Filosofia

Páginas: 11 (2503 palavras) Publicado: 1 de dezembro de 2014
Escola Estadual de Educação Profissional Dona Creusa do Carmo Rocha
DISCIPLINA: Filosofia

PROFESSOR: Jean Carlos



TURMA:
ALUNO:

ATIVIDADE: Revisão 3º Bimestre

DATA: ___/___/___

Nº:

01 – Qual é o centro da filosofia kantiana? De onde partem suas investigações?
O ser humano, como ser dotado de razão e liberdade, é o centro da filosofia kantiana. Seus estudos partem dainvestigação sobre as condições nas quais se dão o conhecimento, realizando um exame crítico da razão,
contido em sua obra mais célebre, Crítica da razão pura.
02 – Uma das questões mais importantes do pensamento de Kant é o problema do conhecimento, a
questão do saber. Na Crítica da razão pura, ele distingue duas forma básicas do ato de conhecer, quais
são? Explique-as
Conhecimento empírico (aposteriori) – aquele que se refere aos dados fornecidos pelos sentidos, isto é, que é
posterior à experiência. Por exemplo, para fazer a afirmação “Este livro tem a capa verde”, foi necessário ter
primeiro a experiência de ver o livro e assim conhecer a sua cor; portanto, trata-se de um conhecimento
posterior à experiência; Conhecimento puro (a priori) – aquele que não depende de qualquer dadosdos
sentidos, ou seja, que é anterior à experiência, nascendo puramente de uma operação racional. Exemplo: a
afirmação (juízo) “Duas linhas paralelas jamais se encontram no espaço” não se refere a esta ou aquela linha
paralela, mas a todas. Constitui, assim, um conhecimento universal. Além disso, é uma afirmação que, para
ser válida, não depende de nenhuma condição específica. Trata-se,portanto, de um conhecimento necessário.
03 – 01 – Segundo Kant:
a) O juízo sintético a posteriori não expressa um conhecimento necessário e universal e o juízo
sintético a priori sim.
b) O juízo analítico conduz a conhecimentos novos.
Essas afirmações estão corretas? Por quê? Crie exemplos de juízos que justifiquem suas respostas.
Sobre o item “a)” pode-se dizer que está correto, porque o juízosintético a posteriori origina-se e depende da
experiência: portanto, não é universal nem necessário (exemplo: a mesa é redonda); já o juízo sintético a priori
depende apenas de uma operação lógica e é verdadeiro sempre, sendo, portanto, necessário e universal
(exemplo: a soma dos anglos internos do triângulo é igual a 180º).
Sobre o item “b)” pode-se dizer que está incorreto, porque o juízoanalítico é um juízo em que o predicado já
está contido no sujeito, ou seja, é um juízo que serve apenas para aclarar ou recordar algo que já se sabe, razão
pela qual não conduz a conhecimentos novos (exemplo: o triângulo tem três lados; o ser humano é mortal).
04 – Não podemos conhecer o ser em si, apenas o ser para nós. Justifique essa afirmação.
Essa afirmação está fundada na teoria dasformas a priori de Kant. O filósofo concluiu que existem no ser
humano estruturas que possibilitam a experiência sensível (as formas a priori da sensibilidade) e determinam o
conhecimento (as formas a priori do entendimento). As primeiras definem como os nossos sentidos percebem
e representam a realidade: sempre no tempo e no espaço. As segundas determinam como o nosso entendimento
organiza essesdados captados: sempre de acordo com certas categorias existentes a priori no entendimento,
tais como os conceitos de causa, necessidade, relação e outros. Isso implica que o que conhecemos é
determinado a priori por nós, por nossas estruturas próprias, o que quer dizer que não podemos saber como
são as coisa em si (independentes de nós), somente o que elas são para nós, ou seja, como aparecempara nós
(fenômenos)
05 – Em que sentido a revolução causada por Kant no âmbito da filosofia pode ser comparada à causada
por Copérnico na astronomia?
A revolução causada por ambos é análoga, no sentido de que ambos mudaram o paradigma de discussão, as
pressuposições básicas vigentes em cada um de seus âmbitos de investigação. Copérnico mudou o centro do
sistema de planetas (da Terra para...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Filosofia
  • Filosofia
  • Filosofia
  • filosofia
  • filosofia
  • Filosofia
  • Filosofia
  • Filosofia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!