felicidade e mal estar na civilização

Páginas: 36 (8878 palavras) Publicado: 18 de outubro de 2014
FELICIDADE E MAL-ESTAR NA CIVILIZAÇÃO
(Happiness and Discontents in the Civilization)
Jaqueline Feltrin Inada1

Resumo:

Palavras-chave:
Abstract:

Keywords:

Este artigo apresenta o conceito de felicidade em Freud tendo em vista
o funcionamento do psiquismo humano e as exigências impostas pela
civilização. Na acepção freudiana, felicidade trata-se da realização do
programa doprincípio de prazer, ou seja, obter prazer e evitar
desprazer. Freud mostra que este programa é irrealizável por
limitações não só culturais, como também psíquicas. O psiquismo está
constituído de tal forma que almeja o estado zero de tensão e a cultura,
para preservar a vida em comunidade, limita a realização das pulsões,
acarretando sofrimento ao homem. Assim sendo, Freud constata que afelicidade é uma meta inalcançável. Entretanto, afirma que o homem
pode obter alguma satisfação através de determinadas técnicas
fornecidas pela civilização.
Felicidade. Psiquismo. Prazer. Desprazer. Civilização. Freud.
This article shows that the concept of happiness, according to Freud, is
focused on the work of human psyche and the requirements
commanded by civilization. In the Freudian sense,happiness is the
accomplishment of the principle of pleasure program which is simply to
get pleasure and avoid displeasure. Freud shows that this program is
unachievable because of not only cultural limitations, but also of mental
restrictions. The psyche is constituted in such a way that it aims at zero
state of tension and the culture restricts the performance of drives,
occasioningsuffering to human beings in order to preserve life in
community. Therefore, Freud thinks that happiness is an unachievable
target. However, he affirms that the human being can obtain some
satisfaction through certain techniques provided by civilization.
Happiness. Psyche . Pleasure. Displeasure. Civilization. Freud.

Introdução
Freud é um autor que, embora não tenha escrito textos especificamentesobre a
felicidade, contribuiu para a compreensão deste conceito mediante a construção de um
campo de reflexão da existência humana empreendida em O mal-estar na civilização.
Longe de pensar a felicidade apenas a partir do ponto de vista psicológico, Freud
desenvolveu reflexões que contemplam as exigências impostas pela civilização. Com
estas reflexões, formulou um conceito peculiar defelicidade e, por fim, concluiu que
psiquismo e civilização estão constituídos de tal forma que tornam a meta da felicidade
inalcançável.
Neste artigo, pretendemos compreender o conceito de felicidade em Freud e
mostrar de que modo a psicanálise o concebe como um objetivo humano irrealizável do
ponto de vista do funcionamento psíquico e das exigências culturais. Para tanto,
dividimos o artigo daseguinte maneira: primeiramente apresentamos o conceito de
felicidade para, posteriormente, abordá-lo tendo em vista os dois pontos de vista
supracitados.
O conceito de felicidade a partir de Freud

75 | Felicidade e Mal-Estar na Civilização – Jaqueline Feltrin Inada

Para introduzir o tema da felicidade em O mal-estar na civilização, Freud toma
como ponto de partida a investigação dopropósito da vida com base no comportamento
dos homens. Ele afirma que estes se esforçam para alcançar e preservar um estado feliz.
Embora único, tal propósito comporta dois vieses que são definidos de acordo com a
meta almejada. A aspiração à felicidade, portanto, “[...] tem dois lados: uma meta
positiva e uma negativa: por uma parte, [os homens] querem a ausência de dor e de
desprazer; poroutra, vivenciar intensos sentimentos de prazer”.2
Entretanto, Freud afirma: “O que em sentido estrito se chama „felicidade‟
corresponde à satisfação mais repentina de necessidades retidas com alto grau de êxtase
e, por sua própria natureza, somente é possível como um fenômeno episódico”.3 O
tempo, neste sentido, é uma limitação fundamental. Isto porque,
Se uma situação desejada pelo princípio...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O mal estar na civilização
  • Mal-estar na civilização
  • Fichamento "o mal-estar na civilização"
  • o mal estar na civilização
  • O mal-estar na Civilização
  • O mal estar na civilização
  • O MAL ESTAR NA CIVILIZAÇÃO
  • O mal estar na civilizaçao

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!