filosofias politicas

Páginas: 6 (1415 palavras) Publicado: 17 de setembro de 2014
E.E.E.M JOSINO BRITO








ALUNOS: GEAN CARLOS S. DE OLVEIRA










CACOAL RO, SETEMBRO DE 2014 

Filosofias políticas
#Antes do príncipe
Mesmo que nunca gostaram de andar juntas é possível observar um ponto principal entre obras políticas medievais e renascentistas que ambas sempre estabeleceram uma ligação entre politica e religião. Asteorias medievais tem ligação direta teocrática (o poder pertence somente a Deus e que ele concede a alguém por um favor especial) ou indiretamente teocrática (o poder está na natureza social do homem, mas o poder supremo vem da lei divina revelada) enquanto as ideias renascentistas sempre procuraram negar que o poder é um favor de Deus e que ele está determinado diretamente ligado às leis divinasreveladas.
Porém os renascentistas tem outra ideia cristã a qual nunca negaram que o poder só é legitimo se for justo e só é justo se estiver segundo a vontade de Deus e de suas providências. Então entende que ideias teológicas continuaram presente na politica. Vamos destacar quatros principais delas.
1 O fundamento da politica encontra se em Deus (seja na vontade divina, que doa o poderaos homens, seja na providência divina que favorece o poder de alguns homens) de uma ou outra maneira estava instituída na vida politica que há algo ‘’Deus, natureza ou razão” anterior e exterior á politica, servindo de fundamento a ela.
2 Afirmam que a politica é instituição de uma comunidade uma e indivisa, cuja a finalidade é realizar o bem comum e a justiça. A boa politica é feita pelaboa comunidade, e harmoniosa, pacífica e ordeira. Lutas divisões são vistos como perigos, frutos de homens perversos que devem a qualquer custo serem afastados da comunidade e da política.
3 Assentam a boa comunidade e a boa politica na figura do bom governo, isto é, no príncipe virtuoso e racional portador da justiça, da harmonia e da indivisão da comunidade.

4 Classificam os regimespolíticos em justos-legítimos e injustos-ilegítimos, colocando a monarquia e aristocracia hereditárias entre os primeiros e identificando com os segundos o poder obtido por conquistas e usurpação, denominando o tirânico.
#A revolução maquiavélica
Maquiavel veio com um diferencial de tudo que se tinha visto até ali, pois tanto os teólogos que partiam da Bíblia e do direito romano quantoos renascentistas que partiam dos filósofos greco- romanos para constituir suas teorias políticas não se atentava para os acontecimentos a sua volta diferente de Maquiavel que parte das experiências reais de seu tempo.



Ele foi diplomata e conselheiros dos governantes de Florença, ele observou a fragmentação da Itália, dividida em reinos, ducados, repúblicas e igrejas. A compreensão dessashistorias desses acontecimentos levaram ao entendimento de Maquiavel de que as politicas antigas e medievais já não alcançavam mais os acontecimentos daquele período e que se precisava de uma nova concepção do que era politica e do que era poder. Para isso, em 1513 escreve a obra inaugural da filosofia moderna “o príncipe”.
Essa obra ficou conhecida como filosofia moderna porque oferecianovas respostas para os novos acontecimentos históricos ao contrario dos medievais e renascentistas que buscavam respostas em autores antigos deixando de observar as experiências que estavam diante de seus olhos. E se compararmos os pensamentos políticos de Maquiavel com os quatro pontos principais medievais e renascentistas da pra se observar essa diferença.
1 Maquiavel não admite um fundamentoanterior e exterior a politica (Deus, natureza, ou razão). Toda cidade diz ele em O príncipe, esta sempre dividida por dois desejos opostos: o desejo dos grandes de oprimir e o desejo do povo de não ser oprimido e comandado. E isso demonstra que a sociedade una e indivisa e vinda da vontade de Deus ou da razão humana.
2 Maquiavel não aceita a ideia da boa comunidade constituída para o bem...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Filosofia Política
  • Filosofia política
  • filosofia politica
  • Filosofia politica
  • filosofia politica
  • As filosofias políticas
  • filosofia politica
  • Filosofia política

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!