Filosofia aplicada ao serviço social

Páginas: 17 (4184 palavras) Publicado: 22 de novembro de 2011
Nosso trabalho propõe fazer uma análise do papel da mulher apartir da década de 50 até os dias atuais levando em consideração a questão ideológica a questão da identidade e a questão da representação social e conjuntamente neste contexto fazer um apanhado do aspecto histórico da mulher antes da década de 50 no tocante a sua inserção na escolas de Serviço Sociais abordando aspectos não sóhistóricos as também sociais e econômicos.
Antes de contextualizarmos a mulher dentro da questão ideológica, da questão da identidade e a questão da representação social é necessário fazer um uma abordagem desses tópicos para que o tema seja exposto de forma mais clara e coêrente.

Se entende por ideologia, assim, Chauí diz:

“Um dos traços fundamentais da ideologia consiste, justamente, em tomar asidéias como independentes da realidade histórica e social, de modo a fazer com que tais idéias expliquem aquela realidade que torna compreensíveis as idéias elaboradas.
A ideologia “é um ‘fato’ social justamente porque é produzida pelas relações sociais, possui razões muito determinadas para surgir e se conservar, não sendo um amontoado de idéias falsas que prejudicam a ciência, mas uma certamaneira da produção das idéias pela sociedade, ou melhor, por formas históricas determinadas das relações sociais” (p. 31).

A ideologia dominante é compreendida da mesma forma pelos que, através dela, dominam e pelos que são dominados? A transmissão desta ideologia é feita da mesma forma, isto é, com as mesmas palavras, para todas as camadas sociais? Na verdade a ideologia surge da necessidade dese explicar o porquê e o para que a sociedade funciona de determinada maneira. E esta explicação geralmente é dada pelo grupo que se beneficia com tal arranjo social e que portanto, para manter taís benefícios precisa justificá-los e legitimá-los histórica e filosoficamente.
Assim podemos perceber onde nasce as trajetórias de lutas sociais de classes com a experiência de formar grupos sociais emdetrimento de uma determinada causa e tambem de participar de movimentos sociais chegando ao ponto de modificar alguns conceitos cristalizados cotidianamente que vivenciamos dia-dia, seja no espaço do público e/ou privado.
A identidade é considerada uma categoria de análise, ou seja, constitui-se em um elemento que é utilizado como referencial para submeter um objeto a uma análise; um recursoteórico que vai subsidiar a compreensão de um dado fenômeno; mediação para a compreensão de um determinado objeto.
Desprovidos da idéia de natureza humana, e assumindo uma concepção de homem como ser sócio-histórico, as condições biológicas recebem um outro enfoque. De acordo com Bock (1997) estas condições são a sustentação de um desenvolvimento sócio-histórico, o que é endossado nas palavras deSève:

Assim o homem se constitui, a partir de um suporte biológico que lhe dá condições gerais de possibilidades (próprias da espécie Homo Sapiens Sapiens) e condições particulares de realidade (próprias de sua carga genética). No entanto, as características humanas historicamente desenvolvidas se encontram objetivadas na forma de relações sociais que cada indivíduo encontra como dado existente,como formas históricas de individualidade, e que são apropriadas no desenrolar de sua existência através da mediação do outro. (Sève, apud Jacques, 1998, p. 162)

Logo, a identidade não é inata e pode ser entendida como uma forma sócio-histórica de individualidade. O contexto social fornece as condições para os mais variados modos e alternativas de identidade. O termo identidade pode, então, serutilizado para expressar, de certa forma, uma singularidade construída na relação com outros homens.
Esse princípio revela que a “transformação das coisas não se realiza num processo circular de eterna repetição, uma repetição do velho. Como é gerado o novo? Esta mudança qualitativa se dá pelo acúmulo de elementos quantitativos que num dado momento produzem qualitativamente o novo.” (Gadotti,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Filosofia aplicada ao serviço social
  • Filosofia aplicada ao serviço social
  • Filosofia aplicada ao serviço social
  • Filosofia aplicada ao serviço social
  • FILOSOFIA APLICADA AO SERVIÇO SOCIAL
  • Filosofia aplicada ao serviço social
  • Filosofia aplicada ao serviço social
  • Filosofia aplicada no Serviço Social

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!