filosofia

Páginas: 10 (2418 palavras) Publicado: 15 de maio de 2014
Slides- filosofia
A busca da verdade
Neste texto iremos investigar a teoria do conhecimento, disciplina da filosofia que estuda as condições para o conhecimento verdadeiro. Veremos como surgiram as indagações sobre o tema entre os gregos, desde os pré-socráticos a Platão e Aristóteles.
A filosofia pré-socrática
Costuma-se dividir a filosofia grega em três grandes períodos, tendo comoreferência a atuação de Sócrates. Distinguimos o período pré-socrático, o socrático (ou clássico) e o período pós-socrático.
O período pré-socrático (séculos VII e VI a.C.) - abrange os filósofos das colônias gregas (Jônia e Magna Grécia) que iniciaram o processo de desligamento entre a filosofia e o pensamento mítico.
Heráclito: Tudo Flui
Heráclito (544-484 a.C.) nasceu em Éfeso, na Jônia (atualTurquia). Tal como seus contemporâneos pré-socráticos, busca compreender a multiplicidade do real. Mas, ao contrário deles, não rejeita as contradições e quer apreender a realidade na sua mudança, no seu devir.
Todas as coisas mudam sem cessar, e o que temos diante de nós em dado momento é diferente do que foi há pouco e do que será depois: "Nunca nos banhamos duas vezes no mesmo rio", pois nasegunda vez não somos os mesmos, e também o rio mudou.
Parmênides: o ser é imóvel
Parmênides (c.540-c. 470 a.C.) viveu em Eléia, cidade do sul da Magna Grécia (atual Itália). Criticou a filosofia Heraclitiana.
Para Parmênides, é absurdo afirmar que uma coisa pode ser e não ser ao mesmo tempo.
O ser é imóvel, imutável, único. Entretanto como negar a existência do movimento no mundo que percebemos,onde as coisas nascem e morrem, muda de lugar e se expõem em infinita multiplicidade. Para Parmênides, o movimento existe apenas no mundo sensível, e a percepção levada a efeito pelos sentidos é ilusória. Só o mundo inteligível é verdadeiro, pois está submetido ao principio que hoje chamamos de identidade e de não contradição.
Uma das consequências dessa teoria é a identidade entre o ser e opensar.
Ou seja, as coisas que existem fora de mim são idênticas ao meu pensamento, e o que eu não conseguir pensar não pode ser na realidade.
Os sofistas: a arte de argumentar
O século de Péricles (V a.C.) constitui o período áureo da cultura grega, quando a democrática Atenas desenvolve intensa vida cultural e artística. Os pensadores do período clássico, embora ainda discutam questões referentesà natureza, desenvolvem o enfoque antropológico, abrangendo a moral e a política.
Os sofistas vivem nessa época, e alguns deles são interlocutores de Sócrates. Os mais famosos sofistas foram: Protágoras, de Abdera (485-411 a.C.); Górgias, de Leôncio, na Sicília (485-380 a.C.); Híppias, de Elis; e ainda Trasimaco, Pródico, Hipódamos, entre outros.
A palavra sofista, etimologicamente, vem desophos, que significa "sábio", ou melhor, “professor de sabedoria”. Posteriormente adquiriu o sentido pejorativo de "homem que emprega sofismas", ou seja, alguém que usa de raciocínio capcioso, de má-fé, com intenção de enganar. Sóphisrna significa "sutileza de sofista".
Os sofistas sempre foram mal interpretados devido às criticas que sobre eles fizeram Sócrates e Platão.

Sofistas
São muitos osmotivos que levaram à visão deturpada dos sofistas que a tradição nos oferece. Em primeiro lugar, há enorme diversidade teórica entre os pensadores reunidos sob a designação de sofista. Talvez o que possa identificá-los são o fato de serem considerados sábios e pedagogos. Vindos de todas as partes do mundo grego, desenvolvem um ensino itinerante pelos locais em que passam, mas não se fixa em lugaralgum.
Para escândalo de seus contemporâneos, costumavam cobrar pelas aulas e por esse motivo Sócrates os acusava de prostituição. Cabe aqui um reparo: na Grécia Antiga, apenas os nobres se ocupavam com o trabalho intelectual, pois gozavam do ócio, ou seja, da disponibilidade de tempo decorrente do fato de que o trabalho manual, de subsistência, era ocupação de escravos.
Ora, os sofistas,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Filosofia
  • Filosofia
  • Filosofia
  • filosofia
  • filosofia
  • Filosofia
  • Filosofia
  • Filosofia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!