Estudo de prática: características da respiração em homo sapiens sapiens

Páginas: 14 (3390 palavras) Publicado: 30 de maio de 2013
Universidade Federal do Piauí - UFPI
Centro de Ciências da Saúde
Departamento de Biofísica e Fisiologia
Disciplina: Fisiologia para Medicina

Estudo de prática: Características da Respiração em Homo sapiens sapiens

Teresina, 23 de março de 2013

O pneumógrafo é um instrumento utilizado para registar os movimentos respiratórios. Como nosso organismo não tem condições de acumularoxigênio, ele apresenta necessidade de, constantemente, recebê-lo através dos processos respiratórios. Os processos respiratórios têm componentes físico (consta dos movimentos de expiração e inspiração, com a participação dos músculos respiratórios) e químico (troca gasosa – hematose). O pneumógrafo é uma forma de registro do componente físico do processo respiratório.
Na experiência abordada nessetrabalho, inicialmente mediu-se a circunferência torácica de um aluno cobaia na inspiração (88 cm) e expiração (83 cm) bem como a circunferência abdominal também nas mesmas condições (inspiração: 69 cm e expiração: 71 cm). Essas medidas revelam a expansão da parede torácica nos sentidos anteroposterior e látero-lateral durante a atividade inspiratória. Essa expansão pode ser analisada através dedois movimentos que atuam em conjunto na alteração da disposição do gradil costal. O primeiro movimento (“movimento em braço de bomba”) consiste na elevação da extremidade esternal da 2° à 6° costela acarretando aumento do diâmetro anteroposterior da caixa torácica. Tal elevação é decorrente da atividade contrátil observada nos músculos paraesternais e escalenos no período inspiratório. (AIRES,2008). O outro movimento (“movimento em alça de balde”) consiste na elevação da região medial da 7° à 10° costela desencadeando aumento do diâmetro látero-lateral da caixa torácica. Esse movimento é consequência da contração dos músculos intercostais externos durante a inspiração.
Os tipos de respiração podem ser: apneia (ausência de movimentos respiratórios), eupneia (movimentos respiratóriosnormais), dispneia (dificuldade na execução dos movimentos respiratórios), bradipneia (frequência reduzida dos movimentos respiratórios), taquipneia (frequência acelerada dos movimentos respiratórios), hiperpneia ou hiperventilação (frequência e/ou amplitude aumentada dos movimentos respiratórios), polipneia (respiração rápida que revela habitualmente hiperventilação) e respiração apnêustica (arquejosinspiratórios profundo e prolongados).
De acordo com Aires et. al, a parede abdominal se move para fora durante a inspiração, retornando ao seu ponto de repouso ao longo da expiração. Esse fato explica a diferença observada entre a “circunferência inspiratória” e a expiratória. A pequena variação explica-se pelo fato de a expiração em estado basal ser um processo basicamente passivo. Quando osmúsculos abdominais se contraem há movimentação do gradil costal para dentro e para baixo além de uma elevação do conteúdo abdominal seguida da elevação do diafragma em direção ao tórax o que eleva a pressão intratorácica desencadeando o fluxo expiratório.
Com o encerramento desse experimento, o aluno-cobaia deveria realizar algumas respirações ligeiramente forçadas com a boca e o narizsemiobstruídos. Dessa forma, a obstrução parcial da porção inicial do trato respiratório cria um obstáculo ao fluxo de ar dificultando a atividade respiratória. Logo, há um “recrutamento” dos músculos acessórios à respiração que não atuam em estado basal, mas que em situações de esforço ajudam a potencializar a força de expansão da caixa torácica atuando, desse modo, no contrabalanceamento dos efeitosdesencadeados pela semioclusão. Sendo assim, em situações de esforço a expiração passa a ser um processo ativo.
Existem dois grupos de sons pulmonares: bronquiais e vesiculares. Em situações de normalidade, os bronquiais, também chamados de traqueobronquiais, podem ser auscultados na região da via aérea superior, ou seja, entre a cavidade nasal e o brônquio principal. Possuem sons soprosos, sendo o...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Característica dos homo sapiens
  • Homo sapiens sapiens
  • Estudos dos reflexos somáticos em homo sapiens
  • Homo sapiens
  • Reflexo visceral em homo sapiens sapiens
  • homo sapiens
  • Homo sapiens
  • Homo sapiens

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!