Filosofia do direito (hugo grócio)

Páginas: 2 (263 palavras) Publicado: 10 de junho de 2013
Trab. Filosofia do Direito (Hugo Grócio)

1- Como Grócio entendia ser o Direito Natural?

R- Para Grócio o Direito Natural é o ditame da razãocerta, indicando que qualquer ato segundo sua concordância ou discordância com a natureza racional do homem, contem uma necessidade moral e que tudo acaba tendocomo conseqüência. Todos os atos são proibidos ou ordenados por Deus, que é o “autor da natureza”. E em resumo o Direito Natural é tão imutável que não podeser mudado nem mesmo por Deus.

2- Segundo o autor qual seria a origem do Direito Civil?

R- Segundo Grócio o Direito Civil teve sua origemindiretamente no Direito natural, pela seguinte questão; o pacto mútuo entre os homens é a “mãe” do Direito Civil, e por sua vez o pacto mútuo entre os homens éderivado do Direito Natural, ou seja, sua origem é direta e indiretamente pelo pacto entre os homens e o Direito Natural.

3- Sobre qual parâmetro Gróciojustificava a licitude da guerra?

R- Grócio mostra em sua obra que a guerra de uma maneira geral não contraria o Direito Natural, a partir depensamentos bíblicos que relatam guerras que aconteceram e que não tiveram aprovação divina, logo a licitude da guerra acaba sendo algo natureza do homem, algunsautores justificam a guerra com: defesa, recuperação de propriedade e punição de injustiça.

4- Grócio ressalta que a soberania pertence ao povo, nessesentido, de acordo com a visão estatal da época comente como funciona a soberania.

R-

5- Qual a importância do Direito Comum na visão de Grócio?

R-
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Hugo grócio
  • Hugo Grócio e a Escola Clássica do Direito Natura
  • Hugo grocio
  • Hugo Grócio
  • Hugo Grócio
  • Hugo grocio
  • Hugo Grócio
  • Hugo de São Vítor e a Filosofia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!