FATORES DETERMINANTES DO BAIXO PESO EM RECÉM-NASCIDOS.

Páginas: 6 (1391 palavras) Publicado: 13 de novembro de 2013
FATORES DETERMINANTES DO BAIXO PESO EM RECÉM-NASCIDOS.
Palavras-chave: Fatores de Risco, Recém-Nascidos, Baixo Peso.

Resumo
Vários fatores estão associados com a incidência de recém–nascidos (RN) com baixo peso, entre eles, encontra-se o estado nutricional da gestante. A condição nutricional materna é considerada um determinante direto para o baixo peso ao nascer (BPN). Sendo que, fatoresmaternos, como as questões socioeconômicas, o nível de escolaridade baixa, a ausência em consultas de pré-natal, o uso de drogas e doenças associadas, ocasionam ao recém-nato o baixo peso. Por outro lado, o aleitamento materno parece ter efeito protetor, sendo considerado um alimento essencial para recém-nascido, isso se deve ao seu conteúdo de nutrientes que demonstram efeitos benéficos aodesenvolvimento e crescimento, o qual deve ser ofertado exclusivamente e em livre demanda até os seis meses de idade da criança.

Introdução

O nascimento de crianças de baixo peso constitui um dos grandes desafios aos serviços de saúde pública, apesar dos grandes avanços na área de cuidados com o recém-nascido de risco (TIAGO; VIEIRA, 2008).
Uma das principais causas de mortalidade infantil se deveao alto índice de recém-nascidos com baixo peso, apontando uma estatística preocupante em âmbito mundial (MAHAN; ESCOTT-STUMP, 2005). No ano de 2010 em um total de 115.241 partos realizados a termo no Brasil 4,37% eram nascidos vivos com baixo peso, destacando-se o estado do Piauí com alta taxa de prevalência com 5,46% de 46.880 partos realizados a termo (DATASUS, 2010). Em 2011 de 4.105 nascidosvivos na cidade de Guarapuava/Pr, 261 nasceram com peso entre 1,500 a 2,499g, 32 nascidos vivos com peso entre 1,000 a 1,499g, 18 nascidos vivos com peso entre 500 a 999g e 3 nascidos vivos com menos de 500g (DATASUS, 2011).
O crescimento fetal é influenciado principalmente pelo estado nutricional da gestante, sendo que as deficiências de micro e macro nutrientes, bem como vitaminas e mineraisfavorecem o baixo peso ao nascer (EUCLYDES, 2000).
Deve- se levar em conta também a influência de outros fatores, como genéticos, biológicos e ambientais e também ao desenvolvimento placentário e sua capacidade funcional (MELO 2007).
Segundo Malveira (2006) todos os neonatos de muito baixo peso são considerados de risco e consequentemente há um aumento nos índices de morbi-mortalidade. Uma vezque a idade, a escolaridade materna e a assistência pré-natal são fatores inter-relacionados na causa de nascimento prematuro. Recém-nascidos com baixo peso apresentam maior morbidade ao longo da vida, com risco aumentado de distúrbios metabólicos, déficits neurológicos e menor capacidade cognitiva, além de demandarem maiores custos hospitalares (TIAGO; VIEIRA, 2008).

Materiais e métodos

Parase realizar este trabalho de revisão utilizaram-se embasamentos teóricos na literatura e em artigos indexados nas bases de dados eletrônicos, Medline, Bireme e Scielo. Os descritores utilizados: “fatores de risco”, “recém-nascidos”, “baixo peso”, “fatores determinantes”, isolados ou sob a forma combinada e na língua portuguesa.

Resultados e Discussão

É considerado baixo peso todo aquelerecém-nascido com peso inferior a 2.500g, seja pré-termo, a termo, ou pós-termo (MALVEIRA, 2006). Os RNs com baixo peso ao nascer, apresentam maior predisposição para mortalidade nas primeiras semanas de vida e, além disso, os problemas mentais, orgânicos e neurológicos que aparecem na idade adulta são mais graves que nas crianças nascidas com peso adequado. Ainda, o RN de baixo peso ao nascer podeapresentar problemas com alimentação, como por exemplo, o reflexo de sucção débil. (PAULA; CAPELLI, 2010).
As características registradas evidenciam alguns fatores determinantes do BPN, sendo semelhantes na maioria dos casos. Dentre os fatores o principal evidenciado é a condição de pobreza, que por sua vez ocasiona uma restrição a compras de determinados alimentos necessários no aporte...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Intervenção da Terapia Ocupacional com recém-nascidos de baixo peso
  • Betametasona versus dexametasona para a prevenção da morbidade nos recém-nascidos de muito baixo peso
  • Método mãe canguru e suas associações nos benefícios dos recém-nascidos baixo peso
  • ’’Estudo de caso: peso dos recém-nascidos nos Estados Unidos
  • O MÉTODO MÃE CANGURU COMO ESTRATÉGIA DE HUMANIZAÇÃO E QUALIDADE DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO RECÉM-NASCIDO BAIXO PESO
  • O MÉTODO MÃE CANGURU COMO ESTRATÉGIA DE HUMANIZAÇÃO E QUALIDADE DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO RECÉM-NASCIDO BAIXO...
  • Recem nascido
  • Recem nascido

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!