exclusão

Páginas: 9 (2071 palavras) Publicado: 18 de julho de 2013
FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS (SAPIENS)
MESTRADO EM DOCÊNCIA DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA






ANTONIO WILSON PEIXOTO DA SILVA




RELATÓRIO:
SITUAÇÃO DE EXCLUSÃO EM UMA ESCOLA.









JUCURUTU
06/2013
ANTONIO WILSON PEIXOTO DA SILVA






RELATÓRIO:
SITUAÇÃO DE EXCLUSÃO EM UMA ESCOLA.Atividade acadêmica apresentada à Professora e Mestre Antônia de Araújo Farias como requisito para obtenção de nota na disciplina de Educação Inclusiva do curso de Mestrado em Docência da Educação Brasileira.







JUCURUTU
06/2013
























“Vocês riem-se de mim por eu ser diferente, e eu rio-me de vocês por serem todos iguais”.Bob Marley.


1. INTRODUÇÃO
O presente estudo tem como enfoque principal a observação de um exemplo de exclusão em uma escola pública a fim de descobrirmos as causas e as consequências desse problema social para a família, a escola e a sociedade.
Como esse não é um tema isolado, iniciamos o trabalho definindo o significado e a origem do termo exclusão,e destacando alguns pontos sobre a exclusão no nosso país e consequentemente seus males para o século em que vivemos; bem como, a necessidade que essa dificuldade exige de todos nós uma tomada de atitude drástica e urgente.
2. DEFINIÇÃO
Exclusão social refere-se a dificuldades ou problemas sociais que levam ao isolamento e até à discriminação de um determinado grupo de uma determinada sociedade.Estes grupos excluídos ou, que sofrem de exclusão social, precisam assim de uma estratégia ou política de inserção de modo a que se possam integrar e ser aceitos pela sociedade que os rodeia.
O termo exclusão social teve origem na França e, no modo francês de classificação social, neste caso, especificamente relacionado com pessoas ou grupos desfavorecidos. O sociólogo francês Robert Castel(1990), definiu a exclusão social como o ponto máximo atingível no decurso da marginalização, sendo este, um processo no qual o indivíduo se vai progressivamente afastando da sociedade através de rupturas consecutivas com a mesma.
A pobreza pode, por exemplo, levar a uma situação de exclusão social, no entanto, não é obrigatório que estes dois conceitos estejam intimamente ligados. Um trabalhador deuma classe social baixa pode ser pobre e estar integrado na sua classe e comunidade. Deste modo, fatores/estados como a pobreza, o desemprego ou emprego precário, as minorias étnicas e ou culturais, os deficientes físicos e mentais, os sem-abrigo, trabalhadores informais e os idosos podem originar grupos excluídos socialmente, mas, não é obrigatório que o sejam.
Existem diversos tipos deexclusões sociais, Alfredo Bruto da Costa (2009) referiu que exclusões sociais deveriam ser definidas conforme as causas que apresentavam e os efeitos que exigiam. Nesta perspectiva, o autor categorizou as exclusões sociais de cinco modos:
A exclusão de ordem econômica;
Social;
Cultural;
Patológica;
Comportamentos autodestrutivos.
“A exclusão escolar manifesta-se das mais diversas e perversasmaneiras, e quase sempre o que está em jogo é a ignorância do aluno, diante dos padrões de cientificidade do saber escolar. Ocorre que a escola se democratizou abrindo-se a novos grupos sociais, mas não aos novos conhecimentos. Exclui, então, os que ignoram o conhecimento que ela valoriza e, assim, entende que a democratização é massificação de ensino, e não cria a possibilidade de diálogo entrediferentes lugares epistemológicos, não se abre a novos conhecimentos que não couberam, até então, dentro dela”. (Mantoan, 2003, p. 12).


3. DADOS BRASILEIROS
O Brasil tem 38,58 milhões de crianças e adolescentes fora da escola, segundo relatório do Fundo das Nações Unidas para a Infância e Adolescência (UNICEF) divulgado em São Paulo e Brasília. O número de crianças e jovens sem acesso à escola é...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • exclusaõ
  • exclusão
  • Exclusão
  • Exclusão
  • Exclusao
  • Exclusão
  • Exclusão
  • Exclusao

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!