Filósofo

Páginas: 21 (5217 palavras) Publicado: 31 de maio de 2014
ENSAIO SOBRE O LIVRO X DE “CONFISSÕES”
Helen Ferreira Nunes1 - Universidade Federal de Ouro Preto

RESUMO: Este trabalho tem como objetivo discorrer sobre o livro X de “Confissões” de Santo
Agostinho. Tentarei mostrar os pensamentos que ele percorre a fim de apresentar a Felicidade,
procurando conhecer verdadeiramente a Deus. Neste livro, Santo Agostinho trata sobre a memória, mas
dentrodesse estudo me prenderei a traços da Felicidade e como atingi-la. Ele fala dos pecados que
afastam da graça de Deus e consequentemente afastam da Felicidade que o ser humano tanto almeja. Fala
também sobre a gula, a sedução do perfume, sobre o prazer do ouvido, as seduções que entram pelos
olhos, a curiosidade, o orgulho, o louvor, a vanglória, o amor próprio e a inveja. Em cada pontoapresentarei comentários próprios.
Palavras-chave: Deus; conversão; Felicidade.

Confissões – Santo Agostinho
Neste trabalho tentarei mostrar os pensamentos que Santo Agostinho percorre a fim de apresentar
a felicidade, procurando conhecer verdadeiramente a Deus.
O problema da felicidade constitui, para Agostinho, toda motivação do pensar filosófico. Uma
das últimas obras que redigiu, a Cidade deDeus, afirma que “o homem não tem razão para
filosofar, exceto para atingir a felicidade”. (AGOSTINHO, 1999, p.12)

A busca do homem pela felicidade não é algo atual, vem desde que ele se separou de Deus pelo pecado e
com isso essa busca se tornou permanente, já que durante a vida na Terra os seres humanos carregam o
pecado. O responsável pelo pecado é o livre-arbítrio da vontade humana, já quehá liberdade para se
escolher entre o Bem e o Mal.
O chamado decisivo que Santo Agostinho teve para conversão ocorreu nos jardins de sua casa,
num dia qualquer de agosto de 386 da era cristã, onde ele se questionava sobre o sentido da vida. Escutou
uma criança cantar como se fosse um refrão “Toma e lê, toma e lê”. Santo Agostinho se levantou de onde
estava e encontrou em sua mesa um livroque abriu e leu: “Não caminheis em glutonarias e embriagues,
não nos prazeres impuros do leito e em leviandades, não em contendas e emulações, mas revesti-vos de
Nosso Senhor Jesus Cristo, e não cuideis da carne com demasiados desejos”.
Antes da sua conversão, Santo Agostinho se interessava pelas coisas mundanas, as seduções que o
mundo e as criaturas trazem abundantemente, além da filosofia,que o acompanhou durante quase toda
vida. Ele seguiu a filosofia maniqueísta, a academia platônica até conhecer os discípulos de Plotino (205270), também adeptos ao platonismo, mas na sua versão mística. Sua juventude foi marcada pelas más
escolhas que o levaram por caminhos viciosos e a satisfação de prazeres, buscando sempre ser agradável
aos olhos dos homens.
1

Graduanda do 8º período docurso de Letras na Universidade Federal de Ouro Preto

A partir do momento em que Santo Agostinho se sente tocado por Deus a buscar sua conversão
ele renuncia ao pecado, e em “Confissões” ele conta um pouco dos passos que percorreu antes e durante
sua conversão, ele fala sobre a felicidade da aproximação com Deus e sobre a luta contra os desejos da
carne.
Livro X – Confissões

No livro X,Santo Agostinho trata sobre a memória, mas dentro desse estudo me prenderei a traços
da Felicidade e como atingi-la.
Fazei que eu vos conheça, ó Conhecedor de mim mesmo, sim, que Vos conheça como de Vós sou
conhecido. Ó virtude da minha alma, entrai nela, adaptai-a a Vós, para a terdes e possuirdes sem
mancha nem ruga. É esta a esperança com que falo, a esperança em que me alegro quando gozode uma alegria sã. (AGOSTINHO, 1999, p.259).

Aqui há um traço onde Santo Agostinho diz que a esperança de conhecer a Deus e se aprofundar nesse
conhecimento é algo que traz uma alegria sã, essa que se opõe àquela que ele vivia antes da conversão.
“Agora que os meus gemidos são testemunhas que me desagrado, Vós iluminais-me, agradais-me
e eu de tal modo Vos amo e desejo que já me envergonho...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • filosofos
  • filosofos
  • Filosofos
  • Filosofos
  • filosofos
  • FILÓSOFOS
  • Filosofos
  • Filosofos

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!