Estudo dirigido - direito internacional público - kony 2012

Páginas: 6 (1407 palavras) Publicado: 9 de novembro de 2012
UNVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ - UNIVALI
CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS
DISCIPLINA DE DIREITO INTERNACIONAL PÚBLICO
PROF. MSC GULHERME BEZ MARQUES
ACADEMICA PRISCILLA SANTOS DA SILVA

ESTUDO DIRIGIDO
NOTÍCIA INTERNACIONAL VINCULADA AO DIREITO INTERNACIONAL PÚBLICO

OUTUBRO 2012
O seguinte Estudo Dirigido tem como objetivo fazer um link entre oDireito Internacional Privado e uma notícia Internacional. A notícia escolhida é o grande viral Kony, que em março deste ano teve grande repercussão internacional e foi um dos vídeos mais assistidos nos últimos tempos. A notícia envolve a Africa, especialmente a região de Uganda, Direitos Humanos e o Tribunal Internacional Penal de Haia.

A História

O surgimento da Lord’s ResistanceArmy (LRA), de Joseph Kony, contra o governo de Uganda começou em 1987, quando houve uma falha na rebelião do Movimento Espírito Santo, de Alice Auma. After the Holy Spirit Movement lost a major battle against the Ugandan government at th ebattle of Jinja, Alice Auma fled to Kenya while Joseph Kony emerged as the leader of the remaining rebel forces. Depois que este movimento perdeu uma grandebatalha, Alice Auma fugiu para o Quênia, enquanto Joseph Kony emergiu como o líder das forças rebeldes remanescentes. With Kony's assumption of power came a shift in the rebels' strategy and a new name: the Lord's Resistance Army. Com a suposição de Kony no poder veio uma mudança de estratégia dos rebeldes e um novo nome: Exército de Resistência do Senhor. Kony declared himself to be a prophet, emergingas a “Spirit Guide,” and inspired his rebel troops to fight the Ugandan government. O líder se declarou ser um profeta, emergindo como um "espírito-guia", e inspirou as suas tropas rebeldes a lutar contra o governo de Uganda.
O LRA ganhou reputação pelas suas ações contra os povos de vários países, raptou e forçou um número estimado de 24 000 crianças para lutar por ele, e forçou a deslocaçãointerna de mais de 2 000 000 pessoas desde o início de sua liderança no LRA. O seu principal alvo eram as crianças. Os rapazes são obrigados a matar os seus familiares e amigos e obrigá-los a se tornarem soldados de kony. Já as meninas são escravas sexuais.
Em 1994 o LRA ganha o apoio do governo do Sudão. O governo sudanês esperava poder usar o grupo como um representante em sua luta contra ogoverno de Uganda, que havia apoiado rebeldes no Sudão. Kony, torna-se uma figura chave na luta regional travada no norte ugandês. Ele se autodeclara um profeta com poderes místicos, além de afirmar que quer suspender o governo de Museveni e o substituir por um baseado nos Dez Mandamentos da  Bíblia. O LRA foi inicialmente apoiado pela massa do norte de Uganda, mas, à medida que os recursos foramdiminuindo, o povo passou a se posicionar contra o grupo. O LRA, por sua vez, começa a vitimar os Acholi. Kony parece acreditar que é seu dever exterminar a etnia, já que ela não apoiou seu grupo.
Em 2003 na primeira vez que o Tribunal Penal Internacional, localizado em Haia na Holanda emite ordens de prisão e Joseph kony está entre os acusados. Em 2005 a Corte Internacional Criminal emite ummandado de prisão contra Kony. Ele é acusado de: abuso de direitos humanos, assassinato, estupro, além de abdução e escravidão de milhares de crianças. Kony alegou inocência e continuou evitando oficiais em Uganda. Posteriormente, no mesmo ano, o LRA sai do país.  Em maio, de 2006 Kony aparece pela primeira vez em doze anos para negociar com o governo Ugandês. Um cessar-fogo é declarado em agosto,mas as negociações de paz se arrastam por mais de dezoito meses.
Em abril de 2008, o governo de Uganda e o LRA concordaram em selar a paz, mas quando o dia da assinatura do acordo de paz chega Kony não é encontrado em parte alguma. Na época, Kony foi suspeito de estar operando em uma base na República Centro-Africana.  Em novembro, os vizinhos de Uganda ameaçam juntar forças...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Direito internacional público é direito?
  • direito internacional publico
  • DIREITO INTERNACIONAL PUBLICO
  • Direito Internacional Público
  • direito internacional publico
  • Direito internacional publico
  • DIREITO INTERNACIONAL PÚBLICO E PRIVADO
  • RESUMO

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!