Filosofia africana e filosofia da libertação

Páginas: 17 (4119 palavras) Publicado: 9 de outubro de 2011
Filosofia Africana e Filosofia da Libertação

Adilbênia Machado
adilmachado@yahoo.com.br

Resumo
Essa comunicação tem o objetivo de fazer uma breve introdução à Filosofia Africana e a Filosofia da Libertação, tendo em vista que elas promovem o diálogo com a possibilidade de uma cultura universalmente válida, partindo de um filosofar criticamente autêntico que busca a emancipaçãodo sujeito, promovendo a libertação dos oprimidos, pobres e marginalizados, propondo a concretização real, através de um sistema educacional do pensar-fazer praticado diariamente, do comprometimento e da reflexão, promovendo a consciência para o discernimento da marginalidade e construção da criticidade. Sabendo-se que historicamente a filosofia serviu como mediadora de processos de dominação, elatambém pode ser reelaborada numa perspectiva libertadora, buscando a realização de um novo homem, enraizado em sua cultura, afirmando sua humanidade consistente que se realiza como diversidade, contribuindo criticamente na superação da dependência e da alienação. Historicamente as culturas latino-americanas e africanas são vistas como exóticas, em conseqüência da diversidade cultural, ou associadaao folclore, música e arte, aparecendo raramente associadas a pensadores na história da filosofia ocidental. A lei nº 10.639 estabelece as diretrizes e bases da educação nacional para a inclusão no currículo oficial da Rede de Ensino, a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira”, configurando-se como um instrumento para questionar a ordem vigente, colocando em xeque asconstruções ideológicas de dominação, as quais são fundadoras da sociedade brasileira. É imprescindível apontar nosso olhar para a África, em virtude de sua inquestionável importância como palco das ações humanas e pelas profundas relações entre a história da África e a história do Brasil.

Palavras – Chave: Filosofia Africana; Filosofia da Libertação; Diversidade; Criticidade; Emancipação.Filosofia Africana e Filosofia da Libertação

A lei nº 10.639 estabelece as diretrizes e bases da educação nacional para a inclusão no currículo oficial dos estabelecimentos de ensino fundamental e médio, oficiais e particulares, a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira”, a obrigatoriedade do estudo da História da África e dos Africanos, da luta dos negros no Brasil, assimcomo a cultura negra brasileira e o negro na formação da nossa sociedade, resgatando a contribuição do povo negro na nossa história.
A lei configura-se como um meio de questionamento da ordem vigente, na medida em que coloca em xeque as construções ideológicas de dominação, as quais servem de fundamento da sociedade brasileira, abrindo a possibilidade de romper com a preponderância do paradigmaeurocêntrico na educação, pois implica numa ampla modificação curricular dos cursos de formação dos profissionais da educação. Desse modo, a implementação da lei configura-se como um dispositivo indispensável da luta contra as desigualdades raciais, objetivando a democratização da educação, garantindo direito à diferença e levando ao enfrentamento do desafio de implementação de uma nova visãovoltada à superação das desigualdades sociais e raciais.
A implementação da lei, mais do que nunca mostrou a necessidade de apontar nosso olhar para a África, em virtude de sua inquestionável importância como palco das ações humanas e pelas profundas relações que guardamos com o continente. A história da África e a história do Brasil estão mais próximas do que nossa imaginação possa alcançar, pois oBrasil é o maior país beneficiado pelo tráfico negreiro transatlântico e também aquele que oferece maior diversidade de experiências de africanidades em todas as suas regiões, de norte a sul, de leste a oeste. Muito dos nossos antepassados no período de escravidão, vieram de diversas regiões da África e dois grupos se destacaram: Os bantus e os nagôs que, efetivamente, a partir de 1530,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Filosofia africana e a temática da libertação
  • filosofia da libertação
  • FILOSOFIA DA LIBERTAÇÃO
  • Filosofia da libertação
  • Filosofia da libertação
  • Filosofia da libertação
  • Filosofia africana
  • Filosofia Africana

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!