FEBRE COMO QUANDO E POR QU

Páginas: 18 (4445 palavras) Publicado: 5 de junho de 2015
Residência Pediátrica 2011;1(2):31-6.

RESIDÊNCIA PEDIÁTRICA
PONTO DE VISTA

Uso de antitérmicos: quando, como e por quê*
Use of antipyretics: when, how and why

Danilo Blank

Palavras-chave:
antipirético;
febre;
febrefobia.

Resumo

Keywords:
antipyretic;
fever;
fever phobia.

Abstract

Objetivo: Atualização de conhecimentos sobre tratamento da febre em pediatria. Fontes dos dados: Revisãonão-sistemática de MEDLINE, SciELO e Google Scholar, com os termos fever, feverphobia, antipyretic e de listas
de referências dos artigos encontrados, capítulos de livro e artigos clássicos. Síntese dos dados e conclusões:
Febre é a elevação da temperatura corpórea acima da variação diária normal; uma resposta fisiológica complexa
à doença, caracterizada por uma elevação regulada da temperatura centraldo corpo e ativação de sistemas
imunológicos; tem baixa probabilidade de causar danos e pode ser benéfica. Há evidências de que a supressão
medicamentosa da febre, vista como resposta adaptativa evoluída a infecções, provavelmente aumentaria sua
morbidade. Os pais precisam ser bem orientados sobre os objetivos principais em caso de febre: reconhecer sinais
de doenças potencialmente graves,melhorar o conforto da criança e manter um estado adequado de hidratação.
Não há estudos em humanos que tenham demonstrado de modo convincente que o uso de antipiréticos em
infecções comuns virais ou bacterianas traga riscos clinicamente relevantes. Drogas antipiréticas não previnem
convulsões febris, devem ser reservadas para crianças com desconforto físico, com temperatura acima de 38,2°C,
e devemsempre ser usadas em regime de monoterapia, não superpondo ou intercalando drogas diferentes. As
maiores críticas aos regimes de drogas combinadas apontam as diferenças clinicamente desprezíveis e o risco
nefrotoxicidade e de erros de dosagem por confusão dos cuidadores.

Objective: Knowledge update on fever treatment in pediatrics. Sources of data: Non-systematic review of
MEDLINE, SciELO and GoogleScholar databases, using the terms fever, fever phobia, antipyretic, and reference
lists of articles found, book chapters and classic articles. Summary of the findings and conclusions: Fever is the
elevation of body temperature above the normal daily variation; a complex physiologic response to disease,
which is characterized by the regulated rise in core body temperature and activation of immunesystems; it has
low probability of causing damage, and may be beneficial. There is evidence that using drugs to suppress fever,
looked at as an evolved adaptive response to infections, would probably raise morbidity. Parents must be counseled on the main objectives when facing fever: to recognize signs of potentially severe diseases, to improve the
child’s well-being, and to maintain adequatehydration. No study in humans has convincingly shown that the use
of antipyretics in common viral or bacterial infections will bring clinically relevant risks. Antipyretic drugs do not
prevent febrile convulsions, must be reserved for children with physical discomfort, with body temperature above
38.2°C, and must always be used in monotherapy regimen, without superimposing or alternating differentdrugs.
The main criticism to combining drug regimens point up the clinically negligible differences as well as the risk of
nephrotoxicity e dosing errors caused by caregivers’ confusion.

Professor associado do Departamento de Pediatria e Puericultura da Faculdade de Medicina da UFRGS.
Correspondência: Danilo Blank
Rua Gen. Jacinto Osório 150/201 - Porto Alegre, RS.
Tel: 55-51-3019-0092. Fax:55-51-3331-7435. E-mail: blank@ufrgs.br
*Este artigo é uma adaptação autorizada da seguinte publicação: Blank D. Uso de antitérmicos: quando e como. Rev Amrigs. 2011;55(2supl):12-16.

Residência Pediátrica 1 (2) maio/agosto 2011

31

a07 - Uso de antitérmicos quando, como e por quê.indd 31

24/08/2011 08:16:28

COLOCANDO OS PONTOS NOS IS NAS CONSULTAS
DE PUERICULTURA

“Febre é o instrumento da...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Febre
  • Febre
  • a febre
  • febre
  • febre
  • Febre Entérica (Febre Tifóide)
  • Febre Maculosa
  • Febre e hipertermia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!