Evolução da engenharia de segurança

Páginas: 19 (4521 palavras) Publicado: 2 de outubro de 2012
EVOLUÇÃO HISTÓRICA DA ENGENHARIA DE SEGURANÇA

ESTUDOS DE H.W. HEINRICH E R.P. BLAKE -

(Idéia de acidentes com danos à propriedade - acidentes sem lesão)Foram os primeiros a apontar que apenas a reparação de danos não era suficiente e sima necessidade de ações tão ou mais importantes, que além de assegurar o risco de acidentes(pela abordagem tradicional acidente = lesão) tendessem aprevení-los.Heinrich pertencia a uma companhia de seguros dos Estados Unidos e em 1926, a partir da análise de acidentes do trabalho liquidados por sua companhia, iniciou umainvestigação nas empresas em que os acidentes haviam ocorrido, tentando obter informaçõessobre os gastos adicionais que as mesmas haviam tido, além das indenizações pagas peloseguro. Os dados refletiam a média da indústria americana,não sendo sua intenção, noentanto, generalizar esta estimativa para todos os casos de levantamento de custos deacidentes nas empresas.Desta forma, Heinrich chamou de

custos diretos

os gastos da companhia seguradoracom a liquidação de acidentes, e de

custos indiretos

as perdas sofridas pelas empresas emtermos de danos materiais e de interferências na produção. Com relação a estes custos,em1931 Heinich revelou em sua pesquisa a relação 4:1 (custos indiretos : custos diretos) entre oscustos dos acidentes, ou seja, os custos indiretos eram cerca de 4 vezes maiores do que oscustos diretos, para a indústria como um todo.De acordo com DE CICCO (1984) a consistência e o significado da proporção de 4 para 1 são extremamente fracos, e o fato de não ter sido utilizado nenhum modelopadronizado para o cálculo dos referidos custos torna o emprego desta proporção totalmenteinviável, além do que, a necessidade da realização de estudos específicos e da nãogeneralização deriva também do fato de que esta relação poder variar de 2,3:1 até 100:1, nãosendo objetivo do autor aplicar tal proporção em casos individuais e específicos.Em 1947, a partir dos estudos de outro norte-americanoR.H.Simonds

apud

DECICCO (1984), os termos custo direto e custo indireto de Heinrich foram substituídos,respectivamente, por custo segurado e custo não segurado. O método proposto por Simonds, para o cálculo dos custos de acidentes, enfatiza a realização de estudos-piloto em cadaempresa, dos custos associados a quatro tipos básicos de acidentes: lesões incapacitantes,casos de assistência médica,casos de primeiros socorros e acidentes sem lesão.Foi Heinrich quem introduziu pela primeira vez a idéia de acidentes sem lesão, ouseja, os acidentes com danos a propriedade. Sob este enfoque são considerados todos aquelesacidentes que, de uma forma ou de outra, comprometem o andamento normal de umaatividade, provocando danos materiais.As proporções obtidas entre os diversos tipos de acidentes: comlesão incapacitante,com lesões não incapacitantes e acidentes sem lesão, obtidos pelos estudos de Heinrich, sãoos representados na figura 1.De acordo com a pirâmide de Heinrich observa-se que para 1 acidente com lesãoincapacitante, correspondiam 29 acidentes com lesões menores e outros 300 acidentes semlesão. Esta grande parcela de acidentes sem lesão não vinha sendo considerada, até então,emnenhum aspecto, nem no financeiro e nem no que tange aos riscos potenciais que implica à

saúde e vida do trabalhador caso algum fator contribuinte (ato ou condição insegura) ostransformassem em acidentes com perigo de lesão.Figura 1. – Pirâmide de Heinrich (1931)Heinrich

apud

HEMÉRITAS (1981), em sua obra "Industrial Accident Prevention",aponta que os acidentes de trabalho, com ou sem lesão,são devidos à personalidade dotrabalhador, à prática de atos inseguros e à existência de condições inseguras nos locais detrabalho. Supõe-se, desta forma, que as medidas preventivas devem ater-se ao controle destestrês fatores causais. Neste ponto, pode-se ter uma idéia da importância e do não esquecimentodos mecanismos tradicionais, pois o reconhecimento e identificação das causas podem ser...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Evolução histórica da engenharia de segurança
  • Evolução da Engenharia
  • Engenharia de segurança
  • Engenharia de segurança
  • engenharia de segurança
  • Engenharia de segurança
  • Engenharia de seguranca
  • Engenharia de Segurança

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!