Estudo da Termoestabilidade de uma Enzima

Páginas: 9 (2223 palavras) Publicado: 20 de maio de 2015


Universidade Estadual de Campinas
Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA)
TA514-Bioquimica de Alimentos







Aula Prática 7- Estudo da Termoestabilidade de uma Enzima



Grupo 04:
Gabriele Aparecida PeronBroglio 148564
Karoline Urbano 146789

Professor Responsavél :
Hélia Harumi Sato



:
Campinas, 13 de maio, de 2015

1-INTRODUÇÃO
As enzimas em geral são mais estavéis em temperatura baixa e apresentam diferente susceptibilidade ao calor.
Na indústria de alimentos o tratamento térmico é utilizado para destruição de micro organismos e para ainativação de enzimas deteriorativas. Em geral o aumento da temperatura causa na atividade enzimática dois efeitos opostos : aumentando a temperatura o efeito predominante será o aumento da velocidade da reação e a partir de certo ponto , ocorre uma diminuição na velocidade de reação devido à desnaturação enzimática onde as enzimas perdem sua estrutura nativa, o que leva à perda de função. A temperaturaou faixa de temperatura onde a atividade enzimática é máxima é chamada de temperatura ótima e a faixa onde a enzima retém sua capacidade catalítica é denominada temperatura de estabilidade .
O conceito de termoestabilidade está ligado ao poder que a enzima tem de manter pelo menos 90% de sua atividade por 30 minutos. Quando uma enzima é submetida a uma determinada temperatura por um tempoprolongado, mesmo esta sendo a sua temperatura ótima, a enzima tende a perder atividade por desnaturação térmica da estrutura protéica, podendo provocar a formação de floculos e sua precipitação. A termoestabilidade é um critério que as indústrias usam para caracterizar as enzimas como de aplicação em seus processos.
As enzimas termoestáveis, de maneira geral, apresentam vantagens para a aplicação naindústria, visto que processos biotecnológicos conduzidos em elevadas temperaturas têm o risco de contaminação por microrganismos mesófilos, que são a maioria em um ambiente industrial, significativamente reduzido. Por outro lado, as temperaturas mais elevadas favorecem a solubilidade de substratos e produtos, e aumentam as taxas de reação por redução da viscosidade e por aumento do coeficiente dedifusão dos substratos.

2-OBJETIVO
Determinar a termoestabilidade da α-amilase fúngica (Aspergillus oryzae) e α-amilase bacteriana (Bacillus licheniformis).
3-MATERIAIS E MÉTODOS
3.1-Materiais:
-Grupos 1 a 5 : Amostra A (10 µL α-amilase fúngica comercial em 200 mL de água destilada)
-Grupos 6 a 10: Amostra B (1 mL α-amilase bacteriana comercial em 2100 mL de água destilada )
-Grupos 11 a 15: AmostraC (1 mL α-amilase bacteriana comercial em 2100 mL de água destilada contendo 60 ppM de CaCl2
-Solução de Amido pH 6,0 .O substrato foi preparado previamente pela mistura de solução de amido 1% em água destilada (aquecida durante 5 minutos em ebulição e resfriada a temperatura ambiente): tampão fosfato 0,1 Mol/L pH 6,0 : água destilada na proporção 5:1:2 (v:v).
-Solução de Iodo KI (0,3% I2 + 3% KIem água destilada)
-Solução HCl 0,1 Mol/L
-água destilada
-tubos de ensaio
-Pipetas graduadas
-pera
-espectrofotômetro
3.2-Métodos:
3.2.1-Tratamento térmico da enzima:

Primeiramente foi pipetado 0,2 mL da solução de α-amilase nos tubos de ensaio identificados com a temperatura de tratamento térmico (sem tratamento, 30ºC ,50ºC ,60ºC ,70ºC ,80ºC ,temperatura de ebulição) , os tubos foram tampadoscom filme plástico e levados para incubação , cada em sua respectivas temperaturas , durante 15 minutos. (o tubo sem tratamento não foi incubado).
Após a incubação, os tubos foram retirados dos banhos termostatizados e foram resfriados em um béquer com água destilada .
3.2.2-Determinação da atividade de α-amilase residual:
Foram adicionados 0,8 mL de substrato de amido ( previamente incubado...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Estudo da cinética da enzima invertase
  • Resumo para estudo.. enzimas
  • Estudo Dirigido Enzimas
  • Estudo da enzima HK em cãncer
  • Estudo Dirigido de Enzimas
  • Estudo dirigido de enzimas
  • roteiro de estudo ENZIMAS
  • Estudo Dirigida Enzimas 1

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!