Fichamento do cap. 1 a 4 de Histórias da teoria da comunicação

Páginas: 12 (2927 palavras) Publicado: 8 de abril de 2014
A comunicação foi e vem sendo ao longo dos anos uma das ferramentasfundamentais para a organização do trabalho coletivo no interior das fábricas. Os passos decisivos foram dados no período de evolução do capitalismo em países como Inglaterra e França. Nesta fase, a comunicação contribuiu não só com a organização do trabalho, mas também com estruturação dos espaços econômicos. François Quesnay(1694-17774) faz uma avaliação do momento econômico ao qual atravessa alguns países e uma análise do comportamento do homem diante da nova realidade. “Dessa figura geométrica em ziguezague, na qual seentrecruzam e justapõem linhas que indicam o comércio entre a terra e os homens, por um lado, e entre três classes que compõem a sociedade, por outro, obtém-se uma visão macroscópica de uma economia defluxos”. Esses fluxos são liberados durante a revolução de 1789, quando são tomadas medidas como adoção de sistema métrico, que ajudou “a acelerar a unificação do território nacional”. Anos depois, em 1793, surge o primeiro sistema quefacilitaria a comunicação à distância. Foi inaugurada a “internet” da época, ou seja, o telégrafo sendo criado para a comunicação entre os militares, tem-se situaçãosimilar a ocorrida no século XXI com a rede mundial de computadores, cujos ancestrais foram as “máquinas analíticas”.François Quesnay afirma que o sistema econômico é tão importante quanto ao sistema circulatório, pois deles dependem a sobrevivência do homem. O sistema circulatório é encarregado de carregar os nutrientes para todas as partes do corpo.Da mesma forma que as estradas, as ferroviassão canais responsáveis fazer circular as riquezas da sociedade e garantir a sobrevivência do homem.A revolução tecnológica é estudada junto com o comportamento do homem, oavanço do capitalismo e a comunicação. “Em estreita filiação ao pensamento dos engenheiros e obras públicas de então, o sistema orgânico concede um lugar estratégico à administração do sistema de vias de comunicação eaoestabelecimento de um sistema de crédito”.Para Herbert Spencer (1820-1903), o capitalismo, a comunicação e homem estão intimamente ligados. Chega-se a afirmar que “a divisão fisiológica do trabalho e o progresso do organismo caminham lado a lado”.O escritor Armand e Michele Mattelart avalia o extremo ocorrido entre a ordem biológica e a ordem social. “Do homogêneo ao heterogêneo, do simples ao complexo, daconcentração à diferenciação, a sociedade industrial encarna a sociedade orgânica. Uma sociedade-organismo cada vez mais coerente e integrada, onde as funções são cada vez mais definidas, e as partes cada vez mais independentes. Nesse sistema total, a comunicação é componente básico dos dois aparelhos orgânicos, o distribuidor e o regulador”. Os meios de comunicação, a sociedade e o progressocaminham juntos. Armand afirma que “raros são aqueles que resistem à ideologia tecnicista do progresso e que se preocupam com a prevalência da técnica sobre a organização social. Podemos perceber que a relação espaço/tempo e o homem é estudada há séculos.O escritor liberal Samuel Butler (1835-1902) já fazia este estudo. “Rompendo com uma visão instrumental das máquinas de medir e estrangular o espaço,eleimagina as lentas transformações que o desenvolvimento da racionalidadetécnica pode operar no homem, em seus modos de pensar e de sentir, em sua subjetividade”, afirma Armand. Segundo o historiador Fernand Braudel, o progresso só pode atingir a periferia por meio da irradiação de pelos valores do centro. Essas teorias puderam ser testadas no choque das culturas na era dos impérios (1875-1914) eencontraram seus principais artífices entre os etnólogos e geógrafos. Serão revitalizadas após a Segunda Guerra Mundial pela sociologia da modernização e sua concepção de “desenvolvimento”, na qual as mídias ocupam papel estratégico”.Por volta de 1835, o astrônomo e matemática belga Adolphe Quételet (1796-1874) funda a “física social”, ciência cuja unidade básica é o homem médio,equivalente ao...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Fichamento cap 4 historia da arte
  • Fichamento Cap 4 História da arte
  • Teoria da historia cap 1 a 3
  • Fichamento caps 1, 2, 3 e 4 pindyck
  • Teorias e técnicas de comunicação de massa, resenha cap 1
  • Fichamento Alexy- teoria discursiva do direito cap.1
  • Fichamento historia do pensamento economico cap 1 e 2
  • Fichamento: História do Pensamento Econômico (Cap 1)

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!