram momentos de intervenção e de liberalismo econômico,tais decisões políticas e adoção de um método muitas vezes tiram ou colocam economias em situações de prosperidade ou fracasso. Na crise que teve seu inicio em 2007, a superprodução, o incentivo ao consumo etaxas de juros baixas e os creditos podres foram exemplos da onda neoliberal mal sucedida que poderiam ter sido evitadas se o governo daquele país não tivesse cometido tantos erros e os economistas através da analise de dados emitissem sinais mais claros de que a crise poderia ser evitada ou atenuada. Nos dias atuais temos a China crescendo num ritmo invejável e em plena crise econômica, talcrescimento se dá porque se utiliza de mecanismos para manter o cambio desvalorizado artificialmente e faz investimentos pesados em sua economia, portanto tais políticas econômicas têm de certa forma impedido o mundo de entrar num fracasso capitalista de maior proporção, entretanto não se pode afirmar que a China sustentará tais métodos econômicos por muito tempo e isto há que ser muito bem...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Finanças públicas
  • Finanças publicas
  • Finanças Públicas
  • Finanças Públicas
  • Finanças publicas
  • Finanças publicas
  • finanças públicas
  • Finanças Publicas

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!