Estudante

Páginas: 6 (1378 palavras) Publicado: 8 de abril de 2014
No livro Sociedade de Risco (BECK, Ulrich), no capítulo sobre individualização, institucionalização e padronização das condições de vida e dos modelos biográficos encontram-se na divisão das Dimensões Analíticas da Individualização um aspecto que pode ser comparado com a avaliação feita por Zygmunt Bauman sobre esta sociedade meritocrática analisada, a dos “afortunados”. Este aspecto é ainsegurança, que vem logo após do desprendimento e é anterior a reintegração (no livro de Beck, não cronologicamente, pois todos estes conceitos explicados no decorrer desta pesquisa são simultâneos e incessantes).
Para Beck, na individualização ocorre, primeiramente, o desprendimento, a libertação dos vínculos sociais objetivos, são estes as estruturas familiares, as condições de moradia, adistribuição espacial, as relações de vizinhança, os hábitos de lazer, as afiliações associativas entre outros agregados ao contexto de domínio e provimento.
Em seguida vem a insegurança e é este conceito que pode-se associar ao texto de Zygmunt Bauman. Após a sensação de libertação é comum a próxima sensação ser de desencantamento, esta perda de segurança nas estruturas tradicionais citadasanteriormente é a componente mais marcante no argumento de Bauman. A “secessão dos bem-sucedidos” é o distanciamento que o “ricos” tem dos “pobres”, já que este último é fraco, incapaz de exibir alguma capacidade especial e de exercer a individualidade. Como uma resposta paliativa, ou seja, ineficaz, insatisfatória e passageira a insegurança que esta classe privilegiada sente é transmitida para aintegridade corporal, para as propriedades privadas e para a comunidade detentora de capital em si. Então, para esta insegurança ser suprida, paliativamente como falado antecedentemente, a busca pela garantia de segurança se foca na ameaça que os “outros” “impõem” neste corpo social, estes que se “defendem” melhorando e aumentando o arsenal de segurança, trazendo uma estabilidade, masdiminuindo a liberdade de ir e vir. “Este comportamento é enfeitado pela ideia de autonomia e sob a égide da falta de espaço que cada vez mais todos sentem falta e que encobre o distanciamento da intimidade.”
O terceiro item, a reintegração, é a nova forma de enquadramento que o indivíduo encontra nesse recente modelo de sociedade organizada uma vez que o controle é reestabelecido.
Aindividualização tripla (desprendimento, insegurança e reintegração) porém esta sujeita as condições de vida (objetiva) e a consciência (identidade, desenvolvimento da personalidade) que é subjetiva. Esta segunda dimensão molda e diferencia o indivíduo tanto quanto a primeira.
Na divisão das Especificações do Surto Individualizatório na Alemanha, Beck fala da libertação dos vínculos sociais e culturais declasse no âmbito de reprodução, ou seja, na família, a provisão dela sofre o peso da individualização. “Configura-se o formato da família negociada a prazo, na qual as posições individuais, direcionadas para a educação o mercado de trabalho e a vida profissional, adotam um curioso acordo funcional com vistas a um intercâmbio afetivo regulado e revogável, isto quando de saída já não forempreferidas formas de vida extrafamiliares” (BECK, pg 192) Segundo Fuchs, L. Rosenmaryr, W. Hornstein e M. Baethge isso não diz respeito unicamente às relações entre pais, mas também ao posicionamento das crianças e adolescentes. Também fala da libertação (mudança) no âmbito da produção relacionado ao aumento geral no nível educacional e da renda disponível, da regulação das relações trabalhistas nomercado de trabalho, da alterações da composição social entre outros, ou seja, existe um investimento para a formação da biografia do indivíduo. Estas transformações ocorrem nas décadas de 1960 e 1970.
Outra mudança é a desoneração, a destituição não tem mais origem na esfera reprodutiva, mas sim na produtiva e consuma-se em relação à profissão e à empresa. Existe uma flexibilidade da jornada...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • estudante
  • Estudante
  • estudante
  • Estudante
  • Estudante
  • estudante
  • Estudante
  • estudante

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!