fichamento do texto de florestan fernandes

Páginas: 5 (1161 palavras) Publicado: 31 de agosto de 2013
Fichamento do texto de Florestan Fernandes.

OLIVEIRA, Marcos Marques de. FERNANDES, Florestan. ”Educação: objeto sociológico e dilema social”. Recife, Coleção Educadores, Editora Massangana, 2010. P.35-64


“Florestan anunciava, no final dos anos 1950, sua apreciação sobre o “dilema educacional brasileiro”, pela qual observava o desajuste qualitativo e quantitativo de nosso sistema deensino perante as necessidades da nação e de suas regiões [...].” (P.35)

“A esperança coletiva na universalização da educação escolar sistemática, portanto, deveria persistir. Isso porque, segundo Florestan, “não há dúvida de que a educação modela o homem [...]”. (P.36)

“Segundo Florestan, o lado construtivo deste clima propício à “mudança cultural provocada” foi o fato de ele ter sidoimaginado, pelos educadores brasileiros, como um expediente para modificar [...] às camadas mais bem-sucedidas na competição econômica, social e política.” (P. 38)

“De acordo com Florestan, o “substitutivo Lacerda” era estratégico: “levou tão longe o favoritismo à escola privada, que deveria servir, forçosamente, como peça de composição [...]”. (P.41)

“Finalmente, em junho de 1961, o último projeto– favorável à iniciativa privada – é aprovado pela Câmara dos Deputados e enviado ao Senado; que o legitima, no dia 3 de agosto, por 33 votos a 11. Em 20 de dezembro daquele ano, sancionado pelo presidente João Goulart, o projeto converte-se, finalmente, na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, sob o número 4024”. (P.44)

“[...] Florestan fez a mensagem, em resumo, era uma só: arelevância da democratização do ensino isso atravessando diversas dimensões da realidade, sintetizando aspectos micro e macros sociológicos, permitindo um entendimento do “campo educacional” como uma síntese entre a sociedade, o sistema escolar e o plano pedagógico”. (P.46)

“Porque no Brasil, segundo Florestan, o que importava para as elites das classes dominantes era deseducar, não educar. Educar osfilhos das elites e deseducar a massa, mantendo-a fora da escola ou dentro de uma escola funcional à reprodução de mão-de-obra qualificada ou semi qualificada, de acordo com os vários graus de desenvolvimento econômico (Fernandes, 1995b, p. 195)”. (P. 47)


“Florestan, apesar de socialista declarado, exalta o “radicalismo burguês”, cujos exemplos nos países autônomos demonstram a importância dasreformas nas áreas de educação, urbanização, distribuição e forma de propriedade da terra, inclusive a igualdade formal de todos os cidadãos diante da lei, um rol de adaptações das superestruturas à infra-estrutura do sistema econômico, político e cultural”. (P.48)

“Segundo o sociólogo, a importância dessas “revoluções dentro da ordem” pode ser medida pela dedicação dos países centrais emformar técnicos e especialistas em “reforma social”, profissionais que lidam setorialmente com a precipitação e a eficácia das técnicas e ideologias que alimentam o pensamento abstrato, mas o subvertendo para criar um substrato cultural das inovações mais urgentes e, assim, equilibrar e aperfeiçoar as instituições-chave da sociedade”. (P.48)

“O equívoco dos radicais burgueses foi justamente nãoperceber que para transformar as instituições é preciso alterar outras dimensões da sociedade [...] colocavam suas radicalidades no limite da conservação da ordem, inspirados que estavam por concepções liberais ou pragmatistas, que têm como fronteira a democracia liberal e a ilusão do progresso contínuo das transformações sociais”. (P.49)

“A resistência à reforma educacional, portanto, é o emblemado atraso como técnica de dominação social e defesa cega da estabilidade política, que faz o estado aceitar ser, passivamente, “o coveiro de suas próprias escolas” por meio do “assalto legalizado” dos recursos públicos que deveriam ser destinados à manutenção do ritmo de crescimento e de aperfeiçoamento do sistema nacional de ensino (Fernandes, 1966, pp. 400-401)”. (P.50)

“[...] A questão,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Fichamento
  • Fichamento florestan fernandes 'o que é sociologia'
  • Fichamento florestan fernandes
  • Fichamento: fernando de azevedo e florestan fernandes
  • FICHAMENTO: FERNANDES, Florestan. “Revolução ou contra-revolução?” 1980
  • Florestan fernandes
  • Florestan fernandes
  • florestan fernandes

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!