Fernão lopes - literatura i

Páginas: 5 (1107 palavras) Publicado: 25 de novembro de 2011
Fernão Lopes

Do ponto de vista da forma, o seu estilo representa uma literatura de expressão oral e de raiz popular. Ele próprio diz que nas suas páginas não se encontra a formosura das palavras, mas a nudez da verdade. Era um autodidata. Foi um dos legítimos representantes do saber popular, mas já no seu tempo um novo tipo de saber começava a surgir: de cunho erudito-acadêmico, humanista,classicizante.
Biografia
Cronista histórico lusitano nascido em Lisboa, Portugal, considerado precursor dos modernos métodos historiográficos e criador da prosa ensaística de língua portuguesa. De uma família de camponeses, teria freqüentado a Escola Catedral de Lisboa. Notabilizou-se quando trabalhou (1418-1454) como Guarda-Mor das escrituras da torre do Tombo, em Lisboa, no reinado de D. João I,quando também foi escrivão dos livros do rei e do infante e, depois, tabelião para todo o reino e senhoria da coroa. Por ordem do infante D. Duarte, começou (1419) a redigir a Crónica dos Sete Primeiros Reis de Portugal, uma obra dividida em três etapas que iam desde o século XIV até seu tempo e que restam poucos manuscritos incompletos e três volumes integralmente preservados: Crônicas del-rei D.Pedro, Crônica del-rei D. João I e Crônica del-rei D. Fernando. Ao subir ao trono, D. Duarte, concedeu-lhe uma tença de 14 000 réis anuais uma carta de nobreza como reconhecimento pelos seus méritos e o título vassalo de el-rei (1434). Devido a idade avançada teve que deixar seu trabalho na Torre do Tombo (1454) e ser substituído no cargo de guardador das escrituras do Tombo por Gomes Eanes deZurara, e morreu presumivelmente em Lisboa. Em sua obra descreveu com brilhantismo todos os acontecimentos, especialmente bélicos, políticos, econômicos e sociais, valorizando as fontes documentais e dados obtidos com testemunhas de comprovada fidedignidade. Procurou identificar as causas dos acontecimentos e explicá-los do ponto de vista político e econômico, o que o levou até criticar os reis aque servia e mostrar-se simpático às classes subalternas. Criou a prosa literária da língua portuguesa em sua modalidade ensaística e factual, a concepção popular da história, marcada sobretudo pela imparcialidade que se esforçou por manter.
Durante este longo período de atividade, Fernão Lopes atravessou os reinados de D. João I, D. Duarte, o governo de D. Pedro, e parte do reinado de D. AfonsoV. Conheceu muitas alterações políticas e sociais. Ao rei eleito e popular, D. João I, viu suceder um rei mais dominado pela aristocracia, D. Duarte; viu crescer o poder feudal dos filhos de D. João I, e com ele o predomínio da nobreza, que saíra gravemente abalada da crise da independência. Assistiu à guerra civil subsequente à morte de D. Duarte, à insurreição de Lisboa contra a rainha viúva D.Leonor, e à eleição do infante D. Pedro por esta cidade, e em seguida pelas cortes, para o cargo de Defensor e Regedor do Reino, em circunstâncias muito parecidas com as que tinham levado o mestre de Avis ao mesmo cargo e seguidamente ao trono em 1383-1385. Assistiu depois à reação do partido da nobreza, à queda do infante D. Pedro, à sua morte na sangrenta batalha de Alfarrobeira, à perseguição edispersão dos seus partidários, ao triunfo definitivo da nobreza, no reinado. Foi testemunha do início da expansão ultramarina e teve a sua quota parte no desastre militar de Tânger, por causa da morte de seu filho médico do infante D. Fernando, que veio a morrer em cativeiro, em Marrocos.
Fernão Lopes viveu uma das épocas mais perturbadas da história de Portugal, cheia de ensinamentos para ohistoriador. A carreira de Fernão Lopes como historiador é provavelmente a mais longa do que há pouco se supôs, pois é provável que já em 1419 realizasse por encargo do então infante D. Duarte a compilação e redação de uma crônica geral do reino de Portugal. Só em 1434, porém, aparece oficialmente encarregado pelo rei D. Duarte de relatar as histórias dos reis anteriores e os feitos do rei D. João...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Fernao lopes
  • Fernão Lopes
  • fernão lopes
  • Crônica de Fernão Lopes
  • A Obra de Fernão Lopes
  • Crônica de Fernão Lopes
  • Biografia Fernão Lopes
  • Temática: Fernão Lopes: o “pai da História”

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!