Fichamento: Violência e Psicanálise - Jurandir Freire Costa

Páginas: 28 (6938 palavras) Publicado: 21 de julho de 2015
FICHAMENTO: COSTA, Jurandir Freire. Violência e Psicanálise – Rio de Janeiro, Edição Graal, 3ª ed, 2003.
Vivian Carla Garcia Ferreira1
Jurandir Freire Costa, neste livro “Violência e psicanálise”, reúne cinco artigos em forma de cinco capítulos tratando do tema da violência, escritos em épocas diferentes e que seguem objetivos distintos no assunto. Foram selecionados três capítulos dolivro para fichamento e análise, dos quais as temáticas da violência urbana – que no momento figura nosso objeto de interesse – mais se delineiam. O primeiro capítulo aborda a questão por uma maneira epistemológica, no segundo capítulo a violência vai aparecer como uma forma biopolítica de normalização psicológica, e no quarto capítulo entenderemos os efeitos psíquicos na mente de quem sofre com oracismo, e a forma que o racismo está delineado no Brasil contemporâneo.
1. Capítulo primeiro: “A guisa de Introdução: Por que a violência? Por que a paz? ”
Neste primeiro capítulo, “A guisa de introdução: por que a violência? Por que a paz? ”, o autor parte da questão da atualidade da violência para pensar na sua presença nas relações interindividuais. Entende que a questão é de suma importânciae aponta que este assunto vem sendo pouco tratado dentro do pensamento psicanalítico, que oferece respostas confusas e ambíguas para a questão da violência. Dessa forma, o autor traça uma investigação bibliográfica tentando entender a violência e suas relações com o instinto, com a agressividade, com o poder e com o Estado.
Sua primeira investigação é em François Gantheret, que diz “(...) aviolência não é um conceito, assim como não o são a loucura e a paixão. A agressividade é um conceito, a neurose, igualmente. A razão pode fazer trabalhar esses conceitos, (...) animados pela ideia e causalidade: isto é a definição de um conceito. ” (GANTHERE, F. 1980, p. 416 apud. COSTA, J. F. 2003, p. 15). Dessa forma, a violência, assim como a loucura e paixão, é pensada na forma de movimentoderivado dos conceitos nominados. Um ponto de contato é estabelecido entre violência e a pulsão de morte em Freud, pois o autor analisa a “morte” como sinônimo da violência, entendendo esta como aquilo que é mais “demoníaco” no sujeito. A sexualidade e a linguagem, são entendidas em Gantheret enquanto violência da sexualidade, na medida em que a linguagem reprime a sexualidade de forma violenta, eobriga que o sujeito por vias da violência da linguagem traça parâmetros para que a sexualidade se realize. Neste sentido, a violência é tida enquanto fundamento da própria humanização. Para alguns autores, a violência é tida como necessária para o surgimento do psiquismo, entendendo a partir do complexo de Édipo de Freud, que a criança tem sexualidade e desejo – em primeira instancia pela mãe –sexualidade esta, irreprimível, selvagem, que deve ser contida com através da violência da linguagem no mundo simbólico, fundando então o princípio de realidade na criança, de forma que a forma que se organiza a sexualidade do adulto violenta o psiquismo infantil reprimido, já que a libido do adulto é produto de uma vida psíquica produzida pela linguagem que a criança não pode abarcar em seu todo.Esses autores partem de uma noção de violência na qual seria um movimento que impede as coisas de seguirem o curso natural, entendendo a psique infantil como o natural, sendo possível qualificar a ação do ambiente enquanto formadora. A essas afirmações Costa refuta entendendo que o argumento não se sustenta, pois é contraditório admitir que o psiquismo é produto da interação cultural ao mesmo tempoque se pressupõe a violência enquanto percussora desse psiquismo.
Bourdieu e Passeron em seu trabalho “A Reprodução” entendem que toda “ação pedagógica (AP) é carregada de “violência simbólica”. A Ação Pedagógica assume a forma de violência simbólica já que se constitui pela imposição de um poder arbitrário, onde as relações de força dos grupos sociais na sociedade formam a base desse poder,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Fichamento: Ordem Média e Norma Familiar de Jurandir Freire Costa
  • Jurandir Freire
  • Violência e Psicanalise
  • ideia de alheamento para costa freire
  • Psicanalise com Crianças
  • Fichamento
  • Fichamento de claudio costa
  • Fichamento Hor cio Costa

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!