etnia

Páginas: 10 (2295 palavras) Publicado: 16 de abril de 2014

INSTITUTO METROPOLITANO DE ENSINO – IME
FACULDADE METROPOLITANA DE MANAUS – FAMETRO
CURSO SERVIÇO SOCIAL



Ana Maria Quinteiro
Cleucinira Pinheiro
Maria Tereza Oliveira





TRIBO INDíGENA BARÉ









Manaus-AM2013



Cleucinira Pinheiro
Ana Maria Quinteiro
Maria Tereza Oliveira



TRIBO INDíGENA BARÉ




Trabalho solicitado pela Prof. Sandoval alves Rocha como requisito para obtenção de nota parcial da disciplina: Antropologia social e cultural no contexto Brasileiro e Amazônico, da turma A, Noturno, sala 7.Manaus-AM
2013

INTRODUÇÃO
Os índios Beré vivem principalmente ao longo Rio Xié e alto curso do Rio Negro, para onde grande parte deles migrou compulsoriamente em razão do contato com os não – índios, cuja historia foi marcada pela violência e a exploração do trabalho extrativista. Oriundos da famílialingüística aruak, hoje falam uma língua franca, o nheegatu, difundida pelos carmelitas no período colonial. Integram a área cultural conhecida como Noroeste Amazônico.
Considera-se que eles somam aproximadamente 1500 no Brasil. O nome Baré deriva de bári, “branco”, um termo que servia para diferenciar os brancos dos negros (Perez 1988). Os Baré englobariam vários grupos indígenas citados nasfontes históricas como os Mandahuaca, Manaca, Baria, Cunipusana e Pasimonare, não considerados propriamente povos diferentes, mas “clãs exogâmicos separados de um tronco comum há aproximadamente 150-120 anos” (ibid.: 466).
No momento da conquista os Baré ocupavam um território de mais de 165 mil km2, incluindo o curso médio e superior do rio Negro, a região do canal Cassiquiare e o rio Mavaca (ibid).Os Baré foram um dos primeiros grupos indígenas do rio Negro afetados pelo contato. De fato, desde 1669, eles estavam reunidos com os Baniwa e os Passé na Fortaleza São José do Rio Negro (atual Manaus), forte militar que servia de base para as incursões na região do rio Negro, em busca de escravos.
Ao longo dos séculos foram, juntamente com outros grupos indígenas, reunidos em diversasfortalezas e vilas, onde eram submetidos ao trabalho servil. Sua língua vernacular foi gradativamente substituída pela língua geral e o português, assim como suas crenças, costumes e tradições foram adaptados, aos poucos, ao modelo português.
Até recentemente, eram considerados brancos pela Funai, mas atualmente estão em um processo de reivindicação de sua identidade étnica e de revitalização da culturaancestral.


LOCALIZAÇÃO E POPULAÇÃO
A área formada pelo Rio Xié e alto curso do Rio Negro, acima da foz do Uaupés, é ocupada principalmente pelos índios Baré e werekena, sendo que mais de 60% dos índios Xié se identifica como Werekena. São aproximadamente 140 sítios e povoados, onde residem cerca de 3.200 pessoas. A maioria da população vive em “comunidade”, como são chamados esses povoadosna região, que geralmente compõe-se de um conjunto de casas de pau-a-pique construída em torno de um amplo espaço de areia limpa; uma capela (católica ou protestante); uma escolinha; e, eventualmente, um posto medica. Há porem, comunidades que não possuem nada além das casas de moradia. Os principais povoados são Cucuí, Vila Nova e cué-cué.

LÍNGUAS
Os Baré falam línguas da família Aruak. Mascom o contato com os missionários e a localização adotaram a Língua Geral ou nheegatu e, atualmente, esta língua representa uma marca de sua identidade cultural. Ainda assim, algumas comunidades do alto Xié falam werekena, utilizando-a situacionamente.
O nheengatu é uma forma simplificada do Tupi antigo, falado em grande parte do Brasil nos primeiros séculos da colonização portuguesa, e que foi...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • ETNIA
  • Etnia
  • Etnias
  • Etnias
  • Etnias
  • O que é etnia
  • Etnia
  • etnias

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!