FILOLOGIA ROMANICA

Páginas: 12 (2873 palavras) Publicado: 7 de agosto de 2013





ATIVIDADE DE FILOLOGIA ROMÂNICA II

1) Explique a expansão romana e sua importância para a formação de novas línguas em regiões diversas do império.

Com a expansão do império romano, os povos que foram incorporados ao universo da civilização adotaram para si a língua e os costumes de seus dominadores, mas isso nem sempre era imposto pelos latinos.
Não interessava para os romanosimporem a religião ou língua, desde que pagassem com os impostos e respeitassem o governo romano. Em alguns lugares que haviam uma cultura e uma língua consolidada e forte, a Romanização não penetrou.
O exército romano eram os primeiros a entrar em contato com os povos que seriam anexados ao império , o exército era composto de vários soldados advindo dos mais variados lugares e que faziam usodo latim vulgar, esse foi um forte fator para a romanização.
As línguas com que o latim entrou em contato pertenciam a diferentes famílias lingüísticas, e eram bastante diferentes entre si. Dessa forma, o latim vulgar era uma língua que estava sempre mudando de acordo com as regiões diferentemente do latim clássico que era estático e artificial. O latim vulgar foi derivando para variedadesregionais, que no fim do primeiro milênio, já prefiguravam as atuais línguas românicas.

2) Que modalidade de língua latina foi levada para as regiões colonizadas pelos romanos?

O latim vulgar foi a modalidade do latim que os soldados, colonos e funcionários romanos levaram para as regiões conquistadas.

3) Pode-se dizer que o latim levado para diferentes regiões do Império era homogêneoenquanto variedade?

Não. Em cada região do império era falado de forma diferente, pois sofria influências das outras línguas.

4) Explique algumas diferenças entre o latim vulgar e o latim clássico.

Como toda língua tem suas variações com o latim não foi diferente. O latim clássico era o nome dado a variante do latim usado pelos antigos romanos, usada pelos escritores latinos. Essa línguaera caracterizada pelo apuro do vocabulário, pela correção gramatical, pela elegância e pelo estilo, mas era uma língua artificial, rígida e estática. Já o latim vulgar, era falado pelas camadas populares do império romano, ou seja, pela maioria das pessoas na época. Era esse latim que os soldados, colonos e funcionários romanos levaram para as regiões conquistadas e sob muitos fatoresdiversificou-se as línguas românicas.
O latim vulgar era mais simples do que o latim clássico em todos os níveis. Como por exemplo, na fonética, a perda da quantidade vocálica e sua substituição pelo acento intensivo, por exemplo, trouxe como consequência, entre outras, a redução das dez vogais (as cinco longas e as cinco breves) a sete, seis ou cinco apenas, segundo as diversas regiões da România, comespecíficas evoluções posteriores. Na morfologia, houve uma diminuição do número de declinações, do número de pronomes definidos e quanto aos numerais, utilizavam apenas os cardinais para expressar qualquer relação de número.
O latim vulgar era mais analítico do que o latim clássico. De acordo com a sua origem indo-européia, o latim era uma língua essencialmente sintética, rica em recursosflexionais, com os quais expressava muitas funções e relações entre os termos da oração. As deficiências desse sistema flexional eram supridas por torneios analíticos. A perda sempre das flexões no latim vulgar tornou-o cada vez mais analítico pelo uso de preposições, advérbios, pronomes e verbos auxiliares para expressar funções e relações entre os termos. As preposições substituem as flexões causais e ofuturo passa a ser expresso por perífrase com verbos auxiliares.
O latim vulgar era mais concreto que o clássico em decorrência do modo de vida de seus falantes e da sua mundividência, voltada sobretudo para os problemas materiais. Esses aspectos trouxe reflexos em todos os aspectos da língua, sendo porém mais evidente no léxico e na sintaxe. Dessa forma, o nome das coisas concretas são muito...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Filologia Romanica
  • Filologia românica
  • Filologia Românica
  • filologia romanica
  • Filologia romanica
  • Filologia românica
  • Métodos da filologia Românica/ Fichamento
  • Elementos de Filologia Românica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!