FICHAMENTO A HIST RIA DA LITERATURA PORTUGUESA

Páginas: 6 (1493 palavras) Publicado: 21 de julho de 2015
História da Literatura Portuguesa - Alfredo de Aguiar
Capítulo I – Introdução
A palavra romântico é de origem inglesa, com derivação do substantivo romaunt que é de origem francesa, que classifica como os romances medievais de aventuras. A origem do Romantismo vem identificado pelo progresso econômico, político e social da burguesia, já no seu término a grande revolução industrial trouxegrandes consequências, transformando completamente a vida na Europa.
Nos séculos XVIII e XIX aparecem na Inglaterra e no Continente, as bibliotecas e os gabinetes de leitura. Desde muito cedo a Inglaterra oferece uma literatura com características que possibilitam o Romantismo.
O Romantismo não tem um público com uma grande preparação especificamente literária. Em relação as características maisgeralmente apontadas no Romantismo, temos: estilo declamatório; o gosto das hipérboles e das exclamações; o gosto das imagens; o uso de um vocabulário mais rico em alusões concretas; a introdução de dados captados no ambiente; a presença física das personagens humanas, dos interiores e das paisagens; o recurso ao romanesco; à peripécia; o tom de mensagem ao próximo que assume a obra literária,convertida em meio de comunicação e já não um mundo fechado de valores.
As escolas românticas podem se considerar em relação a alguns acontecimentos importantes, principalmente: A Revolução Francesa, as guerras napoleónicas, a Restauração Bourbónica francesa de 1815, as revoluções de 1830 e 1848 e movimentos correçatovos.
O Romantismo em Portugal (1836) – Com a independência econômica brasileira, a fasemoderna da vida econômica e social portuguesa inicia-se. A voz do Profeta, de Herculano foi a primeira publicação Romantista de Portugal.
O primeiro Romantismo português exprime um compromisso nas suas origens: é antifeudal.

Capítulo II – Almeida Garret
João Baptista da Silva Leitão (n. Porto, 4-2-1799/9-12-1854. Possuiu uma formação arcádica e iluminista. A arte do diálogo, um dos maioresdons de Garret. Antes de Garret, na ficção portuguesa, ninguém entrara tão subtilmente na análise do que há de convencional, fictício ou autentico na vida sentimental, na confusão de verdade e de mentira, de vida actual e de sobrevivência que é o todo afectivo de cada indíviduo; e não houve alguém que colocasse em termos tão agudos o problema do desgarrar da personalidade na mudança de tudo,ligando-o, ao mesmo tempo, ao cepticismo superveniente a uma causa generosa que degenera.
No poeta Garret da fase final há um misto de autenticidade e de teatralidade.
Capítulo III – Alexandre Herculano
Alexandre Herculano de Carvalho Araújo (n. Lisboa, 28-3-1810 – Vale de Lobos, 13-9-1877), formou-se inteiramente dentro do Romantismo. Foi deputado de esquerda à legislatura de 1840, onde apresentou umplano de ensino popular.
Como característica geral do romance histórico de Herculano, há de se considerar o culto do cavaleiresco. Se não ligarmos às condições do ambiente, mais especificadamente, aos problemas sóciais e políticos levantados pela instauração do Liberalismo em Portugal, não poderemos compreender a obra historiográfica de Herculano. Embora as suas crenças poéticas nem sempreinterfiram com o senso de certas realidades, que vimos ser nele muito vivo, a personalidade de Herculano lateja, naturalmente, de conflitos íntimos.
Pode-se afirmar que Herculano foi, durante sua obra polêmica e doutrinal, o mais legítimo representante da teoria jurídica, econômica e social do Liberalismo, embora, apesar disso, se encontrasse em luta com as instituições que no nosso país vieram aresultar da instauração do novo regime.

Capítulo IV – As primeiras correntes românticas
Castilho e o academismo romântico – Antônio Feliciano de Castilho, representou as fraquezas do primeiro Romantismo literário em Portugal. Pelo próprio oportunismo, a obra de Castilho tem hoje sobretudo o interesse de documentário dos passados gostos literários.
Poesia da primeira geração romântica – Os novos...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Hist Ria Da Literatura Brasileira
  • Literatura E Hist Ria 2
  • HIST RIA DA LITERATURA
  • A hist ria da literatura
  • Fichamento de Hist ria do Direito
  • Fichamento De Hist Ria Do Direito
  • Hist Ria Do Direito Fichamento
  • Fichamento Hist ria Social

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!