Fascíola hepatica

Páginas: 6 (1323 palavras) Publicado: 10 de novembro de 2012
Objetivo

Este trabalho teve por objetivo desenvolver uma revisão sobre a Fascíola Hepática que aborda os aspectos etiológicos, epidemiológicos, clínicos e profiláticos da doença.



Introdução

A Fasciolose é uma enfermidade de grande importância veterinária por causar elevadas perdas econômicas, devido à condenação de grande número de fígados e carcaças de animais nosmatadouros além da queda na produção e na qualidade do leite, perda de peso dos animais, queda na fertilidade, atraso no crescimento, e, ocasionando em alguns casos até mortalidade. Trata-se de uma parasitose causada pela Fascíola hepática, que raramente é responsável por doenças em seres humanos, e acomete o fígado e as vias biliares de muitas espécies animais domésticos e selvagens.  Éum verme achatado, trematódeo da família dos fasciolídeos, filo Platyhelminthes. Tal verme apresenta corpo de coloração avermelhada (acinzentada na porção anterior), foliáceo, achatado, com ventosa ventral e oral pequena e faringe bem desenvolvida. Tradicionalmente, a fasciolose tem sido diagnosticada nas espécies bovina, caprina, ovina e equina nas regiões Sul e Sudeste do Brasil, contudo, outrasáreas de ocorrência têm sido relatadas. Além disso, a fasciolose é uma zoonose, sendo o homem um hospedeiro acidental do parasito, demonstrando o mesmo, um quadro clínico normalmente grave quando parasitado.




Habitat

A Fascíola hepática fica dentro da vesícula e de canais biliares mais calibrosos. No homem, que não é seu hospedeiro habitual, encontram-se nas vias biliares, alvéolospulmonares e esporadicamente em outros locais.
Ciclo de vida


Os adultos presentes nos canais biliares do homem e animais herbívoros põem ovos que são carregados através do canal colédoco e são eliminados com as fezes. Em ambiente aquático os ovos libertam o miracídio entre 9 a 25 dias. Este nada livre na água procurando um caracol ou caramujo de água doce, do gênero Lymnaea, no qualpenetra, alojando-se nos seus tecidos e transformando-se em esporocistos, no interior dos quais são formadas às rédeas, que realizam um processo de multiplicação assexuada neste hospedeiro intermediário. No interior das rédeas são formadas as larvas cercárias que abandonam o hospedeiro intermediário e, na água, vão se encistar sobre a superfície de plantas aquáticas, sendo então conhecidas comometacercárias. Essas metacercárias são ingeridas pelos animais herbívoros junto com as plantas. No caso do homem, o vegetal ingerido é o agrião. No tubo digestivo as metacercárias se desencistam e perfuram a mucosa do intestino e migram pelo líquido peritoneal para o fígado, perfuram a cápsula hepática -Cápsula de Gllisson- migram através do parênquima hepático onde permanecem por cerca de doismeses, crescendo. Após esse período alojam-se nos canais biliares, onde atingem a maturidade sexual, tornado-se adultos. Como são hermafroditas, podem fazer autofecundação, iniciando-se novo ciclo com a postura de ovos por cada indivíduo, ovos esses que são levados ao ambiente externo ao hospedeiro através da peristalse, com as fezes.
Esporocistos - são formas semelhantes a um saco contendocélulas germinativas; rédeas - são formas que já possuem boca, esboço de tubo digetório, células germinativas e cercárias.






Sintomas

Em grande parte dos infectados a doença é assintomática. Em outros, produz sintomas e sinais como febre, tremores, dor na zona do fígado (quadrante superior direito, junto às costelas), vômitos, hepatomegalia, e eosinofilia (aumento nos leucócitos quecombatem os parasitas: eosinófilos). Se existirem muitos ou por períodos prolongados pode surgir sintomas de obstrução dos canais biliares e de hepatite como icterícia (pele e conjuntiva do olho amarelas), diarreia ou anemia. Os parasitas podem também por vezes produzir áreas de necrose no fígado.
A fasciolose consiste em infecção inicial do fígado, com formação de lesões necróticas e...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • fasciola hepatica
  • Fasciola Hepatica
  • Fasciola
  • Fascíola
  • Cirrose Hepática
  • Funçao hepatica
  • Cirrose hepática
  • Esteatose hepática

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!