fernando pessoa

Páginas: 2 (410 palavras) Publicado: 27 de março de 2014
A temática é desenvolvida pela análise dialéctica e comparativa, entre o acto de pensar (humano) e o acto de florir (natural). Pessoa tenta, na comparação, estabelecer uma linha condutora entre oabsurdo de pensar perante o absurdo de florir - ambas as acções serão afinal naturais e semelhantes? Dizendo isto, Pessoa tira o conteúdo revolucionário do pensar e assemelha-o ao acto simples doflorir. Assim pensar, como florir, não tem um significa intrínseco, uma finalidade lógica superior. Pensar é, como florir, uma acção sem significado além do significado que encerra em si mesma -esgota-se portanto no seu próprio acto, não tem um seguimento e uma conclusão e ai resido o seu absurdo.
 A mudança entre o tom interrogativo (1ª estrofe) e exclamativo (2ª estrofe), que passa depois paraum tom declarativo é de simples análise. É claro que Pessoa tenta nas duas primeiras estrofes estabelecer a sua comparação - a linha condutora, pelas evidências e semelhantes entre pensar e florir.Por isso ele primeiro interroga e depois afirma para si mesmo a realidade. As restantes estrofes são já produto de uma conclusão do poeta - são, à sua maneira, um acto de pensar que também se extingueem si mesmo e em que "se pensa o pensamento". Por isso o tom declarativo, final, de conclusão, que dá lógica continuação às duas primeiras estrofes.
 O significado da quarta estrofe é quanto a nós oseguinte: para reforçar a sua ideia que o pensar, tal como o florir, é um acto absurdo, sem final definitivo, Pessoa recorre a uma imagem forte - o espezinhar da flor pelos pés de alguém é o mesmoque acontece com o pensar. Ou seja, quem pensa (Pessoa ele mesmo) é esmagado pela vida, porque a vida não é para aqueles que pensam, é precisamente para aqueles que ignoram o pensamento e apenasvivem. Pensar é sofrer. Todas as análises e conclusões são infrutíferas, porque no final são espezinhadas pelo destino, pelos deuses.
 
Identidade perdida
Consciência do absurdo da existência
Tensão...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • fernando pessoa
  • Fernando pessoa
  • Fernando pessoa
  • fernando pessoa
  • Fernando Pessoa
  • Fernando Pessoa
  • fernando pessoa
  • Fernando pessoa

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!