Fichamento A Civilização Feudal - Jérome Baschet

Páginas: 5 (1160 palavras) Publicado: 26 de abril de 2014
Texto: BASCHET, Jérome. Conversão ao cristianismo e enraizamento da Igreja. In:_____. A Civilização Feudal. Do ano mil à colonização da América. São Paulo: Globo, 2006, p. 60-69.

O autor Jérome Baschet no capítulo Conversão ao cristianismo e enraizamento da Igreja, do texto “A Civilização Feudal” comenta sobre o processo histórico que levou a incorporação da religião cristã associedades medievais. A adesão partiu primeiramente pela conversão do imperador Constantino, em 312. Nesta época ainda, a maior parte da população não era adepta do cristianismo. Em 392, o então imperador Teodósio, torna apenas a religião crista licita de todo império. Nesse contexto a igreja vem ganhando forças, aproveitando-se da relação estabelecida com o Império. Um fato curioso é a associação feitadurante o Imperio tardio, entre a figura do imperador e a de Cristo, que inúmeras obras descritivas fornecem testemunho.
Os germânicos ainda eram pagãos quando conquistaram o Império Romano, apesar de estarem convertidos, optaram pela doutrina ariana e não ortodoxa católica, a qual Constantino adotou em 325. Os francos, representados pelo rei Clovis também converteram-se ao cristianismocomo forma de se manter no poder, com o apoio do clero e da sua comunidade, obtendo nesse sentido, apoio dos bispos para seus interesses militares contra visigodos arianos.
O autor remonta a vários territórios para descrever o processo de cristianização, no que diz respeito ao norte europeu, o paganismo continua em preferência por muito mais tempo. Em História Eclesiástica do povo inglês, Beda,oVenerável, descreve as peripécias dos reinos anglo-saxões e a sua lenta conversão, para que a atual Inglaterra se torne uma sociedade cristã. No norte da Gália, inicia-se a conversão dos frisões, criando assim uma zona de fronteira instável, para beneficio dos soberanos francos.
Somente com as conquistas de Carlos Magno que a conversão saxônica será efetivada, o processo de adesão daEuropa ao cristianismo foi demasiadamente lenta, travada por longo anos, até a chegada do ano mil, (...) com a conversão da Polônia (966) e da Hungria (batismo do futuro rei Estevão I, em 985), da Escandinávia (batismo dos reis Haroldo Dente Azul, da Dinamarca, em 9600; Olavo Tryggveson da Noruega, 995, e Olavo da Suécia, em 1008) e da Islândia (no ano mil, pelo voto da assembléia camponesa reunida emThingvellir após um ritual de xamanismo realizado por seu chefe). Página 62-63.
A igreja, a religião católica cristã, detém uma influencia muito forte nessa contextualização, para ter uma noção, o bispo (nível mais alto do clero até então) é a principal autoridade urbana, concentrava em si poderes religiosos e políticos. Era o juiz e conciliador, encarnação da lei e da ordem, “pai” eprotetor de sua cidade. Neste período, foi criada a celebração de culto aos santos, pessoas comuns que devido a sua vida de graça e pureza é designado como santo e seus corpos sendo conservados para eternidade. Algo tão fortemente instituído que se repassa desde aquele tempo até os dias atuais. Essa celebração institui a cada diocese, um santo padroeiro: mártir ou bispo fundador mais ou menos lendário,um protetor.
Nesse contexto, constroem-se santuários luxuosos, consequentemente, multiplicam-se os roubos de relíquias, que passaram serem considerados bens mais preciosos que se podem possuir, concebidos não como atos de vandalismo, mas como salvação do santo, que não estava satisfeito com sua antiga moradia, desejado de um novo local acolhedor.
Além do bispado, um outro movimentoreligioso toma grande importância no contexto religioso, o movimento monástico. Este se dava pelo sacrifício pelo bem espiritual, elevação da alma e pureza. Quando cometidos por pecados, eram sacrificados em penitencias mas que, acreditavam ser justa por um bem maior da purificação do espírito.
Os monastérios da Gália, por volta dos anos 600, existiam mais de 320 monastérios, alguns extremamente...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resenha da civilização feudal de Jerome Baschet
  • Fichamento
  • Capítulo 1-2 Civilização feudal, Baschet
  • Civilização Feudal
  • BASCHET O PERIODO FEUDAL
  • BASCHET, Jérôme. A expansão ocidental das imagens
  • Civilização Grega e a Formação da Europa Feudal
  • fichamento-historia do mundo feudal

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!