Eutanásia

Páginas: 33 (8210 palavras) Publicado: 4 de abril de 2012
1 - Primeiro Relato de Eutanásia:

A eutanásia é um assunto bem antigo, um exemplo é no segundo livro de
Samuel na bíblia.
É dentro do cristianismo que encontramos o que seria o primeiro relato da eutanásia da história: a morte do rei Saul, de Israel, que, ferido na batalha, se lançara sobre a sua espada, sem morrer, quando solicitou que um amalicita lhe tirasse a vida. (Bíblia, Samuel,capítulo 31, versículos 1 à 13).

1.2 - Definição da Palavra Eutanásia:

Vem do grego “eu” que significa “bom” e “thanatos” que significa “morte” quer dizer “boa morte”.

1.3 - Tipos de Eutanásia.

- Eutanásia ativa voluntaria que é quando se mata voluntariamente a pedido do paciente.
- Eutanásia ativa não voluntaria que é quando se mata um paciente que esta em coma irreversível ou seencontra em estado vegetativo persistente, e o paciente não tem como expressar o seu desejo.
- Eutanásia ativa involuntária que é quando se mata ativamente um paciente que teve um desejo contrario, dizendo que isso é para seu beneficio.
- Eutanásia passiva voluntaria é quando deixa morrer alguém a seu pedido.
- Eutanásia passiva não voluntaria quando deixa morrer alguém que não teve aoportunidade de expressar o seu desejo, pois encontra se em estado vegetativo ou em coma irreversível.
- Eutanásia passiva involuntária quando deixa morrer alguém que não queria morrer, mesmo que para seu beneficio.

1.4 - Um breve resumo do que os outros membros do grupo vão se aprofundar em suas partes do trabalho:

Principio da Simetria Moral: Matar ou Deixar Morrer:Há quem procure na diferença moral entre matar e deixar morrer a ética da eutanásia. Essa diferença parece confirmar-se nas nossas intuições morais e na prática legal. Alguém empurra uma criança a um rio para que ela morra afogada. Uma outra pessoa vê o que acontece, masnão salta para o rio, ainda que pudesse fazê-lo, salvando assim a criança. A pessoa que empurra mata, e isso parece bem mais grave do que simplesmente deixar morrer, não saltando para o rio. É essa a nossa intuição moral, que neste caso está de acordo com a prática legal. Podemos concluir então que a eutanásia passiva -deixar morrer - está moralmente justificada, mas não a eutanásia ativa?
Algunsfilósofos defendem que não podemos tirar essa conclusão. Isto implica que não há qualquer diferença moral intrínseca entre matar e deixar morrer - há, pelo contrário, simetria moral. O caso apresentado a favor do princípio da simetria moral é o seguinte. Dois irmãos querem que o seu pai morra para poderem herdar quanto antes a sua fortuna. Um deles, agindo apenas por sua conta, introduz um venenona bebida do pai. O outro, por acaso, depara-se com as convulsões do seu pai. Acontece que dispõe de um antídoto contra o veneno, mas recusa-se a aplicá-lo. Um dos filhos iniciou um processo causal que conduziu à morte do pai; o outro não interferiu nesse processo de maneira a evitar o seu efeito.
Talvez este caso mostre que o princípio da simetria moral está certo: matar e deixar morrer sãomoralmente equivalentes. Caso se aceite que ambos os irmãos são igualmente culpados, essa parece ser a conclusão apropriada. Ainda que persista a intuição moral de que matar e deixar morrer não são moralmente equivalentes nos casos reais, esse fato deve-se à presença de fatores extrínsecos.
Motivos, riscos para o agente ou a sociedade e probabilidade do efeito são alguns desses fatores. No caso dacriança que morre afogada, o desejo de que ela morra é o motivo que levou a atirá-la ao rio; mas o motivo que impediu a outra pessoa de saltar para o rio é apenas a crença de que seria incapaz de a salvar. Matar é assim moralmente pior devido ao motivo do agente. Por sua vez, o risco para o agente que poderia tentar salvar a criança é maior, dado que também ele pode morrer afogado. Por isso,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Eutanasia
  • Eutanasia
  • eutanásia
  • Eutanásia
  • Eutanásia
  • eutanasia
  • Eutanásia.
  • eutanásia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!