Febre do leite

Páginas: 5 (1236 palavras) Publicado: 7 de agosto de 2013
A Febre do Leite deve ser tratada nos estágios iniciais
A Febre do Leite (Paresia Puerperal) é uma doença metabólica de ocorrência comum em
vacas leiteiras adultas no período pós-parto e se caracteriza por uma redução significativa
nos níveis de cálcio no sangue, fraqueza muscular generalizada, colapso circulatório e
depressão da consciência. Esta queda nos níveis de cálcio nos líquidoscorporais ocorre em
todas as vacas no momento do parto devido à formação do colostro e ao aparecimento da
lactação, mas as vacas que desenvolvem a doença de forma clínica apresentam uma queda
mais acentuada. A grande maioria dos casos de Febre do Leite ocorre dentro de 48 horas,
mas o período crítico estende-se até o 10º dia após o parto.
Clinicamente, a doença possui três estágios: no primeirodeles, a vaca apresenta contrações
musculares involuntárias e freqüentes (tetania), com tremores na cabeça e membros, pouca
movimentação e ausência de ingestão de alimentos. Pode haver agitação da cabeça,
protrusão da língua e ranger de dentes. Os membros posteriores ficam rígidos sendo comum
o animal cair no chão. Antes de apresentar estes sintomas clínicos os animais geralmente
passam por umestágio preliminar que pode durar várias horas, aonde se percebe: anorexia,
e fezes escassas, mas sem alteração da temperatura corporal e da freqüência cardíaca e
respiratória.
No segundo estágio, a vaca fica deitada com o peito no chão (decúbito esternal) e
geralmente com o pescoço voltado para o flanco. O animal fica deprimido e sonolento, o
focinho seco e a pele e as extremidades ficamfrias. As pupilas ficam dilatadas e os olhos
secos e fixos. O reflexo pupilar à luz fica incompleto ou ausente. Há um aumento na
freqüência cardíaca. O pulso fica fraco e ocorre a paralisia ruminal e constipação.
No terceiro e último estágio, a vaca fica em decúbito lateral, quase em coma e não
consegue permanecer em decúbito esternal. A depressão da temperatura e os sintomas
circulatórios sãomais acentuados. Dificilmente o pulso pode ser palpado e as bulhas
cardíacas são quase inaudíveis. A temperatura do corpo apresenta-se reduzida e o caso
tende a evoluir para o timpanismo.
Sem tratamento, raramente o animal recupera-se sozinho. A maioria dos casos tende a
agravar-se rapidamente e, entre 12 e 24 horas após os primeiros sintomas, o animal morre
devido à parada respiratória oudurante uma convulsão. Todos os esforços devem ser feitos
no sentido de tratar as vacas doentes o mais cedo possível, após o aparecimento dos
primeiros sintomas. O tratamento durante o 1º estágio é o ideal para evitar que ocorra uma
redução mais acentuada da produção de leite, além de evitar a ocorrência de complicações
comuns como a aspiração de conteúdo ruminal seguida de pneumonia.
A Febre doLeite é facilmente tratada através da aplicação intravenosa de soluções de
cálcio, sendo que o borogluconato de cálcio é o mais indicado devido a sua ação rápida. O
uso de soro energético, composto de nutrientes como vitaminas, sais minerais e dextrose,
auxilia na hidratação e recuperação do anima l.

Juntamente com a Cetose, a Retenção de Placenta, o Deslocamento de Abomaso, e o
Edema deÚbere, a Febre do Leite compõe o grupo de doenças do pós-parto. Todas estas
patologias estão, de certa forma, associadas à Febre do Leite, ou seja, basta que esta ocorra
para que o animal tenha a sua susceptibilidade aumentada para as demais doenças. Dados
de pesquisa da Universidade de Cornell, EUA, mostram que vacas que apresentam Febre
do Leite são 23,6 vezes mais propensas a desenvolverproblemas de Cetose e 4 vezes mais
propensas a apresentar a Retenção de Placenta.
A incidência média esperada da Febre do Leite é de 5 a 6%, contudo estima-se que cerca de
50% das vacas apresentem uma hipocalcemia subclínica após o parto. A hipocalcemia
subclínica é tão prejudicial quanto a forma clínica, pois também aumenta a susceptibilidade
da vaca às demais doenças do pós-parto.
Por...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Febre
  • Febre
  • a febre
  • febre
  • febre
  • leite
  • Febre Entérica (Febre Tifóide)
  • leite

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!