FICHAMENTO DO LIVRO O PRINCIPE

Páginas: 8 (1796 palavras) Publicado: 21 de abril de 2015
UNC – UNIVERSIDADE DO CONTESTADO Curso: Direito
Disciplina: Ciência Política e Teoria Geral do Estado
Professor:
FICHA DESTAQUES / REFERENTE DE OBRA CIENTÍFICA

1. NOME COMPLETO DO AUTOR DO FICHAMENTO:
XXXXXXXXXXXXXXXXXXX
2. OBRA EM FICHAMENTO:
PASOLD, Cesar Luiz. O ADVOGADO E A ADVOCACIA –
Uma Percepção Pessoal. Florianópolis; Ed. Terceiro Milênio
1996.


3. ESPECIFICAÇÃO DO REFERENTEUTILIZADO:

Transcrever, a critério do fichador, as formulações mais importantes que traduzam a essência da obra em fichamento.


4. DESTAQUES CONFORME O REFERENTE UTILIZADO:

4.1. CAPÍTULO I - DE QUANTAS ESPÉCIES SÃO OS PRINCIPADOS E DE QUE MODOS SÃO ADQUIRIDOS.
4.1.1. “Todos os Estados, os governos tiveram e tem autoridade sobre os homens, foram e são ou repúblicas ou principados. Os principadossão: ou são hereditários, quando seu sangue senhorial é nobre há já longo tempo ou novos. [...] Estes domínios assim obtidos estão acostumados. Ou a viver submetido a um príncipe, ou a ser livres, sendo adquiridos com tropas de outrem ou com as próprias, bem como pela fortuna ou por virtude”.[p.10]

4.2. CAPÍTULO II - DOS PRINCIPADOS HEREDITÁRIOS
4.2.1. “Digo, pois, que para a preservação dosestados hereditários e afeiçoados à linhagem de seu príncipe, as dificuldades são assaz menores que nos novos, pois é bastante não preterir os costumes dos antepassados e depois, contemporizar com os acontecimentos fortuitos, de forma que, se tal príncipe for dotado de ordinária capacidade sempre se manterá no poder, a menos que uma extraordinária e excessiva força dela venha a privá-lo; e, uma vezdele destituído, ainda que temível seja o usurpador, volta a conquista-lo.”[p.11]

4.3. CAPÍTULO III - DOS PRINCIPADOS MISTOS
4.3.1. “Mas é nos principados novos que residem as dificuldades. Em primeiro lugar, se não é o caso de principado novo, totalmente. e sim de membro reunido a Estado hereditário (caso em que pode apelidar-se principado misto), as suas mudanças procedem sobretudo de umadificuldade inerente a todos os principados novos, isto é, que os homens trocam de boa mente de senhor, pensando melhorar, e esta crença leva-os a tomar armas contra seu senhor atual. Realmente, enganam-se e vêem pela própria experiência terem piorado. Tal depende de outra necessidade natural e comum que leva um novo príncipe a ofender os novos súditos com a sua tropa e através das contínuas ofensas queuma recente conquista provoca. Deste modo, teus inimigos são todos os que se julgam ofendidos com o fato de estares ocupando o principado; e do mesmo modo não podes ter por amigos os que ali te colocaram, porque estes não podem ser satisfeitos como desejavam. Não poderás usar de remédios violentos contra eles, comprometido como estás com eles, pois ainda que fortíssimo sejas nos exércitos,precisas das boas graças dos habitantes para entrar numa província.[...].”[p.13,14]
4.3.2. “É bem verdade que, reconquistando posteriormente as regiões rebeladas, mais dificilmente se as perdem, eis que o senhor, em razão da rebelião é menos vacilante em assegurar-se da punição daqueles que lhe faltaram com a lealdade, em investigar os suspeitos e em reparar os pontos mais fracos.[...]”[p.14]
4.3.3.“O conquistador, para conservá-los, deve ter em mira duas regras: primeira, extinguir a linhagem do antigo príncipe; segunda, não modificar leis e impostos. Desse modo, em prazo brevíssimo, estará feita a união ao antigo Estado.”[p.15]
4.3.4. “Mas, quando se conquista, porém, província de língua, costumes e legislação diferentes, principiam então as dificuldades, fazendo-se necessário uma grandehabilidade e boa fortuna para mantê-la. Um dos modos mais eficazes é o príncipe ir habitá-la.”[p.16]
4.3.5. “Deve, ainda, quem se encontre à frente de uma província diferente, como foi dito, tornar-se chefe e defensor dos menos fortes, tratando de enfraquecer os poderosos e cuidando que em hipótese alguma ai penetre um forasteiro tão forte quanto ele. [...]”[p.18]
4.3.6. “Os Romanos, nas...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Fichamento do livro o Principe
  • Fichamento do livro "O príncipe"
  • Fichamento do livro O Principe
  • fichamento do livro O PRINCIPE
  • Fichamento do livro "o principe" de Maquiavel
  • Fichamento do livro o Principe
  • Fichamento do livro O principe
  • fichamento do livro "O PRINCIPE" de nicolau maquiavel

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!